"Devido à velocidade da luz ser superior à do som, algumas pessoas parecem inteligentes até as ouvirmos."

Terça-feira, 6 de Abril de 2021
Ditaduras e instituições políticas

ditaduras-770x513-1.jpg
(in “O Regresso das Ditaduras” de António Costa Pinto)

   “Diferentes tipos de autoritarismo divergem tanto entre eles como divergem da democracia” – (Barbara Geddes, politóloga americana, uma das principais teóricas de regimes autoritários, atualmente professora titular do Departamento de Ciência Política da Universidade da Califórnia)

   “Nenhum regime autoritário pode sobreviver politicamente sem o apoio de elites modernas, como burocratas, gestores, tecnocratas e militares” – (Amos Perlmutter, professor de ciência política e sociologia na American University)

   “O partido único desempenhou um papel mais modesto no seio dos regimes fascistas do que nos regimes comunistas” – (Zbigniew Brzezinsk, estadista americano de origem polaca, serviu como Conselheiro de Segurança Nacional dos Estados Unidos durante a presidência de Jimmy Carter, entre 1977 e 1981)



Publicado por Tovi às 07:01
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sábado, 20 de Março de 2021
António Oliveira candidato a Gaia

antonio oliveira.jpg

Já lá vão uns anitos… Num evento de morfologia canina – Exposição Canina Internacional do Norte – que se realizou na Exponor, tive uma longa e interessantíssima conversa com António Oliveira sobre algumas raças caninas e eu, que só o conhecia do mundo do futebol, fiquei completamente convencido que estava perante uma pessoa culta, de fino trato e com interesse em saber mais do que o muito que já sabia sobre cães. Por isso vou estar com atenção a esta sua entrada numa candidatura autárquica. Independentemente do partido pelo qual vai concorrer, pode ser uma pedrada no charco, ganhe ou não ganhe a autarquia de Gaia.

 

    Comentários no Facebook
João Pedro Maia - Não seria justo para o Eduardo V. Rodrigues.
David Ribeiro - João Pedro Maia... admitamos que não ganha a Eduardo Vítor Rodrigues, mas poderia ser um elemento muito interessante no executivo, tenha ele votos para ser eleito vereador.
Jorge Veiga - David Ribeiro se for vereador na oposição, bem pode ficar em casa, que ninguém do executivo vai ligar às suas propostas, por muito boas que sejam.
David Ribeiro - Jorge Veiga... mas tem direito a voto. É verdade que neste mandato o PS tem uma larga maioria (9-2) mas a oposição, desde que válida e construtiva, é importante.



Publicado por Tovi às 09:57
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Domingo, 28 de Fevereiro de 2021
E é assim que estamos

dn 1.jpg

Esta sondagem foi realizada pela Aximage para o DN, JN e TSF, com o objetivo de avaliar a opinião dos portugueses sobre temas relacionados com a atualidade política. O trabalho de campo decorreu entre os dias 17 e 20 de fevereiro.

 

E a oposição está assim...
oposição.jpg



Publicado por Tovi às 17:09
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Quarta-feira, 10 de Fevereiro de 2021
Remodelar o Governo... quando e como?

remodelar.jpg
Enquanto não tivermos uma oposição válida e credível, não estou a ver quando e como remodelar.

O meu amigo Raul Almeida dizia, em janeiro deste ano, no seu artigo de opinião no Observador: “A história diz-nos que só com um PSD forte e um CDS simultaneamente forte, se reforma o país. Como ponto de partida, é preciso que cada um saiba primeiro onde está, só depois se poderá pensar em estar à altura da missão.”  E cá para mim o Raul tem carradas de razão.



Publicado por Tovi às 07:36
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Quinta-feira, 28 de Janeiro de 2021
Grande abanão na direção do CDS

cds.jpg
Filipe Lobo D’Ávila, vice-presidente do CDS, apresentou a demissão da comissão executiva do partido, deixando Francisco Rodrigues dos Santos mais isolado na direção. Com Lobo D’Ávila saíram também Raúl Almeida e Isabel Menéres Campos, também da direção do partido.



Publicado por Tovi às 12:04
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Segunda-feira, 4 de Janeiro de 2021
Há coisas que não entendo

Sondagens 02jan2021 cds.jpg

Estou em crer que muitos dos votantes CDS procuraram agora o “conforto” de um partido populista e muito provavelmente pró-fascista… mas isso não impede, na minha forma de ver a Democracia, que os dirigentes dos democratas cristãos, nacionais, distritais e concelhios, tivessem que dar um murro na mesa e afirmassem de uma forma clara os seus princípios programáticos. É que, salvo raríssimas exceções, não vejo ninguém a traçar de forma clara a linha vermelha de separação do CDS para o Chega.

 

   Expresso, 3jan às 18h37
agora.jpg



Publicado por Tovi às 07:24
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Domingo, 13 de Dezembro de 2020
Conselho Nacional do CDS

Anotação 2020-12-13 100741.jpg

Neste Conselho Nacional do CDS o "André Ventura foi o elefante dentro da sala", conforme lhe chamou Cecília Meireles. E de tudo o que li deste Conselho Nacional dos centristas não há dúvida que o caldo está entornado entre a direção do CDS e o seu grupo parlamentar.

   Expresso, 8h30 de 13dez2020

 

   O que se disse sobre as Presidenciais
Anotação 2020-12-13 100607.jpg



Publicado por Tovi às 10:08
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Quarta-feira, 25 de Novembro de 2020
Faz hoje 45 anos...

...que acabou a brincadeira, também conhecida por PREC   
abel.jpg

 

   DN de 25nov1975
Quando esta 2ª edição do DN saiu, já o PREC estava moribundo.
25nov dn.jpg

   Mário Soares em "Um político assume-se"

127211630_10225349808800830_1156344518177731224_n.

“O 25 de Novembro de 1975 foi extremamente importante para Portugal. Foi o virar de uma página, que podia ter sido trágica, e a restituição da Revolução de Abril à sua pureza inicial: a democracia pluralista de tipo ocidental, num Estado de Direito, civilista, respeitador dos Direitos Humanos e com uma dimensão social, marcada pela igualdade de oportunidades.” (Mário Soares em “Um político assume-se” - 2011)



Publicado por Tovi às 10:59
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Terça-feira, 29 de Setembro de 2020
Ursula Von der Leyen está em Portugal

120197864_3650703958275235_4271995254488846287_o.j

Ursula Von der Leyen está de visita oficial a Portugal, para participar no Conselho de Estado. A presidente da Comissão Europeia tem também agendada uma visita ao Instituto Ricardo Jorge e à Fundação Champalimaud, em Lisboa, ao lado do primeiro-ministro António Costa, onde vão apresentar os planos de recuperação de Portugal e o da União Europeia.



Publicado por Tovi às 11:26
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sexta-feira, 18 de Setembro de 2020
Os piores dias na vida política de António Costa

António-Costa_Governo.jpg

   Resumo do artigo de João Pedro Henriques - DN de 17set2020

22mai2003 - Um jovem juiz de instrução, Rui Teixeira, foi ao Parlamento para interrogar, e depois prender preventivamente, um deputado do PS, sob a horrorosa suspeita de pedofilia. António Costa era na altura líder parlamentar do PS.

9jun2004 – Sendo Costa o número dois na lista do PS ao Parlamento Europeu, viu o número um da lista, António Sousa Franco, morrer vítima de ataque cardíaco, depois de uma muitíssimo agitada ação de campanha na lota de Matosinhos, onde o cabeça-de-lista serviu de arma de arremesso numa guerra de fações que estalara no PS-Porto.

17jun2017 - Um incêndio em Pedrógão, alastrou a vários concelhos vizinhos, matou 65 pessoas, a maior parte das quais (47) apanhadas dentro de carros a fugir na Estrada Nacional 236.

16out2017 - Incêndios ciclópicos e caos na Proteção Civil, com 45 pessoas a morrerem vítimas de dezenas de incêndios em 27 concelhos da região centro (sobretudo os distritos de Viseu, Guarda, Castelo Branco, Aveiro e Leiria).

17set2020 - Mais uma vez ignorando conselhos de quem o rodeia, António Costa insistiu em manter-se na comissão de honra da recandidatura de Filipe Vieira à direção do Benfica, só que este decidiu "demitir" o PM da comissão de honra. A notícia soube-se perto das 14h00.



Publicado por Tovi às 10:46
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Segunda-feira, 7 de Setembro de 2020
Batota!... disse o Professor Carlos Fiolhais

carlos_fiolhais-e1599403487450.jpg

   Carlos Fiolhais in “Público”, 3 de setembro de 2020

Democracia em queda

Uma alteração legislativa que acaba de ser publicada pela calada, com a complacência do Presidente da República, após o PS ter apoiado uma proposta do PSD na Assembleia da República, veio limitar a participação dos movimentos independentes nas próximas eleições autárquicas, daqui a pouco mais de um ano. Os dois maiores partidos nacionais, nesta sua tentativa de monopolização da democracia, estão de facto a prejudicá-la, alienando cada vez mais o eleitorado.
A referida alteração impede os movimentos de cidadãos de concorrerem com a mesma designação e símbolo à câmara municipal e à assembleia municipal, por um lado, e às assembleias de freguesia, por outro. Além disso, arvorando-se “donos” das palavras, PSD e PS decidiram proibir o uso das palavras “partido” ou “coligação” por esses grupos.
Não percebo por que razão, por exemplo, o Porto não pode ter, como tem, um movimento cívico chamado “Rui Moreira: Porto, o nosso partido” ou por que razão movimentos de cidadãos não se possam coligar entre si ou com partidos. Trata-se de uma lei dirigida principalmente a Rui Moreira, cujo movimento conseguiu, em 2013, 39% dos votos e, em 2017, 45% dos votos, alcançando a maioria absoluta. De acordo com a nova legislação, esse movimento, se quiser agora voltar a concorrer às freguesias do Porto, terá de se redesignar para cada uma das freguesias: “Campanhã, o meu *” ou “Paranhos, o meu *” (está um * para a palavra proibida). Não lembraria ao diabo, mas lembrou ao PSD e ao PS.
Em resposta, o presidente da Câmara do Porto desafiou Rui Rio a concorrer ao Porto, “a solo ou em coligação com o Chega ou com o PS” (Expresso, 27/8). A avaliar pelo resultado das últimas eleições autárquicas, o PSD e o PS juntos não chegariam para o derrubar, pois o primeiro teve 10% e o segundo 29%. Nem com o Chega chegaria… A menos que este cresça muito: com a democracia em queda, admira-me que os velhos partidos se admirem com o crescimento do Chega.
Moreira é, de facto, um dos poucos líderes independentes que vão resistindo ao que se pode chamar partidocracia, ou asfixia da democracia pelos partidos. Os partidos são parte essencial da democracia, mas esta não se esgota de modo nenhum neles. Das poucas vezes em que Moreira falou em nome do Porto, fosse para enfrentar a TAP ou a DGS, revelou enorme força. Ele representa uma cidade onde, a 24 de Agosto de 1820, fez agora 200 anos, nasceu um movimento que pugnava por maior cidadania e liberdade em todo o país. Em particular, pretendia “levar a redenção aos cativos lisbonenses”.

Com o recente golpe do PSD e do PS torna-se mais difícil a tarefa dos cidadãos que se mobilizam pelas suas terras

Mas não foi só no Porto que houve candidaturas independentes vencedoras. Apesar da sua condenação pela justiça, Isaltino Morais, obteve 42%, contra o PSD e o PS. Tem legitimidade para criticar a Associação Nacional dos Municípios Portugueses (ANMP), liderada pelo socialista Manuel Machado (presidente da Câmara de Coimbra), que ficou quieta e muda perante uma alteração que lesa a democracia. “A ANMP não serve para nada”, disse Isaltino. De facto, as posições que ela tem assumido quanto à descentralização ou à regionalização são demasiado passivas. O Governo central em Lisboa não quer, de facto, abdicar do seu poder, mas desfruta para isso de cumplicidades regionais.
Outras câmaras lideradas por independentes são Vila Nova da Cerveira (58% dos votos), Anadia (56%), Vila do Conde (48%), Portalegre (32%), embora nos dois primeiros casos tenha havido apoio de partidos e nos dois segundos os independentes fossem dissidentes partidários. No conjunto do país, os grupos de cidadãos ganharam 17 câmaras. Nalguns casos, como em Coimbra, um movimento independente — o “Somos Coimbra” — é a oposição, pretendendo ganhar a câmara. Com o recente golpe do PSD e do PS, que parece contrariar a Constituição (artigo 113.º-3b), torna-se mais difícil a tarefa dos cidadãos que se mobilizam pelas suas terras, que além do mais são alvo de discriminação fiscal. O presidente da Associação dos Movimentos Autárquicos Independentes resumiu: “Os candidatos dos partidos jogam com melhores botas, os partidos fazem as regras e nomeiam o árbitro e o Estado é o sponsor.”
Se Marcelo Rebelo de Sousa não está distraído, como não pode nem deve estar, o que ele fez foi contentar a sua base de apoio, o Bloco Central. Não posso por isso votar nele.



Publicado por Tovi às 07:49
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Terça-feira, 1 de Setembro de 2020
A Revolução Russa - 100 Anos depois

revoluçao russa.jpg

Estou a ler «A Revolução Russa - 100 Anos depois», de António Louçã, Francisco Louçã, Thaiz Senna, Constantino Piçarra, José Manuel Lopes Cordeiro, Miguel Pérez Suaréz, Fernando Rosas e Rui Bebiano [edição: Parsifal, agosto de 2017]. E um século depois da Revolução Russa parece-me hoje que se frustraram todas as expectativas de solução para os problemas mais elementares da sociedade, tais como PÃO, PAZ e TERRA, aquilo que os sovietes consideravam as necessidades mínimas de um povo. Mas cem anos depois deste extraordinário acontecimento da História da Humanidade - A Revolução Russa – poderemos sem qualquer dúvida constituir este acontecimento um importante ponto de reflecção para as sociedades contemporâneas, provavelmente muito mais do que a Revolução Francesa dos finais do século XVIII.



Publicado por Tovi às 14:00
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sexta-feira, 28 de Agosto de 2020
Marcelo Rebelo de Sousa na Feira do Livro do Porto

Feira do Livro 28ago 16h00.jpg
Depois da apresentação deste muito interessante livro o Presidente da República foi visitar todos os stands da Feira do Livro do Porto… e a meio da visita aconteceu o inesperado: Uma cidadã interpelou-o sobre a situação política, económica e social do País, durante mais de 20 minutos, tendo Marcelo Rebelo de Sousa se “aguentado à bronca”. Vejam os noticiários das tv’s e leiam os jornais, que seguramente vão dar grande ênfase a este facto.

 

   No Observador
Interpelado por cidadã descontente, Marcelo responde: "Diga aos portugueses para votarem noutro Governo". Foi esta resposta que Marcelo Rebelo de Sousa deu a uma cidadã que acusou o Governo de não ajudar os micro-empresários. "Porquê?", perguntou. "Porque os portugueses votaram neste Governo", respondeu.
Tudo aqui

   No DN
"Conseguiria viver com 300 euros por mês?". Mulher deixa Marcelo sem resposta. Presidente da República aconselhou os portugueses insatisfeitos a "votar noutro governo".
Tudo aqui

   No Jornal i
Microempresária interpelou chefe de Estado e desafiou Marcelo a pôr “a andar esta gente que nos está a fazer morrer”, referindo-se ao Governo de António Costa.
Tudo aqui



Publicado por Tovi às 20:54
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Domingo, 12 de Julho de 2020
Os cientistas foram “mandados para canto”

28720757_770x433_acf_cropped-1.jpg

Em toda esta pandemia que nos atormenta as reuniões do Infarmed pareciam-me ser coisa interessante, pois raramente os homens da política e os da ciência se sentam à mesma mesa para tentar chegar a consensos na forma de atuar perante adversidades. Mas depois de Marcelo ter exercido o cargo de epidemiologista-mor do Reino no final dessas reuniões e de Rui Rio defender que estas reuniões entre políticos e epidemiologistas tinham perdido utilidade e deviam acabar, não me admirou nada que António Costa se tivesse ficado por um lacónico “as reuniões hão de voltar, quando forem necessárias”. Mais uma vez os cientistas foram “mandados para canto”. E lá nos vamos ficar unicamente com umas sensaboronas conferências de imprensa da DGS, mais uns relatórios diários, que de quando em vez lá têm que ser corrigidos para que os números sejam minimamente fidedignos.

 

   No Público...
Anotação 2020-07-11 181135.jpg

   HenriCartoon...
covid-cartoon.jpg



Publicado por Tovi às 07:30
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos (1)

Segunda-feira, 18 de Maio de 2020
Sessão de hoje da Assembleia Municipal do Porto

#mno_casario_vista_gaia.jpg

Tendo em conta que “a cidade do Porto apresenta um forte desequilíbrio entre a procura e a oferta de habitação, não só em quantidade, mas também ao nível das rendas e preços praticados quando comparada com o rendimento médio auferido pelos agregados familiares”, era importantíssima a ordem de trabalhos da sessão de hoje (por videoconferência) da Assembleia Municipal do Porto, cujos dois pontos em discussão foram ambos aprovados por maioria, com abstenção dos deputados do PSD e voto contra dos da CDU, BE e PAN.

Ponto 1 - Deliberação sobre a Aprovação da criação do Programa Municipal "PORTO com SENTIDO”. 

Ponto 2 - Deliberação sobre a Aprovação do 1.º Aditamento ao Contrato Programa entre o Município do Porto e a Porto Vivo, SRU. 

Esta iniciativa da Câmara do Porto, agora aprovada em Assembleia Municipal, visa introduzir no mercado do arrendamento de habitação imóveis de dois tipos: habitações atualmente no mercado de alojamento local ou habitações disponíveis no mercado de compra e venda de imóveis e de arrendamento, com respeito pelos mecanismos concorrenciais e plena salvaguarda do interesse público. Através do "Porto com Sentido", o Município estima um investimento superior a 4,3 milhões de euros até 2022, para um total de mil contratos de arrendamento com duração inicial de três a cinco anos. Este valor resulta da consideração de uma renda média mensal estimada de 549 euros, deduzida da renda mensal estimada recebida pelo Município (ambas com valores de referência de 2020).

 

   Ao serviço de quem está a Lusa?

O presidente da Câmara do Porto apresentou hoje um protesto formal à mesa da Assembleia Municipal pela divulgação antecipada, por alguém, dos resultados de uma votação e de uma versão parcial do debate relativo a uma proposta sobre Alojamento Local.
Com efeito, ainda decorria a Assembleia Municipal de forma privada, realizada, nos termos dos decretos excecionais devido à crise COVID-19, através de meios de teletrabalho, e já a Agência Lusa relatava a posição política de alguns partidos, tomando por boa, inclusivamente, a votação, com base num post de Facebook.
O caráter excecional em que têm decorrido as Assembleia Municipal foi definido pelos líderes de bancada em reunião de líderes.
Além do protesto formal, apresentado pelo Presidente da Câmara, que então se ausentou da reunião, o Município irá avaliar uma exposição à Entidade Reguladora para a Comunicação Social acerca do comportamento parcial da Agência de Notícias.
Apesar de acompanhar os trabalhos da Assembleia Municipal, o Gabinete de Comunicação da Câmara do Porto não divulga os resultados das votações antes do seu final, nem os conteúdos e argumentos políticos lá debatidos, por respeito aos intervenientes.
 

   Comentários no Facebook

Carla Afonso Leitão - A comunicação social está verdadeiramente vendida, isso já se sabia, mas termos a Agência Lusa a dar notícia com base em post de facebook, não é por falta de consulta do oráculo "Polígrafo", ou um acaso de atenção especial dada a um feed de mural particular, é um prolongamento simplex de whistle blower coordenado e pormenorizado, on time, com uma Sessão ainda a decorrer, à revelia da conduta determinada democraticamente pelos líderes de Assembleia Municipal do Porto tendo em conta os procedimentos em ambiente virtual, sem comunicação social para salvaguarda da privacidade dos intervenientes em modo de confinamento. Além de grave, é vergonhoso sem pinga de inocência para quem acha que tudo vale. Quem não atende às pequenas coisas, não pode atender às grandes, algo que os portuenses percebem muito bem.

David Ribeiro - Ainda não sei, mas desconfio, quem colocou o tal post no Facebook... é que a CULPA não é só da Lusa.



Publicado por Tovi às 21:32
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Mais sobre mim
Descrição
Neste meu blog fica registado “para memória futura” tudo aquilo que escrevo por essa WEB fora.
Links
Pesquisar neste blog
 
Maio 2021
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


Posts recentes

Ditaduras e instituições ...

António Oliveira candidat...

E é assim que estamos

Remodelar o Governo... qu...

Grande abanão na direção ...

Há coisas que não entendo

Conselho Nacional do CDS

Faz hoje 45 anos...

Ursula Von der Leyen está...

Os piores dias na vida po...

Batota!... disse o Profes...

A Revolução Russa - 100 A...

Marcelo Rebelo de Sousa n...

Os cientistas foram “mand...

Sessão de hoje da Assembl...

Sessão Extraordinária da ...

"Circo mediático" na Asse...

Urgente a criação das reg...

Agora é que vai ser...

Presunção e água benta...

Arquivos
Tags

todas as tags

Os meus troféus