"Devido à velocidade da luz ser superior à do som, algumas pessoas parecem inteligentes até as ouvirmos."

Quarta-feira, 20 de Setembro de 2023
78.ª sessão da Assembleia-Geral das Nações Unidas

Captura de ecrã 2023-09-17 112437.png

A poucos dias do início do debate anual da Assembleia Geral da ONU a  International Crisis Group (ICG), uma organização independente voltada para a resolução e prevenção de conflitos armados internacionais, considerou que os conflitos na Ucrânia, Sudão e Haiti estavam entre os dez principais desafios que as Nações Unidas (ONU) terão de enfrentar em 2024. É por isso que a presença de Volodymyr Zelensky na Assembleia Geral das Nações Unidas (UNGA, na sigla em inglês), que ocorrerá nos dias 19 a 25 de setembro em Nova Iorque, não é de estranhar e até é provável que "a Ucrânia dominará mais uma vez a Assembleia Geral".

 


Captura de ecrã 2023-09-19 153647.pngO grande debate da Assembleia-Geral das Nações Unidas (ONU) arrancou ontem [3.ª feira 19set2023] na sede da organização, em Nova Iorque, onde mais de 140 líderes mundiais se reúnem para discutir questões mundiais urgentes. Sob o tema “Reconstruir a confiança e relançar a solidariedade global: acelerar a ação na Agenda 2030 e os seus Objetivos de Desenvolvimento Sustentável para a paz, a prosperidade, o progresso e a sustentabilidade para todos”, o secretário-geral das Nações Unidas iniciou a sessão com um discurso em que alertou para a necessidade de reformas institucionais. António Guterres também criticou a Rússia pela invasão da Ucrânia e descreveu o aquecimento global como a “ameaça mais imediata ao nosso futuro”.


Captura de ecrã 2023-09-19 155130.pngO Presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, disse no seu discurso, que apoia uma reforma das Nações Unidas para “enfrentar os desafios” para manter “a paz no mundo”. Após dizer que quer uma competição “com responsabilidade” com a China para não desembocar num conflito, Joe Biden deixou duras críticas à Rússia. “A Rússia acredita que o mundo ficará cansado e permitirá que brutalize a Ucrânia sem consequências”, disse Joe Biden, garantindo que isso não acontecerá.


Captura de ecrã 2023-09-19 214441.pngO presidente ucraniano enviou um recado a países como a Polónia e a Eslováquia, que continuam a bloquear as importações de cereais da Ucrânia. Horas antes, o presidente polaco deixou um alerta a Kiev: "É bom que se lembre que recebe ajuda nossa". Zelensky começou por dizer: "Após o colapso da União Soviética, a Ucrânia foi forçada a abdicar das suas armas nucleares, e o mundo decidiu que a Rússia deveria manter as suas. O tempo veio provar que a Rússia era quem merecia mais o desarmamento, e continua a merecê-lo. Os terroristas não têm o direito de ter armas nucleares", lenbrando também os ataques russos à central nuclear de Zaporizhzhia. O discurso do chefe de Estado virou-se, depois, para a segurança alimentar, ao dizer que o Kremlin “utiliza os alimentos como arma”.

  Rui Lopes A. D'OreyCambada de chéchés a falar sem dizer nada.

 



Publicado por Tovi às 07:31
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Terça-feira, 25 de Abril de 2023
Valeu a pena?... Claro que sim

22287221_cpcN2.jpeg

Campo de Instrução Militar de Santa Margarida
Batalhão de Engenharia n.º 3
Quarta-feira, 24 de Abril de 1974, 22h55
São quase 11 horas da noite e já entreguei no gabinete do oficial de dia ao QG do CIM (Campo de Instrução Militar) o relatório da ronda acabada de efetuar aos paióis. As temperaturas estão registadas, os cadeados das portas foram verificados, o pessoal está nos postos.
A caminho do nosso quartel, o Martins, o brioso condutor da Land Rover, desafia-me para uma partida de snooker: “Só uma partidinha… Hoje estou com uma fezada que lhe ganho”. Concordo e lá vamos para a messe de sargentos. O “barista” dormita encostado ao balcão e, com cara de quem já não esperava mais clientes, diz-nos: “Depressinha que tenho que fechar antes da meia-noite”. Duas minis fresquinhas escorrem-nos pelas goelas abaixo e começo eu. Nas duas primeiras tacadas entram a “1” e a “5”. Giz no taco, aponto à “3”, preparo o efeito… e aparece o Sargento da Guarda ao Quartel. “Quem é o Sargento de Dia ao Piquete?” pergunta ele. Com uma tacada brusca meto a bola no buraco do canto. “Sou eu, porquê?” – respondo-lhe com maus modos. Com o ar mais importante do Mundo diz-me: “O Nosso Segundo Comandante está à tua espera no edifício de Ordem Pública do QG. Vai lá depressa”. Prontos… lá se foi uma vitória certa. Boina na cabeça, blusão apertado e lá vamos a caminho do Quartel-General. Em 10 minutos estamos lá. À porta de armas informam-nos que deveremos ir imediatamente para a Sala de Operações. Entro, faço a continência e com um olhar rápido inventario os participantes na reunião: Um Major, o meu Segundo Comandante; três Capitães, dois do meu quartel e um de cavalaria; seis Alferes, todos do QG. Com ar grave diz-me o Major: “Ó Ribeiro, vamos entrar em prevenção rigorosa e quero que você me organize a defesa e proteção dos paióis. Ponha todos os seus homens do piquete a interditar as estradas de acesso e, a partir de agora, reporta diretamente a este grupo de oficiais. Vá lá organizar as tropas e depois encontramo-nos na messe de oficiais do Batalhão”. Faço novamente a continência e respondo: “Sim senhor, meu Comandante. É para já”. Meia volta e em passo rápido dirijo-me para o jeep. O Martins, com o ar mais aparvalhado que já lhe tinha visto pergunta-me: “Então?! Vai haver merda?”. Sem lhe responder entro na viatura e com a mão aponto-lhe a direção do quartel. Não me apetece falar… Ainda não digeri a ordem que acabo de receber. Tenho a certeza absoluta que aquilo que andamos a falar há uns tempos vai ser hoje.
Entro na caserna da 2ª Companhia de Sapadores e acordo o pessoal: “Está a formar rápido… Quero todos na parada em 5 minutos… Levantem rações de combate e encham os cantis de água… Quero toda a gente municiada e de capacete… Hoje não é exercício noturno… É mesmo a sério”. Tenho absoluta confiança nos meus homens. São Sapadores de Engenharia, habituados a acompanharem-me em operações de interdição de pistas de aviação e desativação de explosivos. Gente de barba rija.
Passam vinte minutos da meia-noite. No programa Limite da Rádio Renascença é transmitida a canção "Grândola Vila Morena" de Zeca Afonso. Está a começar o meu 25 de Abril.


Rodrigo Falcão MoreiraBelíssimo relato. Obrigado por isto.
Alfredo SolteirQue a liberdade se mantenha e que não seja confundida com liberdade para mandar mas sim liberdade para viver.

 

  
DE01769.jpgO dia 25 de Abril é sempre especial na Assembleia da República, palco da sessão solene que assinala a Revolução dos Cravos e o fim da ditadura em Portugal. Mas, este ano, a chamada casa da democracia recebe um convidado antes das intervenções de partidos, presidente da Assembleia e presidente da República, o que obrigou a algumas alterações de protocolo e outras tantas declarações acesas de líderes políticos. Lula da Silva, nesta manhã, quinto e último dia da sua visita oficial a Portugal, é homenageado no parlamento com uma sessão solene que já fez correr muita tinta. O partido Chega, manifestou-se desde logo "veementemente contra" a presença do presidente brasileiro no parlamento português. Tendo em conta que manifestações estão agendadas para aquele local - uma delas convocada pelo Chega em protesto pela presença de Lula da Silva no Parlamento, outra por apoiantes do presidente brasileiro - o Comando da PSP de Lisboa recusou divulgar o número de efetivos empenhados na operação junto à Assembleia da República, garantindo porém que as autoridades vão apostar num policiamento de visibilidade e preventivo, que possibilitará uma resposta "rápida e eficaz" se for necessária.

 


Captura de ecrã 2023-04-25 110140.pngInqualificável a atitude dos deputados da bancada do Chega ao levantarem-se com várias mensagens - cartazes onde se lia “Chega de corrupção” e outros a dizerem “Lugar de ladrão é na prisão” - durante o discurso de Lula da Silva na Assembleia da República. Há limites para tudo. O que se passou hoje na Casa da Democracia é vergonhoso.

  
Júlio Gouveia
Bem verdade. Vergonhoso. Por muito que não se possa gostar do homem ou das suas políticas, trata-se de um presidente dum país eleito democraticamente. Pelo que o que o Chega fez é vergonhoso e envergonha o nosso país. Inadmissível.
Joaquim Figueiredo
Pode dar origem a processo penal e cadeia. Espero que o MP esteja atento
Carlos Miguel SousaJoaquim Figueiredo Pode ? Porquê ?
Joaquim FigueiredoCarlos Miguel Sousa o código processo penal identifica como crime e sujeito a prisão quem insulte um chefe de estado em visita oficial ao nosso país. Artigo 322.º - Crimes contra pessoa que goze de protecção internacional. 1- Quem atentar contra a vida, a integridade física ou a liberdade de pessoa que goze de protecção internacional, encontrando-se o ofendido em Portugal no desempenho de funções oficiais, é punido com pena de prisão de 1 a 8 anos, se pena mais grave lhe não couber por forca de outra disposição legal. 2- Quem ofender a honra de pessoa que goze de protecção internacional e se encontre nas condições referidas no número anterior é punido com pena de prisão até 2 anos ou com pena de multa, se pena mais grave lhe não couber por força de outra disposição legal.
Diogo Jácome de VasconcelosFoi demasiado mas Graças a Deus o Santos Silva deu a importância pretendida.
David Ribeiro
A "irritação" do Presidente da Assembleia da República é perfeitamente compreensível, no meu entender, porque realmente “Os senhores deputados que se querem permanecer na sessão plenária devem comportar-se com urbanidade, cortesia e a educação que é exigida a qualquer representantes do povo português. Chega de degradarem as instituições, chega de porem vergonha no nome de Portugal”.
Paulo NevesDavid Ribeiro, o próprio SS (Santos Silva) não precisava de usar tantas vezes o nome do partido em causa.
David RibeiroE porque não, Paulo Neves ?...
Paulo Neves
David Ribeiro porque lhe está a dar palco. Hoje, Bernardo Ferrão na SIC dizia, e bem, que Costa se pôs a jeito quando falou em brasileiro. Ainda não perceberam que lhe dão palco desnecessariamente. E nisso o PS é mestre.
Carlos Miguel SousaPaulo Neves Não é desnecessariamente é PROPOSITADAMENTE. 😉
Paulo Neves
David Ribeiro, desculpe, só mais uma ideia: hoje, no parlamento, ninguém se preocupou com o alheamento da juventude relativamente ao 25/4. E sobre a crise e empobrecimento de Marcelo nem uma palavra.
Gilberto Santos - Vergonhoso. Há limites para tudo.
Ana Maria OliveiraPalhaçada!
Jorge SilvaParabéns para o Chega,Portugal é um pais de ladrões começa no presidente e termina nos deputados, bem hajam os deputados do chega
David RibeiroJorge Silva... tratar o Presidente da Assembleia da República e os seus Deputados, seja porque motivo for, por "ladrões", não é admissível neste Grupo.
Jorge SilvaDavid Ribeiro sou livre de dizer o que quiser faça o que quiser
David Ribeiro - Olha m'este!...
Manuel Matos
David Ribeiro ainda não o saneou do grupo????
Paulo NevesSó deixo uma questão para reflexão: está a ser cumprida a Constituição? Vão lá ver, se fazem favor, o que diz sobre a ilegalidade de certos partidos. Tal e qual como a regionalização. Se calhar, o erro começa por aí
David Ribeiro
Não deixa de ter razão, Paulo Neves... mas o que eu gostaria de ver era uma maioria qualificativa para rever a já "fora de época" da nossa Lei Fundamental.
João Correia da SilvaVergonhoso é receber na casa da democracia um condenado por corrupção que foi posteriormente não condenado por erro processoal e não por estar inocente.
Manuel MatosJoão Correia da Silva se teve processos criminais ou não, não sei. Sei é que aquela pessoa estava na AR como Presidente Eleito democraticamente pelos eleitores do seu País. E isso deveria querer dizer alguma coisa .... Mas você deve ser daqueles que acha que era mais legítimo Salazar governar sem eleições
João CerqueiraJá estava previsto desde aquele convite atabalhoado, para branqueamento e normalização da corrupção.
Margarida Fernandes
Uma vergonha, que triste figura 🙈🙈
Carlos Miguel Sousa
A Liberdade de Expressão tem um preço.
Maria Manuela SilvaVergonhoso. Um parvalhão que só sabe berrar, gesticular, um fanfarrão, fantoche, e tudo o de mais que não posso escrever.



Publicado por Tovi às 00:20
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Domingo, 23 de Abril de 2023
Visita de Lula da Silva a Portugal

Captura de ecrã 2023-04-22 133619.png

O Presidente brasileiro, Luiz Inácio Lula da Silva, está a realizar uma visita oficial a Portugal até ao próximo dia 25. No dia de ontem o chefe de Estado brasileiro foi recebido, com honras militares, pelo seu homólogo português, Marcelo Rebelo de Sousa. Depois disso, Lula dirigiu-se ao Mosteiro dos Jerónimos, onde depositou flores no túmulo do poeta Luís de Camões. Da parte da tarde, Lula participou na reunião plenária da 13.ª Cimeira Luso-Brasileira, na qual os dois países assinaram 13 acordos bilaterais em várias áreas. No dia de amanhã [segunda-feira, 24abril] Lula desloca-se a Matosinhos para participar na abertura do Fórum de Negócios Portugal-Brasil, onde terá a companhia de António Costa. O evento é organizado em conjunto pela AICEP e pela agência brasileira APEX. Finalmente, na terça-feira, dia 25 de abril, Lula protagonizará o ato mais emblemático da sua visita a Portugal, ao discursar, de manhã, numa sessão solene na Assembleia da República. Esta antecede a cerimónia evocativa da Revolução dos Cravos. Na semana anterior a esta visita de Lula da Silva ao nosso País, grande polémica provocaram as afirmações do Presidente brasileiro, em que defendeu que os Estados Unidos devem parar de “encorajar a guerra” na Ucrânia e a União Europeia deve “começar a falar de paz”, alinhando com quem tem apoiado a invasão da Ucrânia pela Rússia e acusando a NATO, a UE e os EUA de instigarem a guerra. Estas declarações de Lula da Silva foram consideradas “perigosas” e “inaceitáveis” e seguramente vão provocar protestos dentro e fora da Assembleia da República na receção ao Presidente brasileiro. Mas também há quem defenda que Lula tem procurado fomentar "a busca pela paz" na Ucrânia e legítimas as suas preocupações e declarações. 

 

  
Captura de ecrã 2023-04-22 142120.pngAndré Ventura prometeu ontem [22abr2023] a "maior manifestação de sempre" contra a visita de Lula da Silva a Portugal no dia 25 de Abril frente ao Parlamento. O líder do Chega disse que Portugal não quer mais corrupção e também não precisa de a importar referindo-se ao presidente brasileiro.

 

  
image (2).jpgAlgumas dezenas de apoiantes acompanham desde a manhã de sábado [22abr2023] a visita de Lula da Silva e da primeira-dama a Belém. Na cerimónia de boas-vindas, o presidente brasileiro foi recebido por uma multidão, vestida de vermelho, que, do outro lado do perímetro de segurança, no Jardim do Império, entoavam cânticos e erguiam bandeiras e cartazes de apoio. Neste mesmo dia o presidente da Associação dos Ucranianos em Portugal afirmou que nunca esteve prevista qualquer manifestação de protesto contra o presidente do Brasil, mostrando-se surpreendido pelas palavras em sentido contrário avançadas por um membro do Governo brasileiro.

 


image (3).jpgNuma declaração conjunta, Portugal e Brasil "deploram a violação" da integridade territorial da Ucrânia pela Rússia e a anexação de partes do território ucraniano, e pedem uma "paz justa e duradoura". Os dois países assinaram também, este sábado [22abr2023], 13 acordos bilaterais, incluindo para a concessão de equivalência de estudos nos dois países, para proteção de testemunhas e reconhecimento mútuo das cartas de condução.



Publicado por Tovi às 07:46
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Segunda-feira, 9 de Janeiro de 2023
Estaremos perante um golpe de estado no Brasil?

324677421_741988136935633_5527556560778935344_n.jp 

  18h16 de 8jan2023 - CNN Portugal 
Um grupo de manifestantes pró-Bolsonaro furou um bloqueio da polícia e tomou as sedes dos Três Poderes em Brasília durante a tarde deste domingo. As imagens mostram que os manifestantes radicais invadiram o prédio do Congresso Nacional e há registos de vandalismo no plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) e no Palácio do Planalto. A invasão começou depois dos radicais da extrema-direita brasileira apoiantes do ex-presidente Jair Bolsonaro, derrotado nas eleições em outubro passado, terem convocado um protesto para a Esplanada dos Ministérios, em Brasília. Apesar de a polícia militar de Brasília ter colocado barreiras de proteção, os “bolsonaristas” avançaram e furaram o cerco policial. Há imagens da barreira dos polícias na Esplanada dos Ministérios, em Brasília, a ser "furada" pelos manifestantes vestidos de verde e amarelo. Os “bolsonaristas” arrancaram grades para entrar na Praça dos Três Poderes enquanto os agentes tentavam contê-los com ‘spray’ de gás pimenta. Segundo imprensa brasileira, há informações de que cerca de quatro mil “bolsonaristas” chegaram a Brasília para este ato, convocados nas redes sociais por grupos de extrema-direita.


Azeredo Lopes -  Estamos a assistir a um assalto aos três poderes tradicionais do Estado brasileiro.
Carlos Viana (ex-presidente da Casa do Brasil) - Só faltou estender o tapete vermelho. Houve cumplicidade da polícia na invasão do Congresso Nacional.

  20h18 de 8jan2023 - Rádio Renascença
O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, e o Governo de Portugal repudiam invasão do Palácio do Planalto, em Brasília, por apoiantes do ex-presidente brasileiro Jair Bolsonaro.

20h40 de 8jan2023 - Expresso
Anderson Torres, secretário de Segurança Pública do Distrito Federal (DF), do qual faz parte a capital Brasília, foi exonerado esta tarde por Ibaneis Rocha, governador do DF. A exoneração acontece na sequência dos acontecimentos desta tarde, aos quais as forças de segurança pública não conseguiram dar resposta, muito menos prevenir. Torres foi ministro de Estado da Justiça e Segurança Pública do Governo Bolsonaro.

  20h55 de 8jan2023 - Reação de Lula da Silva à situação no Brasil
O Presidente do Brasil assinou um decreto, que leu em direto, para uma intervenção federal que devolva o poder em Brasília às instituições. Lula chamou “fascistas, nazistas, fanáticos” aos apoiantes pró-Bolsonaro que se reuniram esta tarde na Praça dos Três Poderes e invadiram as sedes do Congresso, do Supremo Tribunal e do Palácio do Planalto. “Como verdadeiros vândalos destruindo o que encontraram pela frente.” Lula diz que “houve falta de segurança”, mas que agora “todas essas pessoas [os manifestantes] serão encontradas e serão punidas”.


Emmanuel MacronA vontade do povo brasileiro e as instituições democráticas devem ser respeitadas! O Presidente Lula pode contar com o apoio incondicional da França.
Roberta MetsolaProfundamente preocupada com o que está a acontecer no Brasil. A Democracia deve ser sempre respeitada. Parlamento Europeu está ao lado do Governo de Lula e de todas as Instituições legitima e democraticamente eleitas.

  21h20 de 8jan2023 - O Globo
A Polícia do DF já retomou os prédios do STF e o Palácio do Planalto mas, por volta de 18h20 (hora de Brasília), a polícia trabalhava para esvaziar o Congresso. Mais cedo, foi possível ouvir tiros e bombas no STF. Muitos dos terroristas que invadiram e depredaram as sedes dos Poderes usam roupas parecidas com de militares. A polícia avançou sobre os golpistas para esvaziar a Praça dos Três Poderes e usam bombas para dispersar a região. Os detidos estão sendo levados para o Departamento de Polícia Especializada (DPE). De acordo com a Polícia Civil, ao menos três pessoas foram detidas com base no artigo 359-M do Código Penal, que prevê pena de quatro a 12 anos de detenção para quem tenta destituir um governo legitimamente eleito. Um dos detidos já tinha mandado em aberto. Houve a determinação de reforço do efetivo civil na área central para fazer o monitoramento.

  22h02 de 8jan2023 - Expresso
Já foram detidos 150 manifestantes e a Polícia Federal está a conseguir dispersar as pessoas. Outros três estados do Brasil vão enviar forças polícias para ajudar Brasília.

  00h24 de hoje - CNN Portugal
O ex-presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, demarcou-de das manifestações dos seus apoiantes, que resultaram numa invasão às sedes dos três poderes em Brasília. Numa breve declaração no Twitter ao final da noite deste domingo, Bolsonaro afirmou: “Manifestações pacíficas, na forma da lei, fazem parte da democracia. Contudo, depredações e invasões de prédios públicos como ocorridos no dia de hoje, assim como os praticados pela esquerda em 2013 e 2017, fogem à regra”, escreveu. “Repudio as acusações, sem provas, a mim atribuídas por parte do atual chefe do executivo do Brasil”, escreveu Bolsonaro, que está nos Estados Unidos da América desde o final do ano passado, não tendo comparecido na passagem de testemunho do poder a Lula da Silva.

  03h24 de hoje - JN
Captura de ecrã 2023-01-09 084644.jpg

  08h00 de hoje - Lusa/Expresso
Pelo menos 300 simpatizantes do ex-Presidente brasileiro Jair Bolsonaro foram presos por invadir e destruir as sedes do Congresso, da Presidência e do Supremo Tribunal Federal, numa alegada tentativa de derrubar o Governo.

 08h10 de hoje - Lusa/Expresso
O ministro da Secretaria de Comunicação Social da Presidência brasileira, Paulo Pimenta, e o deputado Wadih Damous, denunciaram que apoiantes do ex-Presidente Jair Bolsonaro roubaram armas de fogo, guardadas no palácio presidencial em Brasília, aquando da invasão, no domingo, das sedes dos três poderes do país.

  08h15 de hoje - Lusa/Expresso
O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, foi afastado do cargo por 90 dias pelo juiz Alexandre de Moraes do Supremo Tribunal Federal (STF), horas após ataques de 'bolsonaristas' a instituições públicas, em Brasília.

  09h22 de hoje - Expresso
O juiz do Supremo Tribunal Federal, Alexandre de Moraes, ordenou que as empresas de telecomunicações guardem durante 90 dias os registos de geolocalização dos utilizadores que estiveram na Praça dos Três Poderes. Determinação às empresas de telecomunicações, em particular as provedoras de serviço móvel pessoal que guardem pelo prazo de 90 dias os registos de conexão suficientes para a definição ou identificação de geolocalização dos usuários que estão nas imediações da Praça dos Três Poderes e do Quartel-General do Distrito Federal para apuração de responsabilidade nas datas dos eventos criminosos”, refere a decisão.

  10h15 de hoje - Expresso
A agenda do Presidente brasileiro para esta segunda-feira inclui uma reunião com a presidente do Supremo Tribunal Federal, Rosa Weber, pelas 9h (horário de Brasília), seguindo-se um telefonema com o primeiro-ministro português, António Costa, pelas 15h. Lula da Silva também falará ao telefone com o antigo Presidente dos Estados Unidos, Bill Clinton, às 16h30. Uma reunião com governadores decorrerá pelas 18h no Palácio do Planalto, não tendo sido divulgados quais.



Publicado por Tovi às 08:23
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Domingo, 1 de Janeiro de 2023
Tomada de posse de Lula da Silva

Captura de ecrã 2023-01-01 123857.jpg

Esta marcada para hoje a tomada de posse de Lula da Silva como Presidente do Brasil. Por volta das 12h30 (15h30 em Portugal Continental) haverá um cortejo em Brasília, com início na Esplanada dos Ministérios, com desfile de Lula da Silva e do seu vice-presidente, Geraldo Alkimin, até o Palácio do Congresso Nacional, sede da Câmara dos Deputados e do Senado. Será no Palácio do Congresso Nacional onde se concretiza a tomada de posse "prestando o compromisso de manter, defender e cumprir a Constituição, observar as leis, promover o bem geral do povo brasileiro, sustentar a união, a integridade e a independência do Brasil", de acordo com a Constituição brasileira. Lula da Silva discursará ao Congresso Nacional, numa sessão presidida pelo presidente do Congresso Nacional, Rodrigo Pacheco.

 

img_900x508$2022_07_14_17_00_50_1168695.jpg

Jair Bolsonaro (acompanhado por pelo menos oito assessores, que ele mesmo nomeou quarta-feira, e pela mulher, Michelle Bolsonaro) abandonou o Brasil, dois dias antes do final do seu mandato,  rumo aos Estados Unidos, faltando à tomada de posse de Lula da Silva.

 

image.jpg

O mais velho cidadão a tomar posse como Presidente do Brasil começou a trabalhar com 12 anos. Foi moço de recados, engraxador, operário metalúrgico, sindicalista, arquiteto de um partido “de raízes verdadeiramente operárias”, cuja gestação passou pelo belo edifício do Palace Casino de Poços de Caldas, em 1979, como desvenda Fernando Morais na longa biografia de Luiz Inácio Lula da Silva, o homem que a partir do primeiro dia de 2023 será chefe de Estado do Brasil pela terceira vez.

 

  Expresso 31dez2022
Captura de ecrã 2023-01-01 110012.jpg 
(Na imagem Luiz Inácio Lula da Silva é levado em ombros por colegas metalúrgicos, após uma manifestação sindical em São Bernardo do Campo, São Paulo, a 22 de março de 1979)
  A expressão "Hora da onça beber água" é uma expressão popular brasileira que significa: Uma situação ou momento difícil, tenso, que exige uma solução imediata.

 

  Sessão Solene de Posse Presidencial de Lula da Silva
Captura de ecrã 2023-01-01 180557.jpg

 


vira lata.jpg
Lula recebeu a faixa presidencial das mãos de uma mulher negra, catadora de papel e materiais recicláveis, que fazia parte de uma comitiva simbólica, que aguardava o novo presidente. Nesse pequeno grupo de pessoas, que representava o povo brasileiro, estavam o cacique indígena Raoni, um metalúrgico, uma cozinheira, um professor, uma criança negra e um influenciador digital com paralisia cerebral. Também subiu a rampa a cadela vira-lata Resistência, adotada pela mulher do presidente, Janja da Silva, durante os tempos de vigília, quando Lula esteve preso na sede da Polícia Federal, em Curitiba.
  Renato Ferreira
David Ribeiro, é realmente uma imagem sem precedentes. Apesar da minha dupla nacionalidade, posso dizer com orgulho: - o Brasil é líder mundial em marketing político. Apenas durante a WWII víamos cenas destas. O Lula é de longe o maior político de todos os tempos no Brasil e talvez do mundo. Alea jacta est



Publicado por Tovi às 08:23
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Terça-feira, 1 de Novembro de 2022
Lula eleito Presidente do Brasil

313407346_10222259448983013_4489010182294824951_n. 
Bolsonaro não conseguiu marcar golo 

 

  Resultado Eleitoral
Lula da Silva / PT - 50,9% - 60.345.999 votos
Jair Bolsonaro / PL - 49,1% - 58.206.354 votos
Inválidos/Nulos - 5.700.443 votos

 

  A "realpolitik" é isto, quer queiramos ou não
Marcelo Rebelo de Sousa já falou ao telefone com Lula da Silva, depois de, na noite de domingo, ter felicitado o recém-eleito presidente do Brasil;
Também António Costa já deu os parabéns  ao novo presidente, através de uma mensagem publicada na sua rede social Twitter;
Foram ainda vários os líderes dos países que felicitaram Lula da Silva pela sua eleição: Desde a Austrália e a Nova Zelândia, até à Índia, à África do Sul e ao Reino Unido;
De acordo com a presidência russa, também o Presidente Vladimir Putin enviou as suas "sinceras felicitações";
A presidente da Comissão Europeia, Ursula Von Der Leyen, e o presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, não ficaram de fora desta onda de parabenizações.

 

  Como votaram os nossos "irmãos" brasileiros
Captura de ecrã 2022-10-31 181253.jpg

 

  Há "democratas" esquisitos no Brasil
Captura de ecrã 2022-10-31 175609.jpg

Nuno Matos PereiraO que aconteceu quando deram a escolher ao povo entre Barrabás e Jesus? Escolheram o ladrão!
Zé Carlos - A questão do Brasil é muito complexa e não pode ser corretamente avaliada por malta que não perdeu uns anos a estudar e a viver no país. A disputa Lula/Bolsonaro é a encenação do "estamento" que domina o país desde que Dom João VI deixou o Rio de Janeiro ficando lá a maior parte da elite de Portugal que viajou com o Rei fugindo das tropas napoleónicas. Sugiro começar pela obra fundamental de Rodrigo Faoro ; " Os donos do poder "... O estamento colocou lá Lula agora pela via democrática, mas se for preciso tira, como iria tirar Bolsonaro se este ganhasse e como tirou no passado Dilma, Collor de Mello, João Goulart, Café Filho, etc.

  Mais de 130 estradas bloqueadas por apoiantes de Bolsonaro
Captura de ecrã 2022-11-01 093143.jpgAssim de repente parece estranho como é que a nona economia mundial e a primeira da América Latina (classificação do Fundo Monetário Internacional) se comporta desta forma nos dias seguintes a uma eleição presidencial que toda a gente considerou “livre e justa”... mas a verdade é que nos Estados Unidos partidários do então presidente Donald Trump invadiram o Capitólio como protesto do resultado da eleição presidencial de 2020. Coincidência ou mimetismo? 

 

  
312801438_188337123683845_3287649873513884085_n.jp

 

  O que está a acontecer no Brasil - 1nov2022
11h36 - A manifestação contra a vitória do presidente eleito Lula da Silva (PT) fechou a estrada que dá acesso ao Aeroporto Internacional de Guarulhos, na Grande São Paulo, e fez 25 voos serem cancelados até a manhã desta terça-feira. A informação do cancelamento dos voos é da assessoria de imprensa do terminal, segundo a CNN Brasil.
12h59 - O ministro da Justiça, Anderson Torres, anunciou esta terça-feira que a Polícia Rodoviária Federal eliminou 192 pontos de bloqueio de estradas que estavam a servir de palco para protestos de apoiantes de Bolsonaro, diz a CNN Brasil.
14h23 - O governador do estado brasileiro de São Paulo, Rodrigo Garcia, anunciou esta terça-feira que vai usar "toda a força necessária" contra camionistas que apoiam o Presidente, Jair Bolsonaro, e bloqueiam estradas em protesto contra a sua derrota nas eleições presidenciais.
14h38 - De acordo com o jornalista brasileiro Paulo Markun (falando para a CNN Portugal) é difícil perceber em que pensa Bolsonaro, mas admite que “quanto mais tempo passa nesse silêncio, mais difícil será de reverter esse cenário”, afastando a ideia de um “golpe”, visto que “não tem o apoio da comunidade internacional, nem das instituições do Brasil”. No que diz respeito ao aumento da tensão nas ruas do Brasil, lembra “que estão a ocorrer nos estados onde Bolsonaro ganhou” e afirma ter esperança que a situação diminua. 
14h47 - Os protestos dos apoiantes do ainda presidente em funções têm marcado as primeiras horas após as eleições, mas por se tratar de um protesto político, o Supremo Tribunal Federal teve de atuar, colocando no terreno a polícia militar e com ordem de uso força se assim entender que é necessário. Além disso, o Supremo Tribunal Federal considera que a Polícia Rodoviária Federal (PRF) tem sido complacente com os protestos. Este organismo é liderada por um apoiante de Jair Bolsonaro, que é agora alvo de uma multa diária se não atuar.
15h10 - O ainda presidente do Brasil vai encontrar-se, ainda esta terça-feira, com os juízes do Supremo Tribunal e não irá contestar os resultados eleitorais, garantiu o ministro das Comunicações à Reuters. Mais tarde, Bolsonaro fará uma comunicação, adiantou Fábio Faria.
16h40 - Fontes do Palácio do Planalto confirmaram que receberam a decisão dos juízes do Supremo Tribunal Federal (STF), de que só aceitarão o convite para reunir-se com Jair Bolsonaro, depois de o presidente reconhecer publicamente o resultado do segundo ato eleitoral.


Eduardo Miranda
Meu caro, não se aborreça! O Porto e Portugal teem mais problemas com se preocupar!
David RibeiroOs nossos problemas, caríssimo Eduardo Miranda, comparados com os dos nossos "irmãos" brasileiros "it's peanuts", como agora se diz.
Eduardo MirandaDavid Ribeiro Compreendo e respeito a sua opinião. Mas um pais que tem uma população a rondar os 180 milhões e que tem 120 milhões de eleitores e que chega ao momento das eleiç~oes e só tem para apresentar "isto " não merece de mim qualquer comiseração. O que se passa no nosso país aos dias de hoje, isso sim, preocupa-me! A taxa de pobreza; a quantidade de sem abrigo; os deficets do SNS; os bancos e os corruptos; a inação da Justiça; os circuitos migratórios sem controlo; os numeros absurdos de violência domestica; a quantidade bafienta de crianças institucionalizadas causam-me um sofrimento tal que me estou borrifando para o internacionlismo!
David RibeiroTudo isso é verdade, Eduardo Miranda... e, como diz o povo, com o mal dos outros podemos nós bem.
Renato Ferreira
Eduardo Miranda depende: estamos prontos para a nova leva de brasileiros que vêm por aí?

 

  Comunicação de Jair Bolsonaro
Captura de ecrã 2022-11-01 193944.jpg
O ainda presidente do Brasil, na sua comunicação pública de hoje, pouco mais disse do que isto: "Quero agradecer aos 58 milhões de brasileiros que votaram a mim"; "É uma honra ser o líder de milhões de brasileiros"; "Sempre fui rotulado como antidemocrático, mas ao contrário dos meus acusadores sempre joguei dentro das quatro linhas da constituição".




Terça-feira, 18 de Outubro de 2022
Frente a frente Lula da Silva e Jair Bolsonaro

Captura de ecrã 2022-10-17 210545.jpg

Do que vi na madrugada de ontem (e não vi tudo) deu para perceber a “dificuldade” que terão os brasileiros que na primeira volta não votaram nem Lula nem Bolsonaro. Quem votou nestes dois dificilmente alterará o seu voto, mas a coisa não me parece fácil para quem tem que decidir na escolha de um presidente para o Brasil. E não há dúvida que, como já alguém disse, “a degradação da democracia, quer Lula vença ou não, veio para ficar”.

 

  Mas vejamos o que mais me ficou na memória deste debate:
“Mentiroso é você. Você mente todo dia”, acusou Lula. “Lula, não continue mentindo, pega mal para sua idade”, contrapôs Bolsonaro.
“Quero um país livre, em que seja respeitada liberdade de expressão, que possa trabalhar e ter certeza que seu filho não vai ser ensinado a ideologia de género. Não quero que as crianças frequentem o mesmo banheiro, não queremos a liberalização das drogas. Somos cristãos. Não ao aborto, não ao MST [Movimento dos Sem Terra] invadindo terra. Pelo direito de legítima defesa. Esse é o país que nós queremos”, disse Bolsonaro.
“Quem defende a democracia e a liberdade sou eu, muito mais do que ele [Bolsonaro], que é um pequeno ditadorzinho que quer ocupar a Suprema Corte”, atacou Lula. “O Brasil tem 3% da população mundial e teve 11% das mortes da pandemia no mundo”, atirou o antigo presidente. “A verdade é que o senhor debochou, o senhor gozou das pessoas e deixou as pessoas morrerem afogadas por falta de oxigênio em Manaus. Apareceu na TV imitando pessoas sem ar”, disse Lula sobre a Covid-19.
“A grande verdade: o senhor não fez nada pelo Brasil, a não ser transpor dinheiro público para o seu bolso e o dos seus amigos”, atirou Bolsonaro, ainda com a corrupção e a ida de Lula para a cadeia como mote da argumentação.
Lula chamou mesmo Bolsonaro de “Rei das Fake News e Rei da Estupidez”, sobretudo pelas suas declarações e decisões polémicas nestes mais de dois anos de pandemia.

 


Rui Lima
Cada um no seu estilo não me dizem rigorosamente nada. Era incapaz de votar num ou noutro.
Luis BarataE então, David? Quer o Brasil subjugado ao socialismo ditatorial corrupto?
David RibeiroLuis Barata, ao Brasil só desejo um futuro melhor, coisa que não me parece fácil de acontecer nos tempos próximos.
Luis BarataDavid Ribeiro já está a acontecer há algum tempo. Desde que lula foi deposto. É abrir os olhos e querer ver, sem empenhar. Oxalá não regressem esses tempos de trevas
David RibeiroLuis Barata, "tempos de trevas"... mas olhe que está mais para isso do que para outra coisa, seja lá quem ganhe.



Publicado por Tovi às 08:01
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos (1)

Domingo, 2 de Outubro de 2022
Hoje foi um domingo do caraças... ora vejam

domingo d.jpg

No Brasil tudo leva a crer que Bolsonaro vai à vida... e à falta de melhor é capaz de vencer as presidenciais o LULA DA SILVA.

De manhã estive em Barcelos, na companhia de bons amigos, na Quinta de Santa Comba, onde se realizou a 26.ª Exposição Canina Monográfica do ROTTWEILER.

Mas acabou mal o dia... o BOAVISTA foi a Famalicão e sofreu quatro secos em jogo da 8.ª jornada da I Liga de Futebol Nacional.

 

  As eleições no Brasil
Com 48,36%, Lula ganhou, mas não evitou a segunda volta. Com 43,26%, Bolsonaro ficou em segundo, mas derrotou as sondagens e mostrou-se com novo fôlego para o tira-teimas, marcado para dia 30. Pode ser decisiva a terceira classificada, a senadora Simone Tebet (MDB), que chegou aos 4,2%, com quase 5 milhões de votos. A surpresa pela negativa foi o quarto lugar de Ciro Gomes (PDT), que se ficou pelos 3%, bem longe dos 12,5% de 2018.
  Jose Antonio M Macedo
Mesmo assim se juntarmos à votação de Lula os votos de Ciro Gomes a maioria na segunda volta é possível.

 

  Os melhores (Best in Show) da Monográfica do Rottweiler
Captura de ecrã 2022-10-03 160153.jpg


   Outros resultados da 8.ª jornada da Liga de Futebol
Sporting 3 - 1 Gil Vicente
Porto 4 - 1 Braga

Vitória de Guimarães 0 - 0 Benfica




Segunda-feira, 29 de Agosto de 2022
Assim vai a campanha eleitoral no Brasil

301290689_5329290173821315_5393072440752852337_n.j
Lula da Silva - 48,5%  /  Jair Bolsonaro - 38,5%

 

  Corrupção, fome e covid marcam debate no Brasil
Viram o debate de ontem à noite?... Os brasileiros estão entregues aos bichos.
Captura de ecrã 2022-08-29 110905.jpg
Lula da Silva (PT), Jair Bolsonaro (PL) e mais quatro candidatos à presidência do Brasil falaram de fome e corrupção, de combate à covid e de respeito às mulheres, no primeiro - e talvez único - dos debates eleitorais para o sufrágio marcado para os dias 2 e, caso necessário, 30 de outubro. Bolsonaro referiu-se a Lula como "ex-presidiário", Lula defendeu que só foi preso "para que Bolsonaro pudesse ser eleito", dando o tom a uma campanha que se adivinha mais polarizada e turbulenta do que qualquer outra na história democrática brasileira.


Jorge VeigaDavid Ribeiro eu votaria no Ciro.
David RibeiroEu também, Jorge Veiga... embora as hipóteses sejam diminutas.
Jorge VeigaDavid Ribeiro mas parece ser o mais sensato...



Publicado por Tovi às 10:46
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sexta-feira, 19 de Agosto de 2022
Intenções de voto para as Presidenciais brasileiras

Captura de ecrã 2022-08-19 092702.jpg

A sondagem mostra uma ligeira subida nas intenções de voto do atual chefe de Estado brasileiro que viu a vantagem de Lula da Silva, seu principal adversário, cair de 18 pontos em julho para 15 pontos em agosto. No mês anterior, Bolsonaro tinha 29% das intenções de voto e Lula os mesmos 47%. Em terceiro lugar está o ex-governador Ciro Gomes com 7% das intenções de voto, seguido da senadora Simone Tebet com 2%.

 

  Sondagem de IPEC (Inteligência em Pesquisa e Consultoria) tornada pública em 15ago2022 
brasil sondagem .jpg



Publicado por Tovi às 09:27
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sábado, 7 de Abril de 2018
Lula da Silva foi preso

Diz o New York Times... interessante ler.

Ex-President ‘Lula’ of Brazil Surrenders to Serve 12-Year Jail Term

(By Shasta Darlington reported from São Paulo, Ernesto Londoño from Rio de Janeiro, and Manuela Andreoni from Curitiba, Brazil)

merlin_136519266_7a03e520-a1eb-48d6-9d31-b16182a9fCURITIBA, Brazil — After vowing for months that a conviction on corruption charges would not stand in the way of his bid for a third term as Brazil’s leader, former President Luiz Inácio Lula da Silva surrendered to the police on Saturday evening to begin serving a 12-year sentence.
His imprisonment was an ignominious turn in the remarkable political career of Mr. da Silva, the son of illiterate farmworkers who faced down Brazil’s military dictators as a union leader and helped build a transformational leftist party that governed Brazil for more than 13 years.
His detention was also a momentous development in the coming election in Brazil, upending the race to replace President Michel Temer in October.
Having carved out a sustained and ample lead in the polls, Mr. da Silva promised his followers that the Workers’ Party could once again wrest control of Brazil’s destiny, and prioritize policies to narrow the country’s steep inequality.
Succeeding would have been a stunning comeback after the 2016 impeachment of Mr. da Silva’s handpicked successor, Dilma Rousseff. She was replaced by Mr. Temer, a deeply unpopular center-right politician who also stands accused of corruption.
Mr. da Silva is the first former Brazilian president to be remanded into custody since democracy was restored in the mid-1980s and the first former president to have been convicted of corruption.
His imprisonment represents perhaps the biggest triumph in the yearslong effort by a team of crusading judges and prosecutors to upend the endemic graft that has long been a staple of politics and deal making in Brazil.
Before surrendering to federal police authorities, Mr. da Silva, 72, accused prosecutors and judges of knowingly pursuing a baseless case against him.
“I do not forgive them for creating the impression that I am a thief,” an indignant Mr. da Silva, sounding hoarse, told a throng of gathered outside a metalworkers union headquarters outside of São Paulo. For hours on Saturday, in a tense standoff, his ardent supporters had physically blocked his surrender, before finally allowing him to leave.
The prosecution, Mr. da Silva charged, was an effort to thwart his vision of a country in which ever more poor people could enroll in universities, go on vacation and buy cars and homes.
“If that was the crime I committed, I want to say that I will continue being a criminal because we’re going to accomplish much more,” Mr. da Silva shouted to a crowd that had spent much of the morning chanting that he should not surrender.
During his last hours of freedom, Mr. da Silva appeared to acknowledge that his political career is over — at least for now.
“You will have to transform yourselves,” he told supporters. “They must know that the death of a combatant doesn’t end a revolution.”
Months away from Election Day, Brazil’s political left now finds itself without an obvious standard-bearer.
Mr. da Silva did not anoint a successor to take his place on the ballot, suggesting that Workers’ Party leaders have yet to decide who stands the best chance of filling the void.
But, notably, he did single out for compliments two leftist presidential hopefuls from other parties who were with him on stage, Manuela d’Ávila and Guilherme Boulos.
Other candidates who remain in the race include Jair Bolsonaro, a far-right lawmaker who has campaigned on a promise of resorting to harsh tactics to restore security in areas plagued by violence; and a former environmental minister, Marina Silva, who supports the judiciary’s crackdown on corruption and an overhaul of the political system.
But by ending the presidential candidacy of a leader who remains beloved across much of the country, the move by judicial authorities may have called into question the fairness of the October election.
Daniel Aarão Reis, a professor of contemporary history at Federal Fluminense University, said that while Mr. da Silva’s prosecution was procedurally sound, it is likely to further shake Brazilians’ faith in democracy, particularly if political rivals who also stand accused of wrongdoing, manage to escape accountability.
“It worries me because, whether or not the people who provoked this situation meant it, it’s a blow to democracy,” he said. “Democracy is living a moment of very little prestige.”
“No citizen is above the law, and no one, regardless of how important a leader he may have been, or what position he once held, is entitled to make a mockery of justice,” Brazil’s National Association of Prosecutors said in a statement issued Saturday night. “Institutions are the pillars of democracy.”
Mr. Bolsonaro’s reaction to the arrest was minimalist: He tweeted an image of the Brazilian flag.
Mr. da Silva left power in 2011 with extraordinarily high approval ratings at home and a reputation as an effective diplomatic mediator abroad.
Washington initially viewed his rise with apprehension, but his rock star status appeared at its peak when President Obama, during a meeting of heads of state in London in 2009, called Mr. da Silva “the most popular politician on Earth.”
Brazil appeared to be on a breathtaking rise when Mr. da Silva left office in 2011, poised to cash in on new, enormous oil reserves, and revel in the spotlight that the 2014 World Cup and the 2016 Olympic Games in Rio de Janeiro would cast on the country of almost 210 million people.
But his party’s legacy was marred in 2014, when prosecutors began unraveling a giant, convoluted kickback scheme as part of an investigation that became known as Lava Jato, or Car Wash, that has so far resulted in the conviction of 120 people and billions of dollars in restitution payments.
The investigation crippled the state-run oil company, Petrobras, and the giant construction firm, Odebrecht, and contributed to a devastating recession that paved the way for Ms. Rousseff’s impeachment, which deeply polarized Brazilians.
The charges Mr. da Silva were convicted of were a small chapter in the annals of Lava Jato. He was found guilty last July of accepting a seaside apartment in return for contracts awarded to the construction company O.A.S.
After a three-judge panel upheld the conviction in January, Mr. da Silva asked the country’s two top courts to allow him to remain free while other appeals were considered, but his petitions were rejected.
Mr. da Silva is slated to start serving the sentence in a specially configured cell at the federal police headquarters in the southern city of Curitiba, a building he was on hand to inaugurate as president in 2007.
Mr. da Silva’s legal team said Saturday night that he would continue to appeal his conviction before Brazil’s top courts. He is a defendant in at least seven other cases.
Mr. da Silva will be detained in a small bedroom with a simple, wooden bed, a small table and two windows on the fourth floor of the building.
As news of his arrest broke shortly before 7 p.m., some Brazilians who opposed his re-election celebrated across the country by setting off fireworks and honking horns.
“Decent Brazilians are celebrating this historic moment. Justice has been served,” João Doria, a former mayor of São Paulo, who is believed to have presidential aspirations, said in a statement.
Supporters saw his imprisonment as a tragic end of an era that had brought enormous hope and pride to Brazil.
“Brazil went from having the pop star of international politics to having a supporting actor for a vampire film,” the former foreign minister Celso Amorim said, referring to a parody of Mr. Temer by a samba school during the recent Carnival parade in Rio de Janeiro. “We get really sad.”
Opposing groups of protesters awaited Mr. da Silva’s arrival outside the building where he will be held in Curitiba.
A few hundred supporters wearing the Workers’ Party trademark red chanted to the beat of drums “Free Lula,” and sang a jingle from his first presidential campaign in 1989.
A smaller group of critics of the former president, meanwhile, beat pots and pans as they chanted: “Lula, you thief, your place is in prison.”



Publicado por Tovi às 23:08
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Quinta-feira, 25 de Janeiro de 2018
Lula da Silva condenado… para já

Lula 25jan2018 aa.jpg

Se o José Sócrates vier a ser condenado também irá haver manifestações destas cá pelo Jardim-à-Beira-Mar-Plantado?



Publicado por Tovi às 14:15
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Quinta-feira, 17 de Março de 2016
Grave crise política no Brasil

Brasil - Dilma e Lula 17Mar2016 a.jpg

Independentemente de Lula da Silva, mais todos os outros “Lulas” que há no Brasil, serem ou não culpados de actos de corrupção, e tudo leva a crer que são, a verdade é que se está a verificar no nosso País-Irmão uma luta de classes com consequências inimagináveis e preocupantes. De um lado temos uma classe média constantemente fustigada por impostos e do outro lado, uma grande maioria de cidadãos altamente dependentes da “caridade” estatal. E além de uma classe poderosa política e financeiramente falando, ainda temos todos aqueles (e são muitos) que vivem fora da lei e que pagam às polícias para continuarem impunemente a viverem fora da lei. Não vão ser fáceis os próximos tempos no Brasil.

 

 17h00 - Notícias do “Folha de S. Paulo”
Brasil 17Mar2016 aa.jpg



Publicado por Tovi às 09:38
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Mais sobre mim
Descrição
Neste meu blog fica registado “para memória futura” tudo aquilo que escrevo por essa WEB fora.
Links
Pesquisar neste blog
 
Março 2024
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


Posts recentes

78.ª sessão da Assembleia...

Valeu a pena?... Claro qu...

Visita de Lula da Silva a...

Estaremos perante um golp...

Tomada de posse de Lula d...

Lula eleito Presidente do...

Frente a frente Lula da S...

Hoje foi um domingo do ca...

Assim vai a campanha elei...

Intenções de voto para as...

Lula da Silva foi preso

Lula da Silva condenado… ...

Grave crise política no B...

Arquivos
Tags

todas as tags

Os meus troféus