"Devido à velocidade da luz ser superior à do som, algumas pessoas parecem inteligentes até as ouvirmos."

Terça-feira, 27 de Dezembro de 2016
O meu primo Nuno

Nuno Gomes dos Santos Dez2016 aa.png

Teve lugar no passado dia 17 de Dezembro, no Teatro Municipal Joaquim Benite, em Almada, um espectáculo de homenagem ao poeta e escritor Nuno Gomes dos Santos. No início desta homenagem o Presidente da Câmara de Almada, Joaquim Estêvão Miguel Judas, atribuiu ao homenageado a Medalha de Prata da Edilidade a que preside. A apresentação deste espectáculo - Nuno Gomes dos Santos - 50 anos de Cantigas, 25 anos de Livros - esteve a cargo de Cândido Mota, Helena Isabel e de Alberto Albuquerque. Os amigos de longa data fizeram questão de estarem presentes no palco e na plateia deste magnífico teatro almadense. Queremos destacar os artistas que passaram pelos Festivais da Canção que se quiseram associar a esta homenagem e saudar Nuno Gomes dos Santos, com a sua presença: Carlos Alberto Moniz, Carlos Mendes, Helena Isabel, Intróito, João Balula Cid, Manuel Branco, Paulo Brissos e Samuel. Para além destes nomes, também, estiveram em palco Alberto Albuquerque, Alexandre Ribeiro, Cândido Mota, ComSenso, Filipa Pais, Francisco Fanhais, Francisco Naia, Leonor Carrilho (neta do homenageado), Manuel Freire (não pôde cantar devido a não estar bem da garganta), Renato Silva, Silvestre Fonseca, Tabus, Urbano Oliveira e Vítor Paixão, entre outros. Por motivos de força maior não puderam estar presentes fisicamente, mas enviarem os seus testemunhos: Eládio Clímaco que lembrou as muitas vezes que nos Festivais da Canção leu o nome de Nuno Gomes dos Santos referindo que era sempre uma garantia de qualidade. Nuno Nazareth Fernandes através da sua mensagem lembrou as lutas que travaram juntos e com quem trabalhou. A atriz Luísa Ortigoso justificou a sua ausência por estar em gravações numa novela, mas fez chegar ao palco do Teatro Municipal Joaquim Benite uma mensagem muito calorosa para o homenageado Nuno Gomes dos Santos. Queremos destacar o reaparecimento, propositadamente para esta iniciativa, dos Intróito. Ana Pires, Isabel Pires, Luís Pedro Faro e Nuno Gomes dos Santos brindaram-nos com uma actuação deste quarteto de sucesso nos anos 70 antes e pós 25 de Abril de 1974. A única canção que esteve presente nesta homenagem, das muitas que Nuno Gomes dos Santos fez para os Festivais da Canção da RTP, foi o tema No dia seguinte levada ao palco do Teatro S. Luiz, no Festival da Canção de 1993 e ao palco do Teatro Joaquim Benite em 17 de Dezembro de 2016 por Paulo Brissos. A música desta canção pertence a Jan van Dijck.



Publicado por Tovi às 08:22
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Mais sobre mim
Descrição
Neste meu blog fica registado “para memória futura” tudo aquilo que escrevo por essa WEB fora.
Links
Pesquisar neste blog
 
Junho 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9


26
27
28
29

30


Posts recentes

O meu primo Nuno

Arquivos
Tags

todas as tags

Os meus troféus