"Devido à velocidade da luz ser superior à do som, algumas pessoas parecem inteligentes até as ouvirmos."

Terça-feira, 20 de Outubro de 2020
Programa Alimentar Mundial (PAM)

fome.jpg

Numa altura crítica em que todos andamos preocupados com a pandemia que nos atormenta, é compreensível que não seja grande tema de conversa o Prémio Nobel concedido ao Programa Alimentar Mundial (PAM), mas tudo anda ligado e temos que colocar a FOME no centro da agenda mundial. Esta organização agora laureada com o Prémio Nobel é a maior agência humanitária das Nações Unidas e fornece assistência a cerca de 100 milhões de pessoas, incluindo 58 milhões de crianças, em 88 países. De acordo com estimativas do próprio PAM, o número de pessoas em situação de insegurança alimentar aguda deve aumentar em 80% no ano de 2021, especialmente por deterioração das condições criadas pela COVID-19.



Publicado por Tovi às 10:00
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sexta-feira, 3 de Janeiro de 2020
Em Bagdad não está quente… está a escaldar

9551570.jpg

O líder supremo do Irão, Ali Khamenei, disse aos "criminosos" que assassinaram o major-general Qassem Soleimani (comandante da unidade Força Quds, do Corpo de Guardiões da Revolução islâmica), que uma dura vingança os espera.

 


A Rússia, França e China alertaram, esta sexta-feira, para as consequências do assassínio em Bagdad do general iraniano Qassem Soleimani, num ataque norte-americano considerado pelos russos como "perigoso" e que pode levar ao "aumento das tensões na região".


"Iran never won a war, but never lost a negotiation!" — Donald J. Trump (@realDonaldTrump) January 3, 2020


O secretário-geral da ONU, António Guterres, avisou esta sexta-feira que "o mundo não pode permitir outra guerra no Golfo", numa referência ao ataque aéreo realizado pelos Estados Unidos em Bagdad, que matou o general iraniano Qassem SolRepresentante do Hezbollah anunciou que a resposta ao assassinato do major-general Qassem Soleiman será coordenada com os demais "grupos de resistência" apoiados pelo Irã, reportou o canal Al Mayadeen.eimani.


O ataque que vitimou o general iraniano Soleiman ocorreu três dias depois de um assalto inédito à embaixada norte-americana que durou dois dias e apenas terminou quando Trump anunciou o envio de mais 750 soldados para o Médio Oriente.


"A vingança do sangue do mártir Soleimani ocorrerá no dia em que virmos que, com a continuidade da luta, será cortada para sempre a mão maligna dos EUA na região”, afirmou Hassan Rohani, segundo um comunicado da Presidência iraniana.


Representante do Hezbollah anunciou que a resposta ao assassinato do major-general Qassem Soleiman será coordenada com os demais "grupos de resistência" apoiados pelo Irão.



Publicado por Tovi às 09:58
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Terça-feira, 29 de Agosto de 2017
Coreia do Norte lança míssil que sobrevoa o Japão

 29ago2017---pedestres-passam-diante-de-tela-com-ma

O “reizinho” de Pyongyang anda a esticar-se… e como a cama é curta ainda corre o risco de nem os russos nem os chineses lhe apararem as brincadeiras.

 

Nos últimos meses a Coreia do Norte levou a cabo uma série de lançamentos de mísseis e testes nucleares, violando as resoluções do Conselho de Segurança da ONU, tendo agora lançado um míssil que sobrevoou o Japão antes de cair no oceano Pacífico, a leste da ilha japonesa de Hokkaido. Segundo militares japoneses, trata-se provavelmente de um míssil balístico Hwasong-12.



Publicado por Tovi às 17:59
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Quinta-feira, 6 de Outubro de 2016
Guterres é Secretário-Geral da ONU

Guterres ONU.jpg

António Guterres vai ser o novo secretário-geral da ONU. Candidato português foi aprovado por aclamação, após ter contado com 13 votos a favor dos membros do Conselho de Segurança das Nações Unidas.

  Biografia

António Manuel de Oliveira Guterres nasceu em Lisboa na freguesia de Santos-o-Velho em 30 de Abril de 1949.
Ainda jovem demonstrou deter as capacidades de dedicação ao estudo que lhe valeriam um Prémio Nacional dos Liceus, em 1965. Concluídos os estudos secundários no Liceu Camões, ingressou em seguida no curso de Engenharia Electrotécnica, no Instituto Superior Técnico. Licenciou-se em 1971 e iniciou no mesmo ano uma efémera carreira académica, como assistente do Técnico, leccionando a disciplina de Teoria de Sistemas e Sinais de Telecomunicações. Durante a universidade, Guterres não se envolveu na oposição estudantil ao regime de Salazar, dedicando-se antes à acção social promovida pela Juventude Universitária Católica. Integrou também o Grupo da Luz, onde participavam, entre outros, Marcelo Rebelo de Sousa, Carlos Santos Ferreira e o padre Vítor Melícias. Este último celebrará o seu casamento com Luísa Melo, em 1972.
Pela mão de António Reis, aderiu ao Partido Socialista no ano da sua fundação, em 1973. Logo após o 25 de Abril de 1974, Guterres é nomeado chefe de gabinete de José Torres Campos, que exerceu o cargo de Secretário de Estado da Indústria e Energia dos I, II e III Governos Provisórios. Em 1976 estreia-se como deputado à Assembleia da República, onde virá a exercer funções como presidente das comissões parlamentares de Economia e Finanças (1977-1979) e de Administração do Território, Poder Local e Ambiente (1985-1988). Presidiu também à comissão de Demografia, Migrações e Refugiados da Assembleia Parlamentar do Conselho da Europa (1983). Foi igualmente presidente da Assembleia Municipal do Fundão, de 1979 até 1995. Eleito secretário-geral do PS em 1992, venceu as eleições legislativas de 1995 e de 1999, chefiando os XIII e XIV Governos Constitucionais, ambos minoritários e formados exclusivamente pelo PS. Presidiu à Internacional Socialista, entre 1995 e 2000. Na sequência das eleições autárquicas de Dezembro de 2001, em que o PS sofreu uma derrota significativa, Guterres decidiu apresentar a sua demissão. No ato inesperado da demissão declarou demitir-se para evitar que o país caísse num “pântano político”, devido à falta de apoio ao governo que os resultados autárquicos indicavam. Sucederam-lhe Ferro Rodrigues, na liderança do PS, e Durão Barroso, do PSD na chefia do governo. Assumiu desde a sua saída de Primeiro-Ministro, em 2002, até 2005, a função de consultor do Conselho de Administração da Caixa Geral de Depósitos. Em 2005 viria a ser nomeado para o cargo de Alto-Comissário das Nações Unidas para os Refugiados. Manteve-se nesse cargo até 2015. Esteve presente na reunião de 2012 dos Bilderberg na Alemanha nessa mesma qualidade. A 7 de Abril de 2016, tomou posse como Conselheiro de Estado, designado pelo Presidente da República Marcelo Rebelo de Sousa.

 

  Comentários no Facebook

«David Ribeiro» >> O Mário David já disse alguma coisa?... ;-)

«Jorge De Freitas Monteiro» > Está à espera de falar com o Barroso



Publicado por Tovi às 07:43
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Segunda-feira, 1 de Junho de 2015
Dia Mundial da Criança

Em Portugal, e em muitos outros países, o Dia Mundial da Criança é festejado no dia 1 de Junho, embora a ONU reconheça como dia oficial o 20 de Novembro, data em que foi aprovada a Declaração dos Direitos da Criança em 1959.

Declaração dos Direitos da Criança a.jpg

Princípio I - À igualdade, sem distinção de raça, religião ou nacionalidade. A criança desfrutará de todos os direitos enunciados nesta Declaração. Estes direitos serão outorgados a todas as crianças, sem qualquer excepção, distinção ou discriminação por motivos de raça, cor, sexo, idioma, religião, opiniões políticas ou de outra natureza, nacionalidade ou origem social, posição económica, nascimento ou outra condição, seja inerente à própria criança ou à sua família.

Princípio II - Direito a especial proteção para o seu desenvolvimento físico, mental e social. A criança gozará de protecção especial e disporá de oportunidade e serviços a serem estabelecidos em lei e por outros meios, de modo que possa desenvolver-se física, mental, moral, espiritual e socialmente de forma saudável e normal, assim como em condições de liberdade e dignidade

Princípio III - Direito a um nome e a uma nacionalidade. A criança tem direito, desde o seu nascimento, a um nome e a uma nacionalidade.

Princípio IV - Direito a alimentação, moradia e assistência médica adequadas para a criança e a mãe. A criança deve gozar dos benefícios da previdência social. Terá direito a crescer e desenvolver-se em boa saúde; para essa finalidade deverão ser proporcionados, tanto a ela, quanto à sua mãe, cuidados especiais, incluindo-se a alimentação pré e pós-natal. A criança terá direito a desfrutar de alimentação, moradia, lazer e serviços médicos adequados.

Princípio V - Direito a educação e a cuidados especiais para a criança física ou mentalmente deficiente. A criança física ou mentalmente deficiente ou aquela que sofre de algum impedimento social deve receber o tratamento, a educação e os cuidados especiais que requeira o seu caso particular.

Princípio VI - Direito ao amor e à compreensão por parte dos pais e da sociedade. A criança necessita de amor e compreensão, para o desenvolvimento pleno e harmonioso de sua personalidade; sempre que possível, deverá crescer com o amparo e sob a responsabilidade de seus pais, mas, em qualquer caso, em um ambiente de afecto e segurança moral e material; salvo circunstâncias excepcionais, não se deverá separar a criança de tenra idade de sua mãe.

Princípio VII - Direito a educação gratuita e ao lazer infantil. O interesse superior da criança deverá ser o interesse director daqueles que têm a responsabilidade por sua educação e orientação; tal responsabilidade incumbe, em primeira instância, a seus pais. A criança deve desfrutar plenamente de jogos e brincadeiras os quais deverão estar dirigidos para educação; a sociedade e as autoridades públicas se esforçarão para promover o exercício deste direito. A criança tem direito a receber educação escolar, a qual será gratuita e obrigatória, ao menos nas etapas elementares. Dar-se-á à criança uma educação que favoreça sua cultura geral e lhe permita - em condições de igualdade de oportunidades - desenvolver suas aptidões e sua individualidade, seu senso de responsabilidade social e moral. Chegando a ser um membro útil à sociedade.

Princípio VIII - Direito a ser socorrido em primeiro lugar, em caso de catástrofes. A criança deve - em todas as circunstâncias - figurar entre os primeiros a receber protecção e auxílio.

Princípio IX - Direito a ser protegido contra o abandono e a exploração no trabalho. A criança deve ser protegida contra toda forma de abandono, crueldade e exploração. Não será objecto de nenhum tipo de tráfico. Não se deverá permitir que a criança trabalhe antes de uma idade mínima adequada; em caso algum será permitido que a criança dedique-se, ou a ela se imponha, qualquer ocupação ou emprego que possa prejudicar sua saúde ou sua educação, ou impedir seu desenvolvimento físico, mental ou moral.

Princípio X - Direito a crescer dentro de um espírito de solidariedade, compreensão, amizade e justiça entre os povos. A criança deve ser protegida contra as práticas que possam fomentar a discriminação racial, religiosa, ou de qualquer outra índole. Deve ser educada dentro de um espírito de compreensão, tolerância, amizade entre os povos, paz e fraternidade universais e com plena consciência de que deve consagrar suas energias e aptidões ao serviço de seus semelhantes.

 

  Festa na Escolinha da Alice - Creche da Liga dos Combatentes

Dia Mundial da Criança 1Jun2015.jpg


Tags: ,

Publicado por Tovi às 08:51
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Quarta-feira, 5 de Março de 2014
Acabemos com a mentalidade da Guerra Fria

Este ano já vamos comemorar o 25º aniversário da queda do Muro de Berlim, acontecimento histórico considerado o princípio do fim da União Soviética e por isso também o fim da Guerra Fria. Este período histórico (do final da Segunda Guerra Mundial em 1945 até à dissolução da União Soviética em 1991) caracterizou-se por várias disputas estratégicas e conflitos indirectos entre os Estados Unidos da América e a URSS, tendo a República Popular da China mantido nas décadas de 70 e 80 uma “aliança de conveniência” com os EUA contra os comunistas soviéticos. Os acontecimentos que actualmente estamos a viver na Ucrânia e dos quais ainda não sabemos qual será o desfecho, alertam-nos para a necessidade imperiosa da quebra dos grilhões da mentalidade da Guerra Fria e a consolidação de relações internacionais assentes no equilíbrio de regras e regulamentos entre as grandes potências e os países das suas esferas de influência. Pena é que a Organização das Nações Unidas (ONU) tenha há muito perdido as capacidades objectivas para que foi criada em 1945, ou seja, “facilitar a cooperação em matéria de direito internacional, segurança internacional, desenvolvimento económico, progresso social, direitos humanos e a realização da paz mundial”.


«David Ribeiro» no Facebook >> {#emotions_dlg.away} 13h00 - Ao contrário do que ouvi há pouco da boca do jornalista enviado pela RTP a Kiev - José Rodrigues dos Santos - a resolução do “imbróglio” que está a viver-se na Ucrânia tem muito mais a ver com as bases navais russas do Mar Negro e dos pipelines de gás natural que abastecem vários países europeus, do que da vontade e/ou escolha do Povo ucraniano. E quem pensar o contrário está a ser naïf.

«José Camilo» no Facbook >> O José Rodrigues dos Santos em Kiev? Para quê? Lá estão a esbanjar o nosso dinheiro....

David Ribeiro» no Facebook >> Tem razão, amigo José Camilo... Bastava uma pequena visita aos "sites online" dos mais importantes meios de comunicação do "Ocidente" para termos conhecimento do mesmo.

«José Camilo» no Facebook >> Entretanto as instalações do Porto estão ao abandono.

«David Ribeiro» no Facebook >> Pois é, amigo José Camilo... Os "senhores do Terreiro do Paço" nunca irão admitir que no Monte da Virgem há gente capaz de fazer boa TELEVISÃO.

«António Alves» no Facebook >> A narrativa do povo heróico em luta pela liberdade dá jeito. A propósito, o que é o povo ucraniano? Os que falam russo e ucraniano ou os que falam ucraniano e russo?

«David Ribeiro» no Facebook >> A União Europeia, Os EUA e a Rússia de Putin estão-se cagando (desculpe lá a brejeirice, amigo António Alves) para os Ucranianos, sejam eles os que falam russo e ucraniano ou os que falam ucraniano e russo. O importante são as bases navais do Mar Negro e os pipelines do gás natural.

«António Alves» no Facebook >> Sim, no geral. No caso da Rússia há também a história. Kiev é o Kosovo da Rússia ou, na nossa analogia, a sua Guimarães.

«David Ribeiro» no Facebook >> Isso já não conta para nada... nem na Rússia nem em Portugal

«António Alves» no Facebook >> Engano seu. Conta e muito. Há coisas, heranças culturais, afinidades e até ressentimentos que ressurgem séculos depois. A cultura é como a cor dos olhos: herda-se. A merda que vemos no mundo e na economia deve-se muito à proverbial falta de sensibilidade para as "humanidades" das novas elites dirigentes para quem coisas como História, Antropologia, Sociologia e Filosofia "não servem para as empresas e para os negócios".

«David Ribeiro» no Facebook >> ..e onde e quando é que essas coisas - culturais, afinidades e até ressentimentos - aconteceram? O importante é, infelizmente, unicamente isto:

 «António Alves» no Facebook >> Aconteceu recentemente nos Balcãs e no Kosovo.

«Jorge Veiga» no Facebook >> Alguém se esqueceu do que aconteceu no Irão, no Iraque, em Timor, etc, etc. Onde há petróleo, há interesseiros...



Publicado por Tovi às 08:56
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sábado, 18 de Fevereiro de 2012
Navios de guerra iranianos no Mediterrâneo - #4

Países há muito tempo assumidos como potências nucleares são os EUA, a Rússia, o Reino Unido, a França, a República Popular da China, a Índia, o Paquistão e Israel. Depois há aqueles que estão considerados como “em fase de desenvolvimento de armas nucleares” ou mesmo já as possuindo sem o assumirem, como é o caso da Coreia do Norte e do Irão. E antes que países como o Iraque, o Egipto, a Arábia Saudita e a Turquia iniciem uma corrida a armamentos deste tipo, é tempo do Conselho de Segurança das Nações Unidas impor sanções severas aos que estão a desenvolver armas nucleares e criar zonas livres, já que o completo desmantelamento deste tipo de armamento não será facilmente exequível.



Publicado por Tovi às 16:32
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Mais sobre mim
Descrição
Neste meu blog fica registado “para memória futura” tudo aquilo que escrevo por essa WEB fora.
Links
Pesquisar neste blog
 
Outubro 2020
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9


24

25
26
27
28
29
30
31


Posts recentes

Programa Alimentar Mundia...

Em Bagdad não está quente...

Coreia do Norte lança mís...

Guterres é Secretário-Ger...

Dia Mundial da Criança

Acabemos com a mentalidad...

Navios de guerra iraniano...

Arquivos
Tags

todas as tags

Os meus troféus