"Devido à velocidade da luz ser superior à do som, algumas pessoas parecem inteligentes até as ouvirmos."

Quarta-feira, 5 de Outubro de 2016
100 anos da Estação de São Bento

 Estação de São Bento ac.jpg

Em 5 de Outubro de 1916 foi inaugurada a Estação de Porto São Bento ou Estação Central, com dupla funcionalidade: Estação e monumento de reforço do centro da cidade como elemento dinamizador da Invicta. Projectada pelo arquitecto portuense José Marques da Silva, em 1899, e decorada com azulejos do pintor Jorge Colaço, é uma obra ímpar em património azulejar, uma das mais bonitas estações ferroviárias do mundo (em Agosto de 2011 a revista norte-americana Travel+Leisure elegeu a Estação de São Bento como uma das catorze mais belas de todo o mundo). O primeiro projecto para a construção da estação é apresentado em 1887. A ligação ferroviária entre Campanhã, estação comum às linhas do Norte, Minho e Douro, e o centro da cidade, fez-se em Novembro de 1896, depois de perfurados os fundos da Quinta da China, Monte do Seminário e da Praça da Batalha. Em 1896, a estação não passava de um edifício provisório, um barracão de madeira. Em 1899, o arquitecto portuense José Marques da Silva é encarregado de elaborar o projecto definitivo para a Estação de São Bento. Os trabalhos de construção apenas se iniciaram em 9 de Novembro de 1903.



Publicado por Tovi às 10:59
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sábado, 29 de Setembro de 2012
Arq. Marques da Silva - Liceu Alexandre Herculano

A Associação Portuguesa para a Reabilitação Urbana e Proteção do Património (APRUPP) realizou hoje na Escola Secundária Alexandre Herculano (antigo Liceu Alexandre Herculano) uma tertúlia dedicada ao Arquitecto Marques da Silva, autor do projecto deste estabelecimento de ensino da cidade do Porto considerado Monumento de Interesse Público e cujo estado de conservação é crítico.

Neste evento, integrado nas Jornadas Europeias Património 2012, foram oradores: Professor António Cardoso da Faculdade de Letras da Universidade do Porto, Arquitecto Rui Ramos da Fundação do Instituto Marques da Silva e Arquitecto Alexandre Alves Costa do “Atelier 15”.

Alguns apontamentos do que por lá se disse:

Prof. António Cardoso – Falou-nos da importância de Marques da Silva no património material e imaterial da arquitectura do Porto nos finais do século XIX e princípios do século XX. Marques da Silva era filho de um marmorista e daí a importância que dava ao cinzel, como se pode constatar em toda a sua obra. Quando Marques da Silva vem de Paris trás debaixo do braço o projecto de uma estação central de caminhos-de-ferro para ser construída no centro da cidade, o que para a época era uma inovação em termos urbanísticos portugueses, e assim nasceu a Estação de São Bento. Também foi da École Nationale et Spéciale des Beaux-Arts que trouxe a ideia da construção de edifícios escolares de certa envergadura, como é o caso do Liceu Alexandre Herculano.

Arq. Rui Ramos – O facto de Marques da Silva ter decidido ir estudar arquitectura para Paris foi importante para o seu futuro, não só como artista mas também como técnico de construção. A filosofia de Marques da Silva ao regressar ao Porto foi de transformar a cidade, começando por demolir um convento e construir nesse lugar uma estação de comboios. Marques da Silva achava um absurdo que uma cidade fosse unicamente um conjunto de monumentos. Para ele era mais importante uma visão cosmopolita para as grandes cidades. Foi o arquitecto mais racionalista da cidade do Porto no século XX. Quem quiser conhecer o espólio da Marques da Silva pode visitar a Fundação, na Praça Marquês de Pombal, nº30-44, na cidade do Porto.

Arq. Alexandre Alves Costa – Ainda não se sabe o que vai acontecer à necessidade urgente de recuperação do edifício do Liceu Alexandre Herculano, projectado por Marques da Silva. O edifício está arruinado, tendo em conta que é Monumento de Interesse Público. O Liceu Alexandre Herculano foi construído de 1914 a 1931, seguindo a topologia dos liceus franceses da época: Salas de aula espaçosas, corredores largos, pátios de recreio abertos e cobertos, laboratórios, anfiteatro, biblioteca, capela, equipamentos desportivos incluindo piscina e pavilhão polidesportivo, áreas administrativas e residência do Reitor.


«António Henrique Teixeira» in Facebook >> Tive aqui dois momentos fantásticos. Primeiro, como aluno e mais tarde como professor. Que saudades.



Publicado por Tovi às 19:23
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sexta-feira, 28 de Setembro de 2012
Jornadas Europeias Património 2012

 Arq. Marques da Silva

Já estou inscrito para a Tertúlia e Visita guiada que terão lugar na Escola Secundária Alexandre Herculano (antigo Liceu Alexandre Herculano - Porto), amanhã, sábado, entre as 14h30 e as 18h00. Foi neste estabelecimento de ensino classificado como Monumento de Interesse Público, um dos mais notáveis exemplares de arquitectura escolar nacional, que eu fiz os meus estudos liceais, já lá vai quase meio século.


«Ricardo Castro Ribeiro» in Facebook >> Pena que não posso estar presente....fazia-me bem recordar bons tempos vividos nesse lindo Liceu. Bons tempos...

«Joe Medicis» in Facebook >> Está a cair, esse magnifico edifício :(

«António Henrique Teixeira» in Facebook >>  Se eu pudesse, também lá estava. E para tornar a coisa mais real, até ia de comboio e depois subia Pinto Bessa e á volta descia pelo Heroismo. Até talvez encontrasse já perto de Campanhã o Toninho do peixe.



Publicado por Tovi às 07:28
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Mais sobre mim
Descrição
Neste meu blog fica registado “para memória futura” tudo aquilo que escrevo por essa WEB fora.
Links
Pesquisar neste blog
 
Agosto 2021
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


Posts recentes

100 anos da Estação de Sã...

Arq. Marques da Silva - L...

Jornadas Europeias Patrim...

Arquivos
Tags

todas as tags

Os meus troféus