"Devido à velocidade da luz ser superior à do som, algumas pessoas parecem inteligentes até as ouvirmos."

Sexta-feira, 12 de Julho de 2024
Assim vai o mundo do tráfico de droga no Porto

Captura de ecrã 2024-07-11 173542.png

Tiago ‘The Blue’ é irmão de Fábio Ribeiro, o ‘barão’ da Pasteleira: o primeiro foi preso na terça-feira [9jul2024] à noite, num ginásio na Foz do Douro, o segundo foi detido pelas mesmas equipas da PSP do Porto há pouco mais de um ano. Tiago herdou os clientes do irmão no negócio do tráfico de droga a céu aberto no Bairro da Pasteleira, no Porto. A sua rede - por ele próprio apelidada de ‘firma’ - era conhecida por ‘Dragão’. O nome era uma forma de diferenciar a droga que vendia e dizer que era melhor do que a dos rivais. Foi também detido Fábio Varela, que liderava a ‘firma’ ‘Simão’. Trata-se de um pugilista que mora na Pasteleira. Também a sua mãe foi detida. No total, a operação da PSP levou à detenção de seis homens e quatro mulheres, que têm entre os 20 e os 52 anos. Durante as 30 buscas, que se realizaram ainda no Bairro do Pinheiro Torres e em Vila Nova de Gaia, foram apreendidas cerca de 13 mil doses de cocaína, heroína e haxixe, mais de 14 mil euros, três carros, armas de fogo e ainda três coletes à prova de bala que os traficantes usavam para os negócios de droga mais perigosos. Foi precisamente após a detenção de Fábio Ribeiro, que tem também a alcunha de ‘Crilim’, que as redes ‘Dragão’ e ‘Simão’ se instalaram na Pasteleira. O ‘barão’ ficou em prisão preventiva e o seu lugar vago.


Tags: , ,

Publicado por Tovi às 07:37
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Quinta-feira, 4 de Julho de 2024
Ventura apela aos polícias para se manifestarem...

...e o Movimento Zero cola-se a este apelo do Chega

mw-1280.webp

No fim-de-semana passado, o líder do Chega, André Ventura, usou as redes sociais para deixar um apelo aos polícias: “Forças de segurança: todos ao Parlamento dia 4 de julho às 15 horas. Polícias convocados para debate de projetos-lei do Chega no Parlamento. Preciso que venham para o Parlamento, nas galerias e fora do Parlamento, mostrar a força. Venham do país inteiro.” De imediato o Movimento Zero (M0) apelou aos polícias para se manifestarem em frente à Assembleia da República no sentido de apoiarem a proposta do Chega. A Plataforma dos sindicatos da PSP e associações da GNR, que tem estado a negociar com o Governo a aplicação do suplemento de missão, condenaram aquilo que designa de movimentos sem cara: "Estes movimentos sem cara são condenáveis. A democracia exige que os movimentos tenham rostos", disse o comissário Bruno Pereira, líder desta Plataforma. E o primeiro-ministro, Luís Montenegro, afirmou nesta terça-feira [2jul2024] que o Governo não vai pôr "nem mais um cêntimo" na proposta para as forças de segurança, dizendo que já fez "um esforço medonho" e não está disponível para "trazer de volta a instabilidade financeira". O Sindicato Independente dos Agentes da Polícia (SIAP) vai estar presente no protesto de hoje no Parlamento. O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, apela a que “portas de diálogo” entre Governo e polícias se mantenham abertas.
Vamos lá ver o que isto vai dar  

 

Captura de ecrã 2024-07-04 142950.png 
A direção nacional da PSP confirmou que foi preparado “um reforço do policiamento junto à Assembleia da República”, ressalvando, contudo, que este é um procedimento normal sempre que “se prevê interesse nos temas em debate” e tendo em conta “a avaliação do risco” que é feita pela própria Polícia de Segurança Pública.
Ventura acusa PS e PSD de “humilhação” aos polícias. “Vivem em camaratas piores do que aquelas que temos apontado aos imigrantes que chegam a Portugal".  “Os polícias não querem mais um cêntimo, querem dignidade”, diz Ventura.
Hugo Soares do PSD vem dizer que “não há ninguém nesta casa” que dê lições sobre respeito às forças de autoridade. O líder parlamentar defende que não pode haver “privilégios”, dando o exemplo de filas de escolas que também esperam no exterior para entrar. “Tenham respeito”, exalta-se. Aguiar-Branco insiste que não há qualquer tratamento diferenciado nas entradas face a qualquer outro "dia normal".
PCP acusa Montenegro de vir “estragar tudo”: “Para o PSD e CDS, antes das eleições, a reivindicação era justa e os cofres estavam cheios. Agora, a reivindicação é irrealista e o dinheiro já escasseia”. E dá um exemplo: “há mil milhões de euros para baixar o IRS a jovens endinheirados, mas já não há dinheiro para compensar os policias pelo risco e pela penosidade das suas funções”.
CDS visa o Chega e diz que esta “não é a melhor homenagem” aos polícias. Livre diz que ação do Chega é "berrar muito e fazer pouco". Rui Rocha acusa Ventura de querer "condicionar" deputados com apelo aos polícias e de "instrumentalizar" reinvidicações. Hugo Soares diz que aumento de 300 euros "dignifica" e acusa Ventura de se querer passar por "sindicalista".

  Votação - A proposta do Chega para um suplemento de missão para a PSP, GNR e guarda prisional foi chumbada, com votos contra do PSD, PS e CDS-PP; abstenções da Iniciativa Liberal, Livre e PCP e votos a favor das restantes bancadas.



Publicado por Tovi às 07:00
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Segunda-feira, 20 de Maio de 2024
Onda de assaltos contínua em Ramalde

Captura de ecrã 2024-05-17 094018.png
A presidente da Junta de Freguesia de Ramalde, no Porto, defendeu, na paasada quinta-feira, a necessidade de a PSP ser reforçada face à "onda de assaltos contínua" e de se reabrir uma esquadra "para garantir a segurança" dos mais de 38 mil habitantes.
Em Ramalde, que, segundo os Censos de 2021, é a segunda freguesia com mais população do concelho do Porto já chegaram a existir três esquadras da PSP (Pinheiro Manso, João de Deus e Francos), mas atualmente só existe uma, a Esquadra do Viso. "Temos quase 39 mil habitantes, temos três estações de metro, temos quatro agrupamentos de escolas e uma zona industrial imensa. A população flutuante é imensa e quase que dobra a população residente. Neste momento, temos uma esquadra, que não tem o efetivo na totalidade, e um carro patrulha que ainda não está 24 sob 24 horas", declarou a presidente da junta de freguesia, Patrícia Rapazote.

  
Carla Afonso LeitãoMuito bem!
Albertino AmaralSegurança, nunca é demais, em lado nenhum....
David Ribeiro
Desde fevereiro deste ano, com todo o meu empenho, integro o PROJETO VIVER RAMALDE que tem por objeto monitorizar permanentemente a situação da freguesia em diversas áreas, nomeadamente a segurança, fator relevante para a qualidade de vida urbana. Todos não somos demais para dar o nosso melhor em favor de Ramalde e dos seus habitantes.
Patrícia Rapazote
David Ribeiro uma honra imensa a nossa ter abraçado este projecto de cidadania connosco!



Publicado por Tovi às 07:29
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Terça-feira, 6 de Fevereiro de 2024
Casa Pia 0 - 0 Boavista

417424026_792919269542656_1760379569883472575_n.jp

Nesta 20.ª jornada empatamos!... Do mal o menos.
É assim que estamos: 11.º lugar; 21 pontos; 5 vitórias; 6 empates; 9 derrotas; 27 golos marcados e 37 sofridos.

 

  Jogo da 20.º jornada entre Famalicão e Sporting foi adiado
transferir.jpegO que se passou no sábado com os agentes da PSP no Grande Porto é manifestamente incompreensível. Um "número não habitual" de agentes faltaram ao serviço no jogo Famalicão-Sporting e desacatos no exterior do estádio provocaram seis feridos, um dos quais em estado grave. Vários elementos da Unidade Especial da Polícia que se encontravam destacados para a segurança do Tribunal de Instrução Criminal do Porto, onde decorrem as audições dos detidos na Operação Pretoriano, foram deslocados em urgência para Famalicão. Com a segurança do TIC "fragilizada" e ao que parece dificuldade em encontrar elementos policiais que pudessem abandonar por algum tempo as instalações da Bela Vista onde estão os detidos com ligação aos Super Dragões, tudo parece ter sido resolvido com a deslocação ao TIC do Comandante do Comando Metropolitano da PSP do Porto. As inquirições foram interrompidas e voltarão a realizar-se na 2.ª feira a partir das 10 horas.
Aguardam-se os próximos capítulos... e  o MAI já determinou a abertura do habitual inquérito urgente, mas do Palácio de Belém o silêncio é ensurdecedor.

 
Paulo Neves
Promessas de milhões para os agricultores existem. Então, porque não estende-las aos polícias. Não pode haver polícias de primeira e de segunda.
Carla Afonso LeitãoPaulo Neves, obviamente!
Joaquim FigueiredoPura chantagem, puro oportunismo...
David RibeiroTambém, Joaquim Figueiredo, mas não só.
Joaquim FigueiredoDavid Ribeiro com esta deriva serão dos primeiros a sofrer as consequências...a extrema direita tomou conta das autoridades...e ninguém põe cobro a isto
David Ribeiro - E qual a solução, Joaquim Figueiredo?... demiti-los a todos e ir recrutar "polícias mercenários" aos países de leste ou às antigas colónias?
Joaquim FigueiredoDavid Ribeiro Ter mais critério na seleção... têm tido um comportamento indigno... uma coisa é reclamar pelos interesses de grupo, outra é fazer atentados ao estado de direito. Espero que neste caso o governo saiba agir e não atirar para debaixo do tapete. É altura de o governo fazer mudanças significativas no sistema de justiça e policial
David RibeiroO meu amigo Joaquim Figueiredo não está a defender a politização da Justiça, pois não?
Joaquim FigueiredoDavid Ribeiro não, estou a defender que a justiça funcione e que não utilize a comunicação social para julgar e condenar. Como pode compreender que havendo duas pessoas guardiãs de um processo a ex-pgr não tenha descoberto o responsável pela fuga de informação? A justiça também precisa de ter regras... o meu amigo também se lembra dos tribunais plenários, não tinham regras... estou a defender uma justiça que não venda à comunicação social o que vai fazer, que não viva do show off... mas se a justiça interfere com a política e os governos são responsabilizados pelos erros da justiça porque não ha-de haver o controlo da justiça pela Assembleia da República?
David RibeiroDesta vez Joaquim Figueiredo, não houve fugas de informação... a própria PSP deu sempre conta à comunicação social do desenrolar das buscas e posteriormente o juiz de instrução criminal chamou várias vezes os jornalistas para lhes dar conta da evolução dos inquéritos.
Fernando PeresJoaquim Figueiredo o Ps fez uma lei onde qualquer um através de uma aplicação pode dizer que está doente e não vai trabalhar. E agora os polícias com atestados médicos não podem faltar a trabalho extraordinário , sim porque muitos deles estão em trabalho extraordinário.
Joaquim FigueiredoFernando Peres a lei que o PS fez é para gente séria e responsável... infelizmente ainda subsistem alguns irresponsáveis e é chocante serem agentes da autoridade... não me diga que o meu amigo está de acordo com o comportamento desses agentes?
Fernando PeresEm primeiro lugar a lei é um absurdo, ao não permitir o contraditório, se um trabalhador estiver numa baixa fraudulenta não há mecanismos céleres para a controlar e penalizar quem a fizer. Em segundo lugar porque neste caso a “ pseudo” greve, visto ser uma baixa para horas e trabalho extraordinário, é contra o governo socialista, já se pode tudo e colocar até os médicos que avaliaram os polícias em questão. Se o governo fosse de direita, estava em causa a democracia !!! Em terceiro lugar quem causou este problema foi o governo ao dar um subsídio de risco para a judiciária esquecendo as outras forças de segurança!!!

  É perante "problemas" como os criados com as baixas dos polícias que uma justa luta pode perder a credibilidade.

Fernando PeresDavid Ribeiro eles não estão de baixa, estão de baixa a trabalho extraordinário !!!
Albertino AmaralAtrever-me-ia a dizer, que o Sr. Ministro da Administração Interna, esteve mais preocupado em subir de posto no seu Partido, do que cumprir cabal e religiosamente a sua missão no Governo, enquanto responsável por aquela pasta. Em suma, náo subiu de posto, e deixou um grave problema para ser resolvido, dando a conhecer a sua irresponsabilidade e incompetência. Decididamente está no lugar errado....



Publicado por Tovi às 07:30
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Quinta-feira, 1 de Fevereiro de 2024
"Operação Pretoriano" visa a claque do F.C.Porto

Captura de ecrã 2024-01-31 092750.png

Na manhã de ontem [4.ª feira 31jan2024] Fernando Madureira foi detido. Segundo as mais credenciadas fontes de comunicação social especializadas em Justiça/Futebol, o líder da claque Super Dragões, também conhecido por 'Macaco', foi notificado para comparecer em tribunal para prestar declarações acerca dos processos mas que não apareceu, motivo que levou à sua detenção. A PSP efetuou várias buscas nas casas dos elementos da claque do FC Porto. Os elementos dos 'Super Dragões' estão indiciados de crimes de ofensas corporais, danos, coação e ameaça. (...) as autoridades previam que os elementos da claque tivessem planos para novos ataques durante o período de campanha à presidência". Posteriormente veio a saber-se que Fernando Madureira, o chefe dos ‘Super Dragões’, e Vítor Catão, ex-diretor desportivo e conhecido adepto do FC Porto, estavam entre os 12 detidos desta megaoperação da PSP. Em causa estão as agressões na Assembleia Geral (AG) do FC Porto e as ameaças ao candidato à presidência do clube André Villas-Boas. O Ministério Público abriu um inquérito sobre o caso que decorre no DIAP do Porto.

  
Chico GouveiaSó não entendo o seguinte: se as suspeitas têm a ver com intimidações, agressões, e outros actos de violência, fazem sentido buscas domiciliárias? E se não há processo indiciando culpabilidade nas agressões, prende-se? É o circo da nossa justiça. Lançam os foguetes, o povo assiste ao estouro do foguetório e, no final, apanha a cana para ir á pesca.
Joaquim FigueiredoChico Gouveia e porquê a apreensão das viaturas?

  Procuradoria-Geral Distrital do Porto
Captura de ecrã 2024-01-31 114842.png
No dia de hoje [4.ª feira 31jan2024], no âmbito de inquérito em que se investigam os incidentes na assembleia geral do Futebol Clube do Porto de 13.11.2023, que corre termos no Diap da Procuradoria da República do Porto [Porto, 4.ª secção], e no qual o Ministério Público vem sendo coadjuvado pela Polícia de Segurança Pública, foram executadas diligências de investigação compreendendo, entre o mais, buscas domciliárias e não domiciliárias. Foram também operadas doze detenções fora de flagrante delito. O Ministério Público apresentará os detidos para primeiro interrogatório judicial, promovendo a aplicação de medidas de coação. Está em causa a prática dos crimes de ofensa à integridade física no âmbito de espectáculo desportivo ou em acontecimento relacionado com o fenómeno desportivo, coacção agravada, ameaça agravada, instigação pública a um crime, arremesso de objeto ou de produtos líquidos e atentado à liberdade de informação. A presente informação é prestada ao abrigo do disposto no art. 86.º, n.º 13, alínea b), do Código de Processo Penal.

  Comunicado do FC Porto
O FC Porto tomou conhecimento de diligências relacionadas com os acontecimentos da Assembleia Geral de 13 de novembro, que resultaram na detenção de dois dos seus funcionários presentes na reunião magna. Não sendo visado, o clube reitera a intenção de continuar a colaborar com as autoridades em tudo o que lhe for solicitado. Se desta investigação resultarem mais factos, o FC Porto agirá em conformidade, tal como agiu em relação a três sócios que foram condenados a penas de suspensão entre seis meses e um ano na sequência dos acontecimentos dessa noite.

  Custa-me a acreditar mas ouvi há pouco que o Fernando Madureira rescindiu com o Porto e assinou pelo Custoias.

  A "Operação Pretoriano" desencadeada esta quarta-feira, resultou na detenção de 12 indivíduos. Além de Fernando Madureira, líder da claque Super Dragões, e Sandra Madureira, a sua mulher, foram também detidos Fernando Saúl, oficial de ligação aos adeptos dos dragões; Tiago Aguiar, também ele funcionário do FC Porto; e Vítor Catão, conhecido adepto do FC Porto e antigo presidente do São Pedro da Cova. Entre os detidos encontram-se também indivíduos de menor perfil mediático, como Hugo Carneiro, elemento dos Super Dragões com a alcunha de 'Polaco'; Carlos Nunes, também da dita claque e conhecido como 'Jamaica'; Vítor Oliveira; Carlos Nunes; Hugo Loureiro; José Pereira; e Tozé Sá.

  Se esta suspeição vier a confirmar-se não há dúvida que a recandidatura de Pinto da Costa vai fragilizar-se. Mas para já vamos seguir a "telenovela"... que eu até sou do Boavista, onde vários problemas financeiros já nos dão muitas preocupações. 
Captura de ecrã 2024-02-01 091535.png
  
Adao Fernando Batista Bastos
Para já é só burburinho, um diz - se diz,- se alimentado por um dos lados das candidaturas e CS sempre interessasa a fragilizar PC. Eu ate nem aloio nenhuma das candidaturas. Uma porque quanto a mim é tempo para descansar a outra porque não oferece, por enquanto, suficientes garantias e ate ao momento tem sido fator de desunião entre os socios. Diferente seria se os candidatos fossem, or exemplo, Rui Moreira ou Antonio Oliveira ou kutto com ltovas dadas no envolvimennto social e empresarial da cidade e do pais.
Raul Vaz Osorio
Se o Caldeira está ou não metido nisso, não sei. Provavelmente está. Mas o que não deixa margem para dúvidas é que o Macaco é o comandante de uma guarda pretoriana que tudo faz para calar a oposição.
Albertino AmaralJamais admitiria que qualquer Portuense fosse mais Portista de que eu, posso assegurar. Contudo, considero que depois do bom trabalho conseguido pelo Presidente Pinto da Costa, a quem todos os Portistas devem estar gratos, tudo o que se está a passar, deveria servir de exemplo para que a Presidència e sua consequente Direcção, seja do FCP ou de qualquer outro clube, não ultrapassasse os três anos de mandato. Um clube desportivo, não é pròpriamente uma empresa familiar onde o patriarca da família aí permanece até ao final dos seus dias. Muitos serão os adeptos, sócios e simpatizantes, que gostariam de dar também o seu contributo para a grandeza do clube. Villas Boas avançou, e deu um óptimo passo nesse sentido. Futuramente outros lhe sigam o exemplo. Isso também faz parte da verdade desportiva. Viva o Futebol Clube do Porto.

  Chegada dos detidos da Operação Pretoriano ao TIC Porto
417444261_10224776657911663_6650972745913695992_n.
Neste autocarro da PSP vieram 10 dos detidos. Fernando Madureira e a mulher, Sandra Madureira, já tinham entrado numa viatura celular. Curioso, ou talvez não, d
urante as intervenções em reportagem da Tânia Laranjo (CMTV) os insultos, no mais puro vernáculo, faziam-se ouvir.

  Jornais de 6.ª feira 2fev2024
Captura de ecrã 2024-02-02 092219.png



Publicado por Tovi às 07:13
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Quinta-feira, 12 de Outubro de 2023
Assaltante morreu em tiroteio com a PSP no Porto

img_900x508$2023_10_10_21_19_14_1463226.jpg

Ao final da tarde da passada terça-feira [10out2023] duas pessoas foram detidas, uma morreu baleada pela polícia e outra está no hospital, ferida a tiro num braço. Tudo aconteceu no Porto quando quatro pessoas (dois homens e duas mulheres) numa viatura anteriormente roubada pelo método de 'carjacking' e suspeita de ter sido utilizada em vários roubos a postos de abastecimento de combustível no Grande Porto, abalroaram a viatura polical descaraterizada que os tentava abordar. 
Posteriormente veio a saber-se que a vítima mortal do tiroteio com a PSP - António Fernando Maia de trinta e quatro anos, mais conhecido por "Estrilha" - era de Arcozelo em Gaia, tinha antecedentes criminais e estava com pulseira eletrónica por causa da ex-companheira.
Como é de lei a Inspeção-Geral da Administração Interna (IGAI) abriu um inquérito para apurar em que circunstâncias atuaram os elementos da PSP.

  
Carvalho EmanSó espero que o juiz não venha com tretas !
Carla Afonso LeitãoMão de ferro!!!
David RibeiroJá no dia de ontem [quarta-feira 11out2023] veio a saber-se que a vítima mortal do tiroteio com a PSP - António Fernando Maia de trinta e quatro anos, mais conhecido por "Estrilha" - era de Arcozelo em Gaia, tinha antecedentes criminais e estava com pulseira eletrónica por causa da ex-companheira. Como é de lei a Inspeção-Geral da Administração Interna (IGAI) abriu um inquérito para apurar em que circunstâncias atuaram os elementos da PSP. Segundo noticia o JN de hoje [5.ª feira 12out2023] o indivíduo baleado mortalmente pela polícia na terça-feira ao fim do dia “andava numa espiral destrutiva caracterizada pelo consumo de droga, alimentado pelos roubos que perpetrava com três cúmplices, um homem e duas mulheres. Nas últimas semanas, o grupo é suspeito de ter cometido dois carjacking, furtos de e em veículos, um roubo com sequestro e ainda um assalto a um posto de abastecimento de combustível. Pelo meio, incendiou uma viatura furtada, perto do Bairro do Cerco do Porto, e agrediu várias pessoas. (...) Na segunda-feira, em Arcozelo, Vila Nova de Gaia, tentou matar um militar da GNR que pretendia detê-lo."
Fernando BarrosDavid Ribeiro grande artista... Semeou ventos, colheu tempestades...
Alexandra MagalhãesO Porto está caótico 😪 Na segunda-feira estava a nadar na piscina de Cartes e ao mesmo tempo estar a ver o tráfico de droga que está instalado ao lado da mesma. 😪 Ontem ao início da noite a minha escola foi assaltada, entraram nas salas e gabinetes e levaram materiais pedagógicos 😪😭  David Ribeiro as casas/moradias em São Roque estão todas a ser assaltadas. A PSP já não consegue fazer mais.

 

  No JN de hoje. Ver aqui.
Captura de ecrã 2023-10-12 090725.png
Empresários de diversão noturna alertam para o aumento da violência e da criminalidade na noite da cidade do Porto e exigem medidas urgentes – especialmente mais policiamento – para evitar que se chegue a um ponto sem retorno. As queixas dos donos de cafés, bares e discotecas são secundadas pelas denúncias dos seguranças privados, que descrevem casos diários de roubos, tráfico de droga e de agressões gratuitas, levadas a cabo por grupos de homens que procuram a zona da movida da Invicta, apenas e só para causar distúrbios. A PSP garante que a estatística criminal não justifica o temor que se instalou entre quem trabalha na noite, mas mesmo assim intensificou o patrulhamento na Cordoaria e nas ruas das Galerias de Paris, Cândido dos Reis, Conde de Vizela e da Fábrica. O Comando do Porto, que mantém a monitorização de vários suspeitos, é, aliás, o único do país que dispõe de equipas de policiamento de visibilidade dedicadas em exclusivo às zonas críticas da movida.



Publicado por Tovi às 07:20
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Quarta-feira, 4 de Outubro de 2023
Ativistas do clima... isto ainda vai acabar mal

Captura de ecrã 2023-10-03 173849.png

Onze ativistas do grupo Climáximo bloquearam ontem [terça-feira 3out2023] a Segunda Circular, em Lisboa, junto aos escritórios da Galp. Nove jovens sentaram-se na estrada, em fila, envergando coletes identificadores e interromperam o trânsito, enquanto outros dois penduraram-se na ponte pedonal com arneses. De acordo com testemunhas, vários condutores saíram dos carros e obrigaram os jovens a sair da estrada. Alguns terão mesmo recorrido a agressões. Os dois jovens que estavam pendurados acabaram por ser retirados através de uma grua dos bombeiros sapadores. Os onze foram algemados e detidos.
Já a semana passada, durante a CNN Portugal Summit, evento que decorreu em Lisboa e que contou com a participação do ministro do Ambiente e da Ação Climática, Duarte Cordeiro, um grupo de estudantes - “Primavera das Ocupas - Fim ao Fóssil” - atacaram o ministro com tinta verde. No dia seguinte, um grupo de ativistas da Climáximo atirou tinta vermelha contra a fachada da FIL, em Lisboa, onde decorria o evento World Aviation Festival, uma conferência na qual participou o CEO da TAP, Luís Rodrigues, e o presidente executivo da ANA, Thierry Ligonniere.

 
Isabel Sousa BragaSão uns miúdos  🤔
Albertina Pena Sousa
Deviam preocupar-se pelo futuro deles. Como o Sérgio Godinho cantava... Ai só há Liberdade quando houver a Paz, o Pão, Educação, Saúde, Habitação. Lutem por isso!
Maria Helena Begonha
Miúdos? De pequenino é que se torce o pepino. Isto é o que acham que é a Liberdade? Razão tem a Albertina Pena Sousa. O respeito pelos outros é tão bonito e importante. 😡

  Na manhã de hoje [4.ª feira 4out2023] oito dos 11 ativistas do coletivo Climáximo que participaram ontem num protesto em Lisboa, levando ao corte do trânsito na 2ª circular, tinham julgamento sumário marcado para hoje mas foi adiado. O caso vai ser investigado pelo Departamento Central de Investigação e Ação Penal (DIAP) e uma vez que o julgamento pressupõe que dure até 20 dias e o tribunal entende que é preciso aprofundar a investigação, deixa de ser qualificado como "sumário".

    E a "brincadeira" continua...
img_900x509$2023_10_04_09_38_08_1458425.jpg
Esta manhâ [4.ª feira 4out2023] três ativistas do grupo ambientalista Climáximo bloquearam o trânsito na rua de São Bento, em Lisboa, como forma de protesto contra a crise climática. As jovens sentaram-se na estrada durante mais de 20 minutos e acabaram por ser detidas.



Publicado por Tovi às 07:15
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sexta-feira, 25 de Agosto de 2023
O flagelo dos toxicodependentes

13489182-viciado-em-drogas-e-conceito-narcomaniaco

Na passagem inferior para peões na estação de Metro de Ramalde "acampou" um grupo de toxicodependentes e além de se injetarem à vista de todos tornam praticamente impossível de usar esta passagem. Já informei «Porto.» (220 100 220) deste facto... disseram-me para contactar a PSP já que isto é crime público. Assim fiz e disseram que iriam mandar lá um carro patrulha, mas que o assunto "é complicado e até parece que ninguém quer resolver o assunto".

  
José Lachado
Agradeça ao Rui Moreira com a, suposta limpeza, na zona do Fluvial. Como era numa zona de gente abastada ..... limpou. Vejam o que se passa à porta e nas imediações das piscinas de Cartes, junto ao campo do Cerco e no próprio bairro. É pena o Rui Moreira não morar lá. Vergonha de Presidente.
Isabel Sousa BragaJosé Lachado isso não é verdade, continua a haver toxicodependentes no fluvial, é só vir confirmar a qq hora do dia. E não, não são só pessoas abastadas que moram nesta zona, há bairros sociais e essas pessoas têm todo o direito de terem paz. TODOS temos o direito de ter paz transversalmente
José LachadoIsabel Sousa Braga claro que TODOS têm direito, então o sr Rui Moreira que vá até à Av de Cartes, aos terrenos das piscinas municipais, ao bairro do Cerco (em frente ao CFP) e veja a pouca vergonha que lá se passa, principalmente após "marketing " do Fluvial.
Isabel Sousa Braga
José Lachado chame a CMtv e faça marketing também.
José LachadoIsabel Sousa Braga por essa resposta, percebemos bem de que lado está.
Patrícia Rapazote
José Lachado imagino a sua revolta, no entanto, essa não é uma competência do Presidente da Câmara, é uma competência da Polícia de Segurança Pública e de entidades como o SICAD. Quanto ao referir-se que o Presidente da Câmara não tem falado de Ramalde e de outras freguesias, que com muita tristeza, estão a enfrentar este problema, lamento informar que tal não se verifica. Agradeço que pf consulte as inúmeras notícias que têm saído nos órgãos de comunicação social e esta Falta de policiamento no combate ao tráfico e consumo de droga criticada na Assembleia Municipal, que ocorreu em plena Assembleia Municipal perante todos os movimentos e partidos, algums com assento na Assembleia da República onde podem fazer valer a sua voz.
David RibeiroJá agora e ainda sobre o que aqui se está a discutir: Sou apoiante desde a primeira hora do movimento independente de Rui Moreira e nas várias intervenções que se realizaram na Assembleia Municipal do Porto sobre este assunto e nas quais participei como deputado municipal, sempre houve unanimidade de opinião sobre a ineficácia ou mesmo falta de policiamento no combate ao tráfico e consumo de drogas em espaços públicos, nomeadamente junto de estabelecimentos de ensino, tarefas da exclusiva competência do Ministério da Administração Interna.
José Lachado
David Ribeiro meu caro, o RMoreira quando precisa de publicidade, convoca as TVs e leva o seu staff todo, mais a PSP e PM para tentar mostrar que faz alguma coisa. Como fez na Pasteleira. No Cerco não faz nada e o tráfico é feito à porta das Piscinas Municipais e no Bairro Camarârio. No tempo do RRio eles andavam direitos.
Patrícia RapazoteEste assunto é muito triste e, em termos de segurança, compete apenas e só à Polícia de Segurança Pública e ao Ministério da Administração Interna. A Câmara do Porto forneceu 10 veículos à PSP mas não havendo agentes no efetivo na Esquadra do Viso, atravessmos uma fase em que nem carro patrulha temos em Ramalde. Estamos a falar de uma freguesia com 39.000 habitantes e com muito mais população flutuante. O Programa Porto sem Droga vai limpar diariamente os locais identificados com seringas, pratas e afins mas, passado pouco tempo, volta tudo ao mesmo. É importantíssimo reforçar o número de agentes na Esquadra do Viso para que, consigamos devolver a qualidade de vida e o sentimento de segurança aos Ramaldenses.

 

  JN às 20h55 de 25ago2023 (ver aqui)
Captura de ecrã 2023-08-25 225957.png



Publicado por Tovi às 08:35
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Domingo, 13 de Agosto de 2023
É um problema grave... mas qual a solução?

Captura de ecrã 2023-08-11 082917.png

Há mais pessoas a adotar, mas mesmo assim continuam a ser demasiados animais sem dono, sem casa. E esta é uma grande preocupação de Laurentina Pedroso [Provedora dos Animais]. As contas, que apenas olham para os últimos seis anos, são simples: aos animais recolhidos, retira-se o número de animais adotados e eutanaziados [dados dos Centro de Recolha Oficial]. Os que ficam nos canis, no final de cada ano, são os "residentes/habitantes".
Ver artigo da CNN Portugal aqui: 
Há quase 80 mil animais a viver em canis que ninguém quer. Solução pode ter de passar por esterilização obrigatória

 
Albertino AmaralPorque não exercer um maior controlo na natalidade da bicharada ? São muito fofinhos, enquanto pequenos, mas depois são abandonados.... Ora...
David RibeiroSem dúvida, amigo Albertino Amaral, que tudo passa por um controle da natalidade canina, mas para isso vamos precisar de anos e anos de consciencialização dos portugueses para este problema. Eu não acredito que "por lei" este controle seja possível.
Albertino Amaral
David Ribeiro É pena, que as leis sejam tão céleres e incisivas para umas coisas, e não tão sensíveis para outras. Quem as faz, não sente esses problemas, porque nem sequer gosta de si próprio, quanto mais de animais. O controlo de natalidade dos animais domésticos, é hoje uma obrigatoriedade.
Maria Vilar de AlmeidaEnquanto não houver um CONTROLO apertado sobre as pessoas que têm animais nada feito! Pessoas para terem o DIREITO a terem animais teriam de se candidatar e serem previamente selecionadas por um Organismo constituido para o efeito. Não é só ter um animal como se fosse um objecto, visto tratar-se de um SER VIVO. Esta é a minha opinião.
D
avid RibeiroMinha querida Maria Vilar de Almeida... por mais bonita que seja a tua proposta de controle estamos novamente a cair em impossibilidades que só serão ultrapassadas quando a sociedade atingir um grau muito mais elevado do que atualmente vivemos.
Maria Vilar de AlmeidaTem de se começar por algum lado!
David RibeiroSem dúvida, Maria Vilar de Almeida... mas que se comece por um lado sério e que leve a resultados válidos.
 Maria Vilar de AlmeidaDavid Ribeiro os que até agora foram abordados foram um fracasso... daí ter de se seguir outra estratégia, penso eu. Fazer mais do mesmo vai dar a resultados iguais.

 
   Outros "problemas" com cães

Captura de ecrã 2023-08-11 141926.png
Correio da Manhã ás 23h24 de 10ago2023Um homem e uma mulher envolveram-se em agressões, esta quinta-feira, quando passeavam os cães. Ao que o CM apurou, a confusão terá começado entre os animais. O marido da mulher interveio, acabando por matar o cão e ferir o homem com uma faca. O cão foi transportado para o veterinário, onde foi declarado o óbito.

Notícias ao Minuto às 23h59 de 10ago2023 - Um homem de 33 anos foi detido, na terça-feira, após ter agredido e roubado uma vítima que passeava o cão na via pública em Lisboa. "Os polícias tiveram conhecimento que um cidadão havia sido esfaqueado na zona da cabeça" e dirigiram-se ao seu encontro, refere a Polícia de Segurança Pública (PSP) em comunicado. À chegada ao local, a vítima denunciou que, enquanto passeava o cão, surgiram dois sujeitos que "começaram a desferir murros, pontapés e atingiram-no com um golpe na zona da cabeça com um objeto cortante", subtraindo-lhe uma bolsa, um telemóvel e um par de auscultadores. O cão acabou por morder um dos suspeitos, levando a que a dupla encetasse fuga "para parte incerta". Após diligências, um dos suspeitos foi localizado no Hospital São José, onde se tinha deslocado para receber tratamento da mordedura do cão. Tinha ainda na sua posse os objetos e bens roubados à vítima. Foi presente a primeiro interrogatório, tendo-lhe sido aplicada a medida de coação de prisão preventiva.


Maria Vilar de Almeida
A minha questão é... porque é que um cão que é considerado agressor é eutanasiado e um humano muitas vezes agressor reincidente não o é?! 😉
David Ribeiro
Porque um cão não é um humano. Por mais que adoremos os cães (e outros animais domésticos), e eu adoro-os, as tentativas de os equiparar a humanos tem dado um muito mau resultado, com se tem visto.
Maria Vilar de Almeida
David Ribeiro só que os humanos reincidentes, com raríssimas excepções, têm mostrado que vão continuar a ser o que foram até aí... uma cambada de activos tóxicos no Sistema. Factos são factos. Os cães, por exemplo, têm mostrados bons resultados quanto à sua reeducação. Eu, como contribuinte pagante, penso que tenha uma palavra a dizer! 😉



Publicado por Tovi às 07:48
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Quarta-feira, 29 de Março de 2023
Duas mortes em ataque no Centro Ismaelita em Lisboa

image.jpg

Na manhã de ontem - terça feira, 28mar2023 - perto das 11 horas, no Centro Ismaili em Lisboa (*), um homem de nacionalidade afegã (**) esfaqueou mortalmente Mariana Jadaugy (***) e Farana Sadrudin (****). Um professor do centro ismaelita acabaria por ficar gravemente ferido pelo suspeito com uma facada no pescoço, mas o afegão foi rapidamente neutralizado pela polícia, que pouco demorou a chegar ao local. Segundo informação da PSP o atacante acabou por ser neutralizado com um tiro da polícia depois de ter desobedecido às ordens das autoridades para que cessasse o ataque e de ter “avançando na direção dos polícias, com a faca na mão”. “Face à ameaça grave e em execução, os polícias efetuaram recurso efetivo a arma de fogo contra pessoa, atingindo e neutralizando o agressor”. O atacante foi socorrido e conduzido ao Hospital de São José, em Lisboa, onde foi operado, encontrando-se vivo, detido e sob a custódia da polícia.

(*) Centro Ismaelita de Lisboa foi fundado há mais de 20 anos, é a entidade supranacional que representa os ismaelitas, um ramo minoritário do xiismo, a única comunidade muçulmana liderada por um Imã vivo, com descendência direta do profeta Maomé, o príncipe Karim Aga Khan. Em todo o mundo, a comunidade ismaili conta com, aproximadamente, 15 milhões de pessoas. Em Portugal são cerca de 8 mil.  As suas iniciativas não se esgotam na religião e vão desde o ensino até à integração de refugiados.

(**) Abdul Bashir, o suspeito do atentado ocorrido ontem no Centro Ismaili, em Lisboa, é refugiado afegão, terá 34 anos (sujeito a confirmação), é viúvo, com três filhos menores. Terá perdido a mulher, num campo de refugiados na Grécia, onde esteve antes de se estabelecer em Portugal há pouco mais de um ano. O pedido de asilo data de dezembro de 2021. Omed Taeri, da Associação da Comunidade Afegã em Portugal, revela que o suspeito contactou a associação por estar preocupado por não ter onde deixar os filhos de 9, 7 e 4 anos, no caso de arranjar trabalho. Taeri afirma ainda que o suspeito estava traumatizado pela perda da mulher. O homem estava a viver na zona de Odivelas e deslocava-se com frequência ao Centro Ismaili onde recebia apoio. O Centro presta apoio à comunidade de refugiados em Portugal.

(***) Mariana Jadaugy, de 24 anos, licenciada em Ciências Políticas e Relações Internacionais pela Universidade Nova de Lisboa e com mestrado na mesma área feito no Instituto Superior de Economia e Gestão da Universidade de Lisboa, era "apaixonada pelas relações internacionais, desenvolvimento e uma comunicadora alegre". Para além do seu trabalho na fundação FOCUS, trabalhou ainda como voluntária na ReFood duante um ano.

(****) Farana Sadrudin, de 49 anos, formada em Engenharia pela Escola Superior de Tecnologia de Setúbal, era sobrinha do representante diplomático do Imamat Ismaili em Portugal, Nazim Ahmad, e foi também representante da comunidade ismaelita em Madrid. Para além disso, foi também membro do Conselho de Subsídios e Revisão e Membro do Conselho de Conciliação e Arbitragem por Portugal na Comunidade Ismaili. Trabalhava desde dezembro de 2021 na Fundação FOCUS - Assistência Humanitária, onde desempenhava funções de gestora de processo de integração orgânica dos refugiados.


Gonçalo G. MouraPrimeiro atentado islâmico em Portugal... é o que dá a política de portas abertas e sem qualquer modelo de integração...
Bernardo Sá Nogueira MergulhãoLá se começa a ir nosso melhor activo, segurança.
Gonçalo G. MouraBernardo Sá Nogueira Mergulhão onde esse já foi... só gangues de favelados a polícia já monitoriza algumas centenas...
David RibeiroMuito bem esteve a PSP perante este ataque hediondo nas instalações do Centro Ismaili em Lisboa.
Carlos Miguel Sousa - Um rapaz de 34 anos, com três filhos, perde a mulher num campo de refugiados na Grécia, é aceite em Portugal, e ninguém o acompanha... A preocupação de não ter a quem deixar os 3 filhos durante o dia, o impede de trabalhar, apesar de ser essa a sua vontade. O pobre veio parar à sociedade mais medíocre & hipócrita no sul da Europa. Os únicos que o ajudaram foram as suas vitimas. O resto é consequência.
Avelino Oliveira...é a terra deles 🤣🤣... o Afonso Henriques é que lhe a tirou... 🤣🤣

 

  13h36 de 28mar2023 - Embora ainda não sejam conhecidas as motivações do ataque desta terça-feira, o que é certo é que o ataque ocorreu em pleno Ramadão, um dos momentos mais importantes do ano para os muçulmanos. Este ano, o mês do Ramadão começou a 22 de março e prolonga-se até 21 de abril. Trata-se do nono mês do calendário islâmico e é marcado pelo jejum e pela oração.

  14h11 de 28mar2023 - No Twitter, o primeiro-ministro António Costa, reitera o que já tinha dito, horas antes, aos jornalistas: além de manifestar “solidariedade e pesar” à comunidade ismaelita e às famílias das vítimas, salienta a resposta pronta da PSP. E volta a dizer que é “prematuro fazer qualquer interpretação sobre as motivações deste ato criminoso”. “Devemos aguardar pelo resultado das investigações”, acrescentou.

  18h07 de 28mar2023
Captura de ecrã 2023-03-28 193028.pngÀ saída do Centro Ismaili e após manifestar “as condolências do Estado português” à família das duas vítimas, Marcelo Rebelo de Sousa afirmou que ainda é “prematuro tirar conclusões” do ataque de hoje. Para o Presidente da República, é claro que este foi um “ato isolado” com motivações “psicologicamente isoladas”, “num determinado quadro pessoal e familiar”, de uma pessoa que era “apoiada” e “conhecida” no centro. “Não queria ir mais longe, mas há pessoas que, na vida, num determinado momento são determinadas por motivos pessoais e reagem de uma determinada maneira. Mas nada justifica um ato criminoso como este”, acrescentou, em declarações aos jornalistas. Elogiando a rápida atuação das autoridades, que dizem ter demorado um minuto a chegar ao local, Marcelo considerou que “podem ter poupado consequências de maior” — nomeadamente um maior número de vítimas mortais. O Presidente da República disse ainda que “de um ato isolado não é possível retirar generalizações” porque é “injusto e precipitado” para a comunidade Ismaili, que espera que continue a “ser tão generosa com portugueses e não portugueses e a prestar um serviço tão importante”. 

  Al Jazeera 28mar23023
Captura de ecrã 2023-03-28 204712.png

  18h54 de 28mar23023 - Uma fonte da Polícia Judiciária diz ao Expresso que ainda é cedo para se retirarem conclusões sobre as motivações do autor do ataque ao Centro Ismaelita, em Lisboa, porque o suspeito só há pouco saiu do bloco operatório do Hospital de São José, onde foi submetido a uma intervenção após ter sido ferido por um disparo de um agente da PSP.

  23h03 de 28mar2023Crime de terrorismo afastado a 90%. PJ não detetou mensagens de ódio, mas suspeito tinha viagem marcada para esta quarta-feira com destino a Zurique. Em coma induzido após a operação, só será levado à presença do juiz após alta clínica.

 

  10h25 de 29mar2023
naom_5bd322f27da5c.jpgO diretor nacional da Polícia Judiciária, Luís Neves, garantiu esta quarta-feira que "não há um único indício" de terrorismo, no ataque cometido no Centro Ismaili, em Lisboa. Luís Neves aponta a um "momento de surto psicótico" por parte do cidadão afegão, que acabou por matar duas pessoas nesta terça-feira, em Lisboa. "Logo após o conhecimento destes factos, foi ativada a unidade de coordenação anti-terrorista, na perspetiva de aportar mais e melhor informação. Relativamente aos factos, ainda não passaram 24 horas, o que podemos dizer é que estão afastadas todos os sinais de que possamos estar aqui perante um crime terrorista, está praticamente afastado. Estamos a falar de dois crimes graves. No dia de ontem e toda a noite, a PJ trabalhou na perspetiva de poder dizer se estávamos perante um facto de natureza terrorista ou de crime comum, pois isto mudava tudo. Mas estamos perante a prática de um crime de natureza comum, sustentamos isto com o mapeamento da vida desta pessoa, quer no seu território de origem, na Grécia, ou entre nós, onde está desde 2021. De tudo o que foi recolhido, não há o mínimo indício ou sinal que estamos perante a radicalização de uma pessoa", disse Luís Neves, que salientou ainda haver "respostas por dar". "Vamos continuar a trabalhar, mas no essencial o que queremos dizer é que não há indícios que aponte para terrorismo e todos os indícios apontam para um crime de natureza comum e o que pode estar aqui é um momento de surto psicótico, mas isso só uma perícia psiquiátrica poderá avaliar", salientou, confirmando que as autoridades já falaram com Abdul Bashir. "Já falámos com o autor da prática destes factos e já temos bastante informação, que vai ao encontro do que referi. Não posso falar muito mais sobre este assunto, mas posso dizer que passou por um momento psicótico, é por aí", referiu.


Isabel Sousa Braga
Surto psicótico? Onde foi arranjar a faca?
Helder FerreiraAgora quando se mata em Portugal é sempre por um surto psicótico... Portugal está a ser um porto de abrigo para todo tipo de raças que gostam de matar outros... Porque razão é que só depois de um telefonema é que veio o dito surto??? E já trazia a faca de casa porquê??? Portugal tem de abrir os olhos e não confiar nos políticos... Olho por olho... dente por dente... Viva PORTUGAL antes do 25 de Abril...
Isabel Vieira SantosSe tivesse levado um balazio certeiro, acabava se o surto psicótico e despesa para o hierárquico público. Tenho muita pena das vítimas e respectivas familias e dos filhos que agora também são vítimas.

 

  11h19 de 29mar2023Abdul Bashir foi transferido do hospital de São José para o hospital Curry Cabral, em Lisboa, por questões de segurança. O atacante do centro ismaelita está sob custódia policial e vai ter de ficar num quarto de isolamento que apenas está disponível na unidade hospitalar para a qual foi transferido. A PSP é responsável pela guarda do arguido no hospital e tomou esta decisão para garantir que não há contacto com outras pessoas. 

  15h46 de 29mar2023Há que minimizar o sofrimento destes três inocentes... de nada têm culpa. Os três filhos menores de Abdul Bashir (com 9, 7 e 4 anos de idade), que na terça-feira assassinou duas mulheres no Centro Ismaili, estão provisoriamente numa instituição, mantendo o contacto com a comunidade e as rotinas escolares, segundo fonte do centro ismaelita. “As crianças estiveram ontem a ser acompanhadas no Centro Ismaili por pessoas que as conhecem, por equipa de psicólogos e pela segurança social. A comunidade ofereceu-se para os acolher em famílias”, avança o Centro Ismaili. "A opção provisória para já foi colocá-las numa instituição onde continuam em contacto com a comunidade e a frequentar o centro mantendo rotinas escolares. A decisão definitiva será tomada mais tarde”.



Publicado por Tovi às 07:27
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sábado, 28 de Janeiro de 2023
PSP do Porto no combate à droga

Captura de ecrã 2023-01-28 092401.jpg 

A PSP regressou, nesta sexta-feira, aos bairros da Pasteleira Nova e do Pinheiro Torres, no Porto. Foi a segunda vez este mês que a Polícia realizou uma ação policial de grande envergadura em dois locais fortemente conotados com o tráfico e consumo de droga, assim como crimes de outra natureza. Desta vez, a operação centrou-se na deteção de armas de fogo. Largas dezenas de polícias, pertencentes ao Corpo de Intervenção, Grupo Operacional de Cinotecnia, Grupo de Armas e Explosivos, às Equipas de Prevenção e Reação Imediata e, entre outros, à Divisão de Investigação Criminal, concentraram-se, a partir das 18 horas desta sexta-feira, em três pontos de fiscalização no interior da Pasteleira Nova e do Pinheiro Torres. "Esta é uma operação especial de prevenção criminal. Estamos a fazer buscas a viaturas e revistas a pessoas para detetar armas de fogo", explicou o comissário Fernando Brito. 

 

  Expresso de ontem às 19h32 (Notícia completa aqui)
Apreendidas 6.500 doses de droga na Pasteleira e Pinheiro Torres desde o inicio de 2023. Foram detidas 75 pessoas desde o início do ano e só na operação de sexta-feira naquela zona da cidade a PSP apreendeu 5.000 euros relacionados com o tráfico de droga, bem como armas proibidas, nomeadamente, três 'soqueiras' e três facas de abertura automática.

 

  Os últimos dias têm sido férteis no combate ao narcotráfico

Guarda Nacional Republicana - Facebook em 27jan2023
Captura de ecrã 2023-01-28 151242.jpgA GNR, através de militares do Comando Territorial de Beja, deteve dois homens por tráfico de estupefacientes, ontem, dia 26 de janeiro, em Grândola. No âmbito de uma ação de fiscalização rodoviária na Autoestrada n.º 2 (A2) no sentido Sul/Norte, os militares da Guarda abordaram uma viatura com quatro ocupantes no seu interior, tendo o seu condutor desobedecido à ordem de paragem dos militares e iniciado uma fuga ao longo da A2, seguindo-se pelo Itinerário Complementar n.º 1 (IC1), regressando novamente à A2, onde circulou em contramão, procurando fugir à viatura da Guarda e colocando em causa a segurança rodoviária de todos quantos utilizavam a via pública. De imediato, foram desenvolvidas diligências policiais no sentido de cessar a fuga, continuando o suspeito a não acatar as ordens emanadas, sendo que foi possível intercetar a viatura em fuga já no interior da localidade de Grândola quando se despistou. No decurso da ação policial foi possível deter dois suspeitos sendo que os outros dois se colocaram em fuga apeada. Foi efetuada uma revista pessoal de segurança aos suspeitos e uma busca sumária ao veículo, apreendendo-se o seguinte: 34 quilos de haxixe, equivalente a 68 mil doses; 77 mil euros em numerário; Uma arma de fogo; Uma arma branca.

Comunicado - 28jan2023
Captura de ecrã 2023-01-28 145856.jpgA Força Aérea, a Marinha, a Autoridade Marítima e a Polícia Judiciária desenvolveram uma operação em águas internacionais a sul de Portugal, que resultou na identificação e apreensão de duas embarcações de alta velocidade, semirrígidas e equipadas com motores de elevada potência, suspeitas de transportarem produto estupefaciente. Na sequência de uma missão de rotina de patrulhamento marítimo da Força Aérea, na qual foram monitorizados movimentos suspeitos das embarcações, foi concretizada uma operação de abordagem em águas internacionais, visando as referidas embarcações que se encontravam juntas, a cerca de 60 milhas náuticas a sul de território continental. A bem-sucedida abordagem efetuada pelos meios da Marinha operada por fuzileiros, permitiu a interceção, a detenção dos tripulantes e apreensão do produto estupefaciente, haxixe. As embarcações foram conduzidas para o porto de Faro, local mais próximo da abordagem, a fim de se efetuarem as subsequentes diligências de investigação. Desta ação, resultou a apreensão de cerca de 127 fardos de haxixe, num peso total aproximado de 4.500 kg. Foram detidos 5 homens, com idade compreendidas entre 36 e os 49 anos. Os detidos serão presentes à Autoridade Judiciária competente. A investigação prossegue a cargo da Polícia Judiciária.

Conferência de imprensa do diretor da PJ de Faro
image.jpgO Diretor da Polícia Judiciária (PJ) de Faro revelou este sábado que tem sido detetado "um grande aumento" de embarcações de alta velocidade na costa sul de Portugal, admitindo a possibilidade de aguardarem por uma oportunidade para descarregarem estupefacientes. "Temos notado um grande aumento deste tipo de lanchas [semirrígidas] a determinadas milhas aqui da costa [no Algarve], funcionando quase como que um entreposto à espera da oportunidade para os descarregamentos [de droga]", disse aos jornalistas Fernando Jordão. A operação conjunta da Marinha, PJ e Autoridade Marítima Nacional foi desencadeada por uma missão aérea de rotina de patrulhamento marítimo da Força Aérea, depois de os militares "monitorizarem movimentos suspeitos" de duas embarcações a cerca de 60 milhas náuticas [cerca de 111 quilómetros] a sul de Portugal. As embarcações semirrígidas e equipadas com motores de elevada potência, com 127 fardos de haxixe a bordo, foram intercetadas por fuzileiros da Marinha Portuguesa. Segundo Fernando Jordão, os detidos com idades entre os 36 e 49 anos, têm nacionalidade marroquina (três), espanhola (um) e portuguesa (um), "e estarão certamente envolvidos ao nível do transporte da droga para Portugal ou Espanha, conforme a oportunidade". Por seu turno, o Comandante da Zona Marítima do Sul, Rui Santos Pereira, precisou aos jornalistas que as duas embarcações foram intercetadas pelos fuzileiros por volta das 15h00, sem que os tripulantes tivessem oferecido resistência. "Detetámos as duas embarcações paradas, mas uma ainda tentou pôr-se em fuga, mas acabou por não o conseguir", notou aquele capitão-de-mar-e-guerra. Já o porta-voz da Força Aérea Portuguesa, coronel Bernardo da Costa, realçou o sucesso da operação, escudando-se, contudo, "no sigilo das operações militares" para adiantar pormenores acerca da atuação daquela força militar. "As nossas tripulações, bem preparadas, muito experientes, merecem claramente que reconheçam o trabalho que fazem, mas eles percebem melhor do que ninguém que o sigilo da operação permite-nos continuar a fazer este tipo de missões com este resultado", referiu.



Publicado por Tovi às 09:24
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sábado, 19 de Novembro de 2022
Discurso de ódio das polícias nas redes sociais

image.jpg

  JN de 17nov2022 às 21h37
A Procuradoria-Geral da República (PGR) abriu um inquérito à queixa apresentada pela Direção Nacional da PSP relativa à publicação, por agentes das forças de segurança, de mensagens nas redes sociais com conteúdo discriminatório e que incitam ao ódio.
"Confirma-se a instauração de inquérito sobre a matéria. Corre termos no DIAP [Departamento de Investigação e Ação Penal] de Lisboa", disse a PGR em resposta à Lusa. Em comunicado divulgado na quarta-feira, a Direção Nacional da Polícia de Segurança Pública (PSP) adiantava a participação às autoridades judiciais dos indícios divulgados por uma investigação jornalística, nomeadamente "conteúdos escritos e frases aparentemente publicados em redes sociais fechadas e alegadamente atribuídos [...] a alguns polícias da PSP". A PSP referia que desde 2019 se registaram seis condenações disciplinares e que há nove processos disciplinares em instrução "por indícios (...) da prática de comportamentos racistas, xenófobos ou de incitamento ao ódio, no desempenho de funções ou por comentários censuráveis nas redes sociais". Um consórcio de jornalistas de investigação divulgou esta quarta-feira ao fim do dia que mais de três mil publicações de militares da GNR [Guarda Nacional Republicana] e agentes da PSP, nos últimos anos, mostram que as redes sociais são usadas para fazer o que a lei e os regulamentos internos proíbem. Segundo a mesma investigação, todos os agentes e militares da PSP e da GNR que escreveram estas frases nas redes sociais estão no ativo. "Muitos deles usam o seu nome verdadeiro e os seus perfis pessoais para fazer ameaças e praticar uma longa lista de crimes públicos, bem como dezenas de infrações muito graves aos seus códigos de conduta e estatuto profissional", prossegue. No comunicado, a PSP esclarecia que comunica sempre às autoridades judiciais indícios de "práticas, atitudes, afirmações, comportamentos xenófobos, racistas ou de incitamento ao ódio" e que atua disciplinarmente quando os infratores são polícias. A Direção Nacional da PSP referiu também que entende que a melhor forma de "combater as condenáveis tendências e desvios racistas, xenófobos ou incitadores do ódio é atuar e responsabilizar os seus autores", salientando que "de nenhuma forma caracterizam o universo dos polícias da PSP", e defendendo que se deve evitar "formular generalizações que afetem negativamente a imagem e a reputação" da instituição. A PSP salientou que todos polícias, enquanto agentes da autoridade pública, estão vinculados a um conjunto de direitos e deveres, acrescentando que existem orientações para a utilização das redes sociais. Um despacho interno estabelece ainda que são "proibidas, nomeadamente, tatuagens corporais que contenham símbolos ou desenhos que tenham natureza partidária, extremista, sexista ou racista, sendo este, igualmente, um fator eliminatório no processo de recrutamento para a PSP", acrescentou. Onze elementos da PSP, GNR e SEF foram alvo de processos disciplinares por racismo ou ódio nos últimos quatro anos, existindo ainda 18 casos pendentes na Inspeção-Geral da Administração Interna (IGAI), revelou hoje o Ministério da Administração Interna. Já hoje vários partidos pediram a audição do ministro da Administração Interna e da IGAI no Parlamento.

 

  CNN Portugal de 17nov2022 às 22h01
A CNN Portugal falou com um constitucionalista e com um advogado penalista para perceber o que permitem os estatutos das forças de segurança e qual deve ser a posição dos partidos nesta questão. Ambos não têm dúvidas de que há matéria para uma investigação criminal. O veredicto é claro: os membros das forças de segurança não podem ser militantes de um partido. Esta posição é defendida tanto pelo constitucionalista Pedro Bacelar de Vasconcelos como pelo advogado penalista Paulo Saragoça da Matta, em declarações à CNN Portugal. A propósito da investigação realizada por um consórcio de jornalistas portugueses que deu conta de que quase 600 operacionais das forças de segurança usaram as redes sociais para divulgar conteúdos de ódio e que vários terão ligações ao Chega, Pedro Bacelar de Vasconcelos é perentório: "A intervenção militante dos membros das forças de segurança não é compatível com a garantia da ordem e da segurança dos cidadãos", uma vez que isso põe em causa a sua "isenção" e é "uma limitação ao nível da segurança que podem oferecer à sociedade, onde desempenham uma função de especial importância e seriedade". "Uma filiação partidária, incluindo uma intervenção política ativa, não é própria nem é admissível em forças de segurança no exercício, enquanto estiverem no ativo das respetivas instituições. Claro que, se pretenderem fazê-lo, devem desvincular-se para livremente exercerem direitos que estão na órbita do seu estatuto cívico, mas que não são compatíveis com as funções que desempenham", sublinha Pedro Bacelar de Vasconcelos, antigo presidente da comissão parlamentar para os Assuntos Constitucionais, Direitos, Liberdades e Garantias. (Notícia completa aqui)


Tags: , ,

Publicado por Tovi às 07:09
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sábado, 5 de Novembro de 2022
Cães perigosos e potencialmente perigosos

Captura de ecrã 2022-11-04 091533.jpg

 
CÃES PERIGOSOS - O DL n.º 315/2009, de 29 de outubro define como perigoso qualquer animal que:
1 - Tenha mordido, atacado ou ofendido o corpo ou a saúde de uma pessoa.
2 - Tenha ferido gravemente ou morto outro animal fora da propriedade do detentor.
3 - Tenha sido declarado como tal pelo seu detentor à junta de freguesia da sua área de residência.
4 - Tenha sido considerado como tal pela entidade competente devido ao seu comportamento agressivo ou especificidade fisiológica.
 
CÃES POTENCIALMENTE PERIGOSOS - O DL n.º 315/2009, de 29 de Outubro define como potencialmente perigoso qualquer animal que, devido às características da espécie, comportamento agressivo, tamanho ou potência de mandíbula, possa causar lesão ou morte a pessoas ou outros animais, nomeadamente os cães pertencentes às seguintes raças, ou resultantes de cruzamentos com elas:

Dogue Argentino - Cão forte e robusto; Utilizado como cão-polícia em alguns países da América do Sul; Origem – Argentina; Altura 61-68cm: Peso 37-45Kg. 
Rottweiler – Considerado um dos cães mais fortes do mundo; Origem: Alemanha; Altura58-69cm; Peso 41-50Kg. 
Shafforshire Terrier Americano – Originalmente criado como cães de luta; Muito leais aos donos: Origem: EUA; Altura 43-48cm; Peso 25-35Kg. 
Shafforshire Bull Terrier – Originalmente criado como cães de luta; Grande agilidade e inteligência; Origem: Grã-Bretanha; Altura 36-41cm; Peso 11-17Kg. 
Tosa Inu - Cão de companhia e guarda; Distingue-se pela sua estrutura; Origem: Japão; Altura 55-60cm; Peso 45-90Kg. 
Pit Bull Terrier – Inicialmente criado para lutas entre cães; Associado a ataques violentos; Proibido de entrar em alguns países; Origem: EUA; Altura 45-55cm; Peso 17-37Kg. 
Cão de Fila Brasileiro - É veloz e possuidor de excelente faro; Origem: Brasil; Altura 61-76cm; Peso 41-50Kg. 


Tags: , ,

Publicado por Tovi às 07:57
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos (1)

Quinta-feira, 2 de Junho de 2022
P r e o c u p a n t e ! . . .

Captura de ecrã 2022-06-01 113811.jpg

  JN 31mai2022 14h06A Polícia Judiciária (PJ) deteve um dos dois suspeitos que tentaram matar um homem, em junho do ano passado, na Rua Cidade do Recife, no Bairro do Viso, Porto, ao que tudo indica por questões de tráfico de droga. A tentativa de homicídio ocorreu a 26 de junho de 2021 e resultou de um desentendimento entre o detido, um amigo do mesmo e a vítima. Os suspeitos deslocaram-se ao Bairro do Viso, surpreendendo a vítima, disparando vários tiros contra a mesma, atingindo-a na perna esquerda.

  JN 31mai2022 15h02Um homem de ascendência cabo-verdiana, com 35 anos, morreu baleado esta madrugada de terça-feira, no Seixal. A vítima, que residia na Amadora, foi atingida com dois tiros nas costas. O homicídio ocorreu perto da meia-noite no bairro da Quinta da Princesa. A vítima encontrava-se na via pública, na rua Cidade de Maputo, quando foi atingida mortalmente com dois tiros nas costas.

  JN 1jun2022 10h21A Polícia Judiciária deteve dois suspeitos das agressões a um jovem fafense, de 24 anos, na madrugada de domingo, à porta de uma discoteca na Zona Industrial do Socorro, em Fafe. Os jovens envolveram-se numa rixa e a vítima continua internada no Hospital de Braga com prognóstico reservado. Os jovens detidos, de nacionalidade brasileira, têm 19 e 27 anos e são suspeitos da prática de um crime de homicídio qualificado na forma tentada e de um crime de ofensa à integridade física qualificada.

  JN 1un2022 18h23Um elevado número de militares de várias valências da GNR estão envolvidos, desde a noite de terça-feira, numa operação no âmbito de um processo relacionado com o tráfico de estupefacientes para cumprimento de cinco mandados de detenção, nove buscas domiciliárias e 15 não domiciliárias, fruto de um trabalho de investigação do Núcleo de Investigação Criminal de Mirandela. Até ao momento, foram detidas seis pessoas (cinco homens e uma mulher) que as autoridades acreditam pertencer a uma rede de tráfico de droga que operava em vários concelhos do Norte do país, sendo que o epicentro era no concelho de Mirandela (distrito de Bragança).

  JN 1jun2022 18h31Cláudio P., o estudante de 17 anos que foi detido pelo homicídio de Diogo Pereira e por ter baleado um amigo deste, num bar em Gandra, Paredes, vai aguardar julgamento em prisão preventiva, por decisão do juiz de instrução criminal do Tribunal de Penafiel. Foi a proposta do Ministério Público (MP) e o juiz concordou. Tal como não tinha prestado declarações nas instalações da Polícia Judiciária, onde se entregou anteontem, Cláudio também optou pelo silêncio perante o juiz.

  CM 2jun2022 08h50 - A PSP iniciou na manhã desta quinta-feira uma megaoperação no bairro da Ameixoeira, no concelho de Lisboa, e também o cumprimento de buscas domiciliárias nos concelhos da Amadora e Odivelas. Esta acção visa especialmente a deteção e apreensão de armas de fogo ilegais e a identificação e detenção de suspeitos da prática de crimes. A operação que teve início pelas 07h00 resultou até ao momento, na detenção de duas pessoas, na apreensão de armas de fogo ilegais e no resgate de um cão que se encontrava com ferimentos considerados graves. Segundo o comissário Tiago Mota, as detenções, de dois homens, ocorreram nos concelhos de Lisboa e Odivelas. Pelas 08h50 a megaoperação estava quase concluída, sendo ainda apreendidas dezenas de munições e cartuchos. 

  JN 2jun2022 14h19Polícia Judiciária deteve um suspeito por assalto à mão armada de uma loja de câmbio na Costa da Caparica, no qual houve intervenção dos bombeiros. O assalto deu-se na tarde de 5 de janeiro e o suspeito fugiu quando foi acionado o alarme de incêndio. No dia do assalto, o suspeito entrou na loja situada na Rua dos Pescadores, na Costa da Caparica, disfarçado com um boné, luvas e máscara cirúrgica. No interior, apontou uma arma à funcionária exigindo o dinheiro. A vítima acionou de imediato o alarme que lançou uma nuvem de fumo dentro da loja. Assustado, o arguido colocou-se em fuga. Populares deram o alerta para incêndio, o que motivou a presença de bombeiros, mas estes acabaram por regressar ao quartel. O suspeito foi agora detido pela Unidade Nacional de Combate ao Terrorismo da Polícia Judiciária e na sua casa foram apreendidos vários telemóveis e cerca de 1700 euros em numerário.

  CM 2jun2022 14h57Um homem de 28 anos foi baleado nesta quinta-feira, na rua de Angola, em Odivelas. Pelo menos dois disparos foram efetuados através de um carro que estava em andamento. A vítima foi atingia num dos braços e transportada para o Hospital Beatriz Ângelo. O alerta foi dado pelas 13h33 da tarde. A PSP preservou o local do crime e as autoridades estão a investigar o caso e tentam localizar os suspeitos.

  JN 2jun2022 15h09Dois jovens, de 14 e 17 anos, foram detidos pela PSP, na estação da CP de Carcavelos, depois de terem agredido e ameaçado com uma faca duas pessoas. Os presumíveis assaltantes foram detidos, na segunda-feira, cerca das 15 horas, por agentes da Divisão Policial de Cascais. Após o alerta, os polícias rapidamente chegaram à estação de Carcavelos. Ali recolheram as informações necessárias sobre os suspeitos junto de testemunhas e intercetaram nas imediações dois jovens que correspondiam às características fornecidas. Na sua posse, os jovens tinham um telemóvel cuja proveniência não souberam justificar.

  JN 2jun2022 22h11Ficam em prisão preventiva cinco dos 19 indivíduos detidos pela GNR, na segunda-feira, durante a megaoperação lançada pelo Comando do Porto, na zona Norte, para desmantelar uma rede criminosa organizada que se dedicava ao assalto e sequestro de idosos, entre outros crimes. As medidas de coação foram aplicadas pelo Tribunal de Instrução Criminal (TIC) do Porto, nesta quinta-feira. Segundo o JN apurou, o TIC aplicou ainda a medida de coação de prisão domiciliária a outros três indivíduos. Um outro suspeito foi conduzido à cadeia, uma vez que sobre ele pendia um mandado de detenção para cumprimento de cinco anos de prisão efetiva pelo crime de tráfico de estupefacientes.

 

 Crimes sexuais contra menores é um outro flagelo
A Polícia Judiciária (PJ) registou cerca de 700 investigações a crimes sexuais contra menores no primeiro trimestre de 2022, revelou hoje o diretor nacional adjunto da PJ, Carlos Farinha, sublinhando terem sido identificadas 497 novas vítimas neste período. "Se quisermos fazer médias, temos 5,2 novas vítimas por dia, o que significa a cada 4-5 horas por dia, o que significa que quando chegarmos ao fim desta conferência teremos tido mais duas vítimas... para percebermos o impacto desta realidade", referiu o responsável da Judiciária, que assinalou ainda a continuação de uma tendência de vítimas do sexo feminino e agressores do sexo masculino.

 

  Relatório Anual de Segurança Interna de 2021
Crimes cometidos por jovens entre os 12 e os 16 anos subiram 7,3% em 2021, o segundo maior aumento da década. Associado a este fenómeno a criminalidade grupal voltou também a crescer (7,7%). O Relatório Anual de Segurança Interna regista uma subida de 0,9% da criminalidade geral participada mas uma descida de 6,9% na criminalidade violenta e grave. As polícias tiveram menos gente para combater o crime, mas fizeram mais detenções.


Tags: , , , , ,

Publicado por Tovi às 08:33
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Quarta-feira, 11 de Maio de 2022
Todos muito jeitosos... alegadamente

Captura de ecrã 2022-05-10 094401.jpg
(À esquerda a vítima, Igor Silva; à direita o eventual agresso, Renato Gonçalves)

 

  10mai2022 – Comunicado da PJ
A Polícia Judiciária, através da Diretoria do Norte, identificou e deteve na noite do dia de ontem, 09.05.2022, um homem pela prática do crime de homicídio qualificado.
Os factos ocorreram na madrugada do dia 08.05.2022, na cidade do Porto, em retaliação por uma sucessão de agressões que, desde janeiro deste ano, vinham ocorrendo entre o arguido, familiares deste e a vítima.
Na ocasião, um grupo de indivíduos, de entre os quais o arguido, perseguiu a vítima, alcançando e agredindo a mesma com murros e pontapés.
Dada a intervenção de alguns populares, que foram igualmente agredidos, a vítima logrou afastar-se do local, vindo a ser surpreendida pelo arguido, o qual, munido de uma arma branca de dimensões significativas, a atingiu repetidamente e com extrema violência, provocando-lhe a morte.
Em ato contínuo, todo o grupo agressor dispersou, tendo-se o arguido colocado em fuga.
Pese embora o contexto de enorme confusão em que os factos ocorreram e a existência de diversa informação errada transmitida, foi possível, em resultado de um trabalho ininterrupto e exaustivo de recolha de prova, reunir em menos de 48 horas elementos indiciários e, simultaneamente, localizar e deter o presumível autor das agressões mortais.
O detido, de 19 anos, empregado de limpeza, sem antecedentes criminais, vai ser presente a primeiro interrogatório judicial para aplicação das medidas de coação tidas por adequadas.

  Poliana Ribeiro, advogada do arguido Renato Gonçalves, o principal suspeito da morte de Igor Silva durante os festejos do título de campeão nacional do F. C. Porto, esclareceu entretanto que na madrugada de 10mai2022 o seu cliente foi detido depois de se ter entregado "voluntariamente" nas instalações da Polícia Judiciária do Porto cerca da 1 hora. "Foi com um familiar. Estava previsto entregar-se ao longo do dia desta terça-feira, mas, para evitar o aparato e confusão, preferiu durante a noite", acrescentou.

  Renato Gonçalves, o principal suspeito da morte de Igor Silva, na Alameda do Dragão, tem 19 anos. Foi pai há cerca de dois meses e disse às autoridades que era empregado de limpeza. Renato é filho de um dos mais proeminentes membros da claque dos Super Dragões, Marco "Orelhas", que se tornou famoso por ter dado uma joelhada na cabeça a um árbitro durante um jogo do Canelas, em maio de 2017. Apesar de ainda não ter sequer completado 20 anos, Renato foi pai de um bebé há cerca de dois meses e já está referenciado pela PSP pela participação em desacatos. Tal como o pai, Renato também faz parte dos Super Dragões e jogou futebol. Quem se lembra dele no campo diz que, ainda miúdo, já era conhecido pela forma agressiva de jogar e que frequentemente costumava dizer que era filho do Marco "Orelhas" para intimidar os adversários. Agora, Renato apresentava-se nas redes sociais como lutador de UFC (artes marciais mistas) e trabalhador da empresa Super Dragões. Na sua página do Facebook, encontram-se várias fotos em que aparece junto ao pai, em momentos de descontração nas férias e em jogos do F. C. Porto.

  É provavel que tenha sido assim: Os dois jovens tinham um historial de desavenças. Renato provocou estragos num bar do Porto onde o irmão de Igor é segurança. Depois, Igor agrediu Renato e a irmã na Queima das Fitas; a mãe de Renato ameaçou depois a mãe de Igor; em pleno Estádio da Luz, durante o Benfica-FC Porto, Igor agrediu Marco ‘Orelhas’, em frente a todos os membros dos Super Dragões. Como é que teve lugar o homicídio? “Eram mais de  20 pessoas a correr entre a multidão e a gritar ‘abram alas, abram alas’. Vieram diretos ao Igor, com facas e outras armas brancas e deram-lhe até o matar. Já o rapaz estava no chão, todo desfigurado, o filho do Marco ‘Orelhas’ pôs-se em cima dele e deu-lhe várias facadas no peito, depois fugiram todos”. Igor, natural do bairro do Ramalde, ainda saiu vivo da Alameda das Antas, mas morreu a caminho do Hospital São João.

  Renato Gonçalves, o jovem de 19 anos que esfaqueou mortalmente Igor Silva na festa do título de campeão nacional do F. C. Porto foi colocado em prisão preventiva no final de tarde desta terça-feira. A decisão foi tomada pelo Tribunal de Instrução Criminal do Porto, onde Renato foi interrogado por um magistrado durante a tarde de ontem.

 

  Homicida na festa do FC Porto confessa crime e chora
'Correio da Manhã' avança que Renato diz que a culpa não foi dele. A faca era de Igor, que o queria matar. Envolveram-se em luta e esfaqueou-o. Um herói na rua, um cordeiro na Polícia Judiciária. O Correio da Manhã escreve esta quarta-feira que foi assim que reagiu Renato Gonçalves, o filho de Marco ‘Orelhas’, o jovem de 19 anos preso por matar Igor Silva, na festa de comemoração do FC Porto. Renato não aguentou a pressão e segunda-feira à noite - horas depois da sua fotografia ter sido divulgada pela CMTV - falou com os inspetores. Percebeu que eles sabiam que se escondia em casa do tio e que em poucas horas seria preso. Estava cercado.

 

  O Tribunal de Instrução Criminal do Porto revelou esta quarta-feira que existe uma efetiva guerra de grupos na origem da morte de Igor Silva, o adepto do FC Porto brutalmente assassinado durante os festejos dos dragões. No despacho que colocou Renato Gonçalves, de 19 anos, em prisão preventiva o juiz revela que o homicida confessou ter dado uma facada pelas costas à vítima e que depois fugiu. No entanto, o despacho destaca ainda que a investigação tem indícios suficientes de que Renato esfaqueou Igor "repetidamente". Renato Gonçalves está por isso indiciado de homicídio qualificadoA gravidade do crime e o alarme social, mas principalmente a guerra de grupos rivais, entre o lado de Igor Silva e do pai de Renato, Marco ‘Orelhas’, justificam a prisão preventiva.

 

  Só nos faltava mais esta...
Captura de ecrã 2022-05-11 171507.jpg
  Vídeo mostra momentos de tensão vividos durante a tarde no Bairro do Cerco no Porto. Segundo imagens a que a CMTV teve acesso vê-se o momento de tensão vivido esta tarde de quarta-feira no Bairro do Cerco, no Porto. O vídeo mostra dois homens com o que parecem ser caçadeiras. Ao mesmo tempo passam duas viaturas da PSP. O alvo dos disparos terá sido a casa da mãe de Marco 'Orelhas', a avó de Renato Gonçalves, suspeito da morte de Igor Silva ocorrida durante os festejos do FC Porto. Segundo apurou o Correio da Manhã, os indivíduos com as caçadeiras nas mãos não terão sido os autores dos disparos ouvidos mas terão surgido em defesa de amigos.



Publicado por Tovi às 07:32
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Mais sobre mim
Descrição
Neste meu blog fica registado “para memória futura” tudo aquilo que escrevo por essa WEB fora.
Links
Pesquisar neste blog
 
Julho 2024
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


Posts recentes

Assim vai o mundo do tráf...

Ventura apela aos polícia...

Onda de assaltos contínua...

Casa Pia 0 - 0 Boavista

"Operação Pretoriano" vis...

Assaltante morreu em tiro...

Ativistas do clima... ist...

O flagelo dos toxicodepen...

É um problema grave... ma...

Duas mortes em ataque no ...

PSP do Porto no combate à...

Discurso de ódio das polí...

Cães perigosos e potencia...

P r e o c u p a n t e ! ....

Todos muito jeitosos... a...

Morreu um agente da PSP v...

O flagelo do tráfico de d...

Um elemento de segurança ...

Violência no Porto… e a c...

Vandalismo no Parque da P...

Arquivos
Tags

todas as tags

Os meus troféus