"Devido à velocidade da luz ser superior à do som, algumas pessoas parecem inteligentes até as ouvirmos."

Sábado, 18 de Setembro de 2021
E assim vai o Afeganistão com os Talibã

  A Ministra das Relações Exteriores holandesa, Sigrid Kaag, acaba de se demitir do cargo na última quinta-feira (16set), após ter recebido fortes críticas do parlamento sobre a forma como tratou a crise afegã, agindo demasiado tarde relativamente à evacuação dos funcionários da embaixada dos Países Baixos em Cabul, deixando-os em "grave perigo" quando os militantes Talibã tomaram o controle do Afeganistão.
242249932_10220291190257775_1900910335632278941_n.

  Um dia após a saída da ministra das Relações Exteriores da Holanda a Ministra da Defesa holandesa também renunciou, devido à forma como o governo lidou com as evacuações do Afeganistão.
242210380_10220294332216322_8177283294507193084_n.

  A comunidade internacional não deve legitimar o governo dos Talibã antes que este demonstre que respeitará os direitos humanos de todos os afegãos.
242149948_10220291295540407_8074727351707885751_n.

  Não há dúvida que o controle dos Talibã sobre todo o Afeganistão vai remodelar o Oriente Médio por muitos anos e já podemos considerar que foi uma vitória do Paquistão e um novo âmbito de oportunidades para a China, enquanto o papel dos EUA passará a ser mínimo. Se houver uma luta geopolítica pelo Afeganistão, vamos ver o Paquistão e a China de um lado e a Índia, o Irão e a Rússia do outro.
242177581_10220293303710610_5512881792301358885_n.

  Desde que os Talibã reivindicaram "controle total" sobre o Vale Panjshir no nordeste do Afeganistão no início deste mês, o grupo tem vindo a ser acusado de "atrocidades generalizadas", forçando muitos afegãos a fugir da província, o último enclave remanescente de resistência contra o governo instalado em Cabul.
242233749_10220294347376701_7018476134888420414_n.

  Contado ninguém acredita… mas é verdade: Os governantes Talibã do Afeganistão criaram um ministério para a "Propagação da Virtude e a Prevenção do Vício" no prédio que antes abrigava o Ministério dos Assuntos da Mulher.
Captura de ecrã 2021-09-18 163217.jpg

 Segundo meios de comunicação social iranianos duas explosões atingiram hoje (18set2021) a capital do Afeganistão, uma das quais deixou várias pessoas feridas. A primeira explosão ocorreu em Dasht-e-Barchi, um distrito de Cabul, provocando vários feridos. A segunda explosão registrou-se num outro bairro do mesmo distrito e, por enquanto, não há informações sobre feridos.
Captura de ecrã 2021-09-18 164507.jpg




Domingo, 5 de Setembro de 2021
Dos talibã aos talibã – a obra sangrenta da NATO

Captura de ecrã 2021-09-03 183557.jpg
José Goulão, jornalista português que fez carreira na área de política internacional, especialmente nas questões do Médio Oriente, publicou no passado dia 2 de setembro n’ “O Lado Oculto/AbrilAbril” um interessante artigo de opinião - «Dos talibã aos talibã – a obra sangrenta da NATO» - do qual destaco o seguinte:

  Vinte anos, centenas de milhares de vítimas humanas, 2,23 biliões de dólares depois deixa um país destroçado, o sétimo mais pobre do mundo, com 47% da população abaixo do nível de pobreza e três quartos do orçamento do governo dependente da ajuda internacional; as únicas actividades económicas são a corrupção da elite colaboracionista e a exportação de ópio, responsável por mais de 80% da heroína comercializada ilegalmente no mundo.

  Verdade seja dita que a NATO perdeu, mas o mesmo não aconteceu com alguns dos seus principais patrocinadores: o valor das acções dos cinco mais importantes negociantes de guerra dos Estados Unidos cresceu 58% em 20 anos.

  Há também indícios comprovados de que os Talibã estão a negociar uma alargada coligação de governo, no mínimo para criar uma situação em que um novo executivo em Cabul seja reconhecido internacionalmente, uma hipótese remota para não ficar sujeito à asfixia financeira preparada pelos Estados Unidos: congelamento dos 9,4 mil milhões de dólares de reservas do Banco Central Afegão, cancelamento de empréstimos do FMI – autêntico instrumento da NATO – incluindo o de 460 milhões de dólares a título do combate à Covid-19, provável esbulho do ouro afegão depositado internacionalmente, como acontece em relação à Venezuela.

  As recentes visitas de delegações talibã à Rússia, à China e ao Irão revelam um esforço no sentido da estabilidade regional através da participação no processo de integração da Ásia Central e do Sul cujo principal veículo é a Organização de Cooperação de Xangai (OCX), entidade que dá corpo aos entendimentos entre Moscovo e Pequim.

  A Rússia preza sobretudo a estabilidade em países vizinhos do Afeganistão como o Usbequistão, o Tajiquistão e o Turquemenistão. A China pretende defender os investimentos que tem vindo a fazer no Afeganistão, nomeadamente na actividade mineira, na construção da autoestrada que vence a mítica passagem do Khyber, e na extensão ao território afegão do eixo entre o território chinês e o Paquistão integrado na Iniciativa Cintura e Estrada (ICE) ou nova Rota da Seda. Um oleoduto entre o Irão e território chinês é outro objectivo a ser equacionado, neste caso no âmbito do volumoso acordo económico estabelecido recentemente entra a China e Teerão.

 

   Artigo completo aqui



Publicado por Tovi às 07:57
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Terça-feira, 31 de Agosto de 2021
Rambo III... filme de 1988 com Sylvester Stallone
Lembram-se deste filme?... Os russos eram os maus e o e os norte-americanos, aliados aos afegãos, eram os bons. A evolução dos acontecimentos históricos é muito interessante.
8e00b3be2db13f62273fedccbcaccec7-2.jpg
Rambo está na fronteira com o Paquistão. Ao seu lado, o afegão que o ajuda a entrar no território afegão explica que muitos já haviam tentado conquistar o país e falhado: Alexandre, o Grande, Gengis Khan, o Reino Unido — e, agora, era a vez dos soviéticos.

Ele comenta então que os afegãos são um povo que luta bravamente e que nunca será derrotado: "Um antigo inimigo fez uma oração. Ela diz: 'Meu Deus, livrai-nos dos venenos das cobras, do dente do tigre e da vingança dos afegãos'. Entendeu o que significa?".
Rambo responde: "Que vocês não se rendem por nada".

 

  O último avião das forças militares dos Estados Unidos, um Boeing C-17 Globemaster III, descolou do aeroporto de Cabul às 20h29 de ontem (30ago2021), abandonando o Afeganistão após 20 anos de guerra. A bordo deste último voo que partiu do aeroporto do Cabul seguiram militares e alguns representantes diplomáticos dos EUA.
img_900x508$2021_08_28_21_35_34_1075232.jpg

 

   Já me começaram a mandar “bocas foleiras” sobre eu publicar tanta coisa sobre o Afeganistão e antes que me comecem a apedrejar, forma de mostrar descontentamento tão em uso pelos Talibã, digo-vos que é assunto que sempre me interessou e que as fontes consultadas por mim para dizer o que tenho vindo a publicar são: “Al Jazeera”, “AFP News Agency”, “BBC News”, "CNN", “Sputnik” e alguma comunicação social nacional.
istockphoto-952123226-1024x1024.jpg

Vicente Ferreira da Silva - David, não ligue e continue a escrever o que pensa.
Carla Afonso Leitão - Seja sempre igual a si mesmo! Grande David! Beijinho.
Jorge Veiga - Há sempre alguém que manda bocas, seja qual for o tema.
João Moura Cunha Barbosa - Acompanhar os temas atuais e não mandar umas bocas, é como ver um jogo de futebol sem golos.
Sofia Mexia Alves - Obrigada pelas suas publicações, muito me tem servido como fonte de informação! É sim um assunto importantíssimo, não só pelas possíveis consequências políticas, mas em especial pelo sofrimento e dor que provoca as populações em risco!
Da Mota Veiga Suzette - Gosto muito de ser informada por varias fontes para perceber melhor a raiz dos problemas.
Vale Dos Princípes - Agradeço as suas publicações, pois para mim que nem sempre vejo Tv, são fonte de informação. Como tal ... uma vez mais obrigado

 

   Afeganistão, uma fonte de riquezas minerais
As reservas minerais no Afeganistão eram avaliadas em 2010, pelo Departamento de Defesa dos EUA, em 3 triliões de USDollars. O país continua um dos mais pobres do mundo, mas os Talibã sabem bem o tesouro em minerais que têm a nível mundial. Veremos como o próximo poder político irá num futuro próximo implementar e desenvolver a mineração desta riqueza.
(Na imagem os dados representam depósitos confirmados, enquanto sua quantidade real pode ser ainda maior)
riquizas 01.jpg



Publicado por Tovi às 07:38
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Domingo, 29 de Agosto de 2021
O Afeganistão pelos olhos de um militar português

Coronel-Jorge-Torres-no-Afeganistão-768x512.jpg

Num artigo de Ana Tulha publicado no “Notícias Magazine” de 25ago2021, Jorge Torres, coronel do Exército português que no último ano foi o Representante Nacional Sénior na Resolute Support Mission, missão da NATO no Afeganistão que tinha como principais objetivos o treino, aconselhamento e assistência das forças afegãs, começa por realçar que de 2012 (primeira vez em que esteve no Afeganistão) para 2020 notou “uma evolução em termos de capacitação das forças afegãs”. Mas então como se explica que não tenham sequer sido uma posição de resistência? O atual comandante do Regimento de Infantaria 19, em Chaves, não responde diretamente à questão. Destaca, no entanto, vários aspetos que nos podem ajudar a uma leitura mais profunda. Desde logo a viragem que houve em 2014. “Até aí houve um enorme esforço feito pela comunidade internacional, no sentido de garantir que havia um ambiente seguro para que as instituições do país se levantassem e consolidassem. A partir desse ano, a liderança passou para os afegãos e a comunidade internacional passou apenas a apoiar essas estruturas. Além disso, a parte do treino e levantamento do Exército foi considerada consolidada e o trabalho passou a focar-se mais no treino das forças especiais. Depois, é preciso ver que a capacidade de um exército não é só o músculo, há outros vetores não tangíveis que são fundamentais. Um deles é a capacidade de liderança.”

 


afeganistao_mapa-738727.jpg
O Ocidente e especialmente os EUA, devem tirar ilações depois do que aconteceu no Iraque, na Líbia e agora da situação no Afeganistão. Tentar impor um sistema de valores alheio é criar situações explosivas. Há muito que se falava que os representantes do governo do Afeganistão colocavam no bolso parte da assistência internacional ou a enviavam para contas offshore. Mas insistiu-se em “apoiar” um governo corrupto e “equipar” e “treinar” forças da ordem que se borrifavam para aquilo para que tinham sido criadas. E agora?... Tudo vai depender, em primeiro lugar, daquilo que decidirem Rússia e China, bem como Paquistão, Irão, Índia e outros países asiáticos.

 


transferir.jpg
Os Estados Unidos anunciaram ontem (28ago2021) terem realizado um ataque aéreo com drone, na província afegã de Nangarhar [leste], contra membros do grupo jiadista Estado Islâmico da Província de Khorasan (ISIS-K, Daesh-K, ou ISKP na sigla em inglês) no Afeganistão, grupo rebelde que reivindicou o atentado terrorista no aeroporto de Cabul. Parece não ter havido “qualquer vítima civil” mas “matámos o alvo” (dois foram mortos, e um foi ferido), segundo o porta-voz do Comando Central dos Estados Unidos, Bill Urban.

António Conceição - Asneira da grossa. O problema do ocidente (leia-se, dos EUA) tem sido ir para o médio oriente fazer Justiça. É um erro. A nossa estratégia deve ser o fomento das rivalidades islâmicas, deixando que as várias facções se matem fraternalmente umas às outras e se entretenham entre elas. Bombardear o Daesh-K não contribui para esta estratégia. Contribui apenas para enfraquecer este grupo, dando força aos Talibãs. Isto não faz sentido. Só faria, se os talibãs fossem nossos amigos ou aliados. Não são. São nossos inimigos, como o Daesh-K. Portanto, a nossa política sensata é manter equilibrada rivalidade entre esses grupos, sem dar superioridade a nenhum.
David Ribeiro - Como já aqui disse, António Conceição, o Ocidente e especialmente os EUA, ainda não tiraram ilações depois do que aconteceu no Iraque, na Líbia e agora da situação no Afeganistão. Tentar impor um sistema de valores alheio é criar situações explosivas. E não esquecer que na região tudo vai depender, em primeiro lugar, daquilo que decidirem Rússia e China, bem como Paquistão, Irão, Índia e outros países asiáticos.
Chico Gouveia - Já se sabia que os EUA iam sair de lá por terra, mas voltariam pelo ar. Não se esperava é que fosse tão cedo.
Da Mota Veiga Suzette - Já se sabe: guerra gera guerra. Cada vez mais dicicil encontrar um caminho para a paz. A China e os Russos tem um certo interesse neste conflito e esperam conseguir disfarçar uma armadilha para os USA.

 

   Notícias de há momentos... 14h00 de 29ago2021

Segundo a "BBC", uma fonte do Ministério da Saúde confirmou que houve, de facto, uma explosão na área e terá sido causada por um rocket que atingiu uma casa perto do aeroporto. Por sua vez, a agência Reuters avança que os EUA realizaram um ataque aéreo em Cabul. O alvo seria um possível carro-bomba suicida que visava atacar o aeroporto. A "CNN" corrobora esta versão, acrescentando que uma explosão secundária significativa no veículo indicou uma quantidade substancial de material explosivo. Um porta-voz dos talibã também confirmou que o ataque aéreo dos EUA tinha como alvo um bombista-suicida suspeito, que viajava num carro, de acordo com a agência de notícias Associated Press (AP). Posteriormente veio a saber-se que dez pessoas de um bairro de Cabul, incluindo crianças, foram mortas neste ataque de drone dos EUA, tendo Washington afirmado que os combatentes do ISKP eram o alvo.
Al Jazeera 14h30 de 29ago2021 .jpg

 

   Al Jazeera, 07h40 de 30ago2021
Cerca de 500 soldados de infantaria motorizada russa estão a realizar exercícios nas montanhas do Tadjiquistão no contexto de instabilidade no vizinho Afeganistão. Todos os militares envolvidos no exercício vêm da base militar russa no Tadjiquistão, segundo informação do comando do Distrito Militar Central. Este exercício é o terceiro executado pela Rússia perto da fronteira com o Afeganistão neste mês. No mês que vem, um bloco de segurança liderado pela Rússia realizará outro exercício no Quirguistão, que abriga uma base aérea militar russa
size_960_16_9_exercito_russo.jpg



Publicado por Tovi às 07:18
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Quinta-feira, 26 de Agosto de 2021
O “negócio” dos opiáceos no Afeganistão

Captura de ecrã 2021-08-24 112023.jpg

A plantação da papoila no Afeganistão é de há muito uma produção de relevância e até hoje este país da Ásia Central continua a ser o maior fornecedor de opiáceos ilícitos do mundo, o que não deve mudar no futuro próximo com a retoma do poder pelos Talibã. A ONU estima que com este comércio de drogas só os rebeldes afegãos tenham lucrado mais de 400 milhões de dólares americanos entre 2018 e 2019, tendo em 2004 o Afeganistão sido o responsável por 86% do ópio usado em todo o mundo na produção de heroína. Outros grandes produtores são o Paquistão e a região do Triângulo Dourado (Birmânia, Tailândia, Vietname, Laos e a província de Yunnan, na China).

 

  
Captura de ecrã 2021-08-25 211349.jpgNesta quarta-feira (25ago2021), os presidentes da Rússia e da China discutiram sobre a posição dos seus países perante a situação atual do Afeganistão. Vladimir Putin e Xi Jinping estão dispostos a aumentar esforços na luta contra a ameaça terrorista e contra o tráfico de drogas no Afeganistão. Os dois líderes sublinharam a importância de ser estabelecida a paz no país em causa, bem como prevenir que sua instabilidade se propague para as regiões vizinhas. Xi Jinping, no entanto, reiterou que a China irá adotar uma posição de não-interferência, respeitando a independência e soberania do Afeganistão. O presidente russo mostrou estar de acordo, afirmando que está disposto a trabalhar com Pequim para impedir forças estrangeiras de interferir e destruir este país da Ásia Central.

O Primeiro-Ministro do Paquistão Imran Khan e o presidente russo Vladimir Putin também falaram no dia de ontem sobre o conflito do Afeganistão. Para Imran Khan um Afeganistão pacífico, seguro e estável é de vital importância para o Paquistão e para estabilidade regional.

 

   Lusa, 09h20 de 26ago2021
Na quarta-feira à noite os Estados Unidos, Reino Unido e Austrália apelaram aos cidadãos para saírem do aeroporto de Cabul devido a "ameaças terroristas", quando milhares de pessoas continuam a chegar ao aeroporto para tentar fugir do país. As pessoas que se encontram no aeroporto sobretudo "nas entradas leste e norte devem sair imediatamente", disse o Departamento de Estado norte-americano, citando "ameaças à segurança". A diplomacia australiana alertou para uma "ameaça muito elevada de ataque terrorista", enquanto Londres emitiu um aviso semelhante.

  
Captura de ecrã 2021-08-26 182406.jpgPoucas horas depois do aviso de ameaça terrorista emitido pelos EUA, Reino Unido e Austrália, duas explosões junto ao aeroporto de Cabul fizeram, pelo menos, 13 mortos, avança a imprensa internacional, que cita fontes talibã. Haverá mulheres e crianças entre as vítimas. A primeira explosão terá sido causada por um homem-bomba e a segunda ocorreu perto do Hotel Baron, em frente ao aeroporto e foi causada pela explosão de um carro. No centro das suspeitas acerca da autoria das explosões está o “Estado Islâmico - Província Khorasan” (Daesh-K), um braço da organização terrorista que está ativo no Afeganistão, e que se posiciona no terreno como um inimigo dos talibã. O jornal britânico “The Guardian” refere que o embaixador dos EUA em Cabul confidenciou a funcionários seus a existência de quatro norte-americanos mortos. O jornal “The Washington Post”, citado pela Lusa, refere que se trata de quatro fuzileiros norte-americanos.


O Pentágono acaba de confirmar, em conferência de imprensa, que pelo menos 12 militares dos EUA morreram - 11 fuzileiros dos Estados Unidos ('marines') e um médico da Marinha - esta quinta-feira, nos atentados suicidas que tiveram lugar junto ao Aeroporto de Cabul, no Afeganistão. Outros 15 militares norte-americanos ficaram feridos.

 
Segundo as últimas informações da equipa da Al Jazeera no Afeganistão, pelo menos 110 pessoas morreram nas duas explosões ocorridas no exterior do aeroporto de Cabul, incluindo 13 soldados dos EUA.

   Vejam quem é o grupo Estado Islâmico-Khorasan
Captura de ecrã 2021-08-27 140659.jpgO duplo atentado suicida junto do aeroporto de Cabul foi o primeiro golpe do grupo Estado Islâmico-Khorasan (EI-K) contra os Talibã, que assumiram o controle do Afeganistão em 15 de agosto. Khorasan é o nome da uma antiga região que englobava parte da Ásia Central e da Índia. O braço afegão do grupo Estado Islâmico nasceu quando o movimento era visado na Síria e no Iraque pela coligação ocidental liderada pelos Estados Unidos. É principalmente integrado por ex-membros talibã paquistaneses e afegãos e conseguiu recrutar facilmente jovens radicalizados do Afeganistão, que serviu de base durante anos para a rede Al-Qaeda e onde o grupo Estado Islâmico se enraizou, aproveitando-se do caos reinante. Com a nova geração de jihadistas, o EI-K ganhou ainda mais terreno. “Os dois grupos são sunitas, mas não têm a mesma agenda", afirmou Didier Billion, diretor-adjunto do Instituto de Relações Internacionais e Estratégicas francês (Iris), em entrevista ao jornal Le Parisien desta sexta-feira (27ago).



Publicado por Tovi às 07:31
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Segunda-feira, 22 de Março de 2021
Grupo Wagner combate os jihadistas em Cabo Delgado

1565515.jpg

O “Grupo Wagner” é uma empresa de segurança russa, com presença no continente africano, da Líbia ao Sudão, passando pela República Centro-Africana e Madagáscar, e agora também em Moçambique, onde combate as milícias armadas jihadistas em Cabo Delgado. A violência nesta região da nossa antiga colónia localizada na costa sudeste da África começou em outubro de 2017. Em três anos e meio já terão morrido mais de duas mil pessoas, há registos de 670 mil deslocados e importantes investimentos estão a ser condicionados pela violência.



Publicado por Tovi às 10:33
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Quarta-feira, 27 de Janeiro de 2021
Dia Internacional da Lembrança do Holocausto

bbc1.jpg

Em 27 de janeiro de 1945 o campo de concentração de Auschwitz foi libertado pelas tropas soviéticas, dia este que é comemorado mundialmente como o Dia Internacional da Lembrança do Holocausto (ou Dia Internacional em Memória das Vítimas do Holocausto), assim designado pela Assembleia Geral das Nações Unidas.



Publicado por Tovi às 11:26
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Terça-feira, 8 de Dezembro de 2020
Sputnik V... a vacina russa

russia vacina b.jpg
Nem que morra de Covid... esta vacina não tomo   




Quinta-feira, 19 de Novembro de 2020
Reações estranhas ao SARS-Cov-2

16281619_0_0_3070_1661_1000x0_80_0_1_dd899002c850c

A Organização Mundial da Saúde (World Health Organization) já reconheceu que ainda estamos longe de conhecer perfeitamente o SARS-CoV-2, vírus com reações estranhas perante o sistema imunológico do ser humano. Segundo alguns virologistas citados pela Lenta (portal de notícias da Rússia) a chamada “tempestade de citocinas” surge em outras infeções, como é o caso de ébola, sendo que distúrbios na coagulação do sangue (trombose) são característicos de outros casos de coronavírus e observados em casos de dengue, de febre hemorrágica da Crimeia-Congo e de febre hemorrágica com síndrome renal. Também se constata que a perda de olfato não é um sintoma exclusivo do coronavírus, pois é observada em mais de 20 vírus que invadem o organismo humano pelo nariz e atacam o nervo olfatório.

 

   Mais um caso aparentemente estranho
Jornal Público de 18nov - Há um caso de reinfecção de covid-19 em Portugal
Uma mulher de 48 anos residente na Grande Lisboa é o primeiro caso de reinfecção com o novo coronavírus conhecido em Portugal, com apenas três meses a separar o primeiro do segundo episódio de covid-19. As reinfecções com o novo coronavírus são raras, estando confirmadas por estudos científicos pelo menos cinco casos que ocorreram na Bélgica, Países Baixos, Hong Kong, Estados Unidos e Equador.



Publicado por Tovi às 07:33
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sexta-feira, 9 de Outubro de 2020
O eterno conflito em Nagorno-Karabakh

16199324_20_15_3204_2048_768x0_80_0_1_3375aa2f1bd1
(Peões passam por cartaz em que está escrito "Turquia e Azerbaijão: dois Estados, uma nação", em Ancara, Turquia, 8 de outubro de 2020)

Há muitos anos que Azerbaijão e Arménia estão em conflito pela região de Nagorno-Karabkh (a Arménia defende a independência de Nagorno-Karabakh, que mantém laços político-militares estreitos com Erevan; o Azerbaijão, por sua vez, defende que a região deve fazer parte de seu território nacional), mas desta vez o apoio militar da Turquia ao Azerbaijão quebrou a frágil balança do poder nesta região do sul do Cáucaso, apesar de ser a Rússia o principal ator internacional na região. Moscovo já pediu à Turquia que apoie um cessar-fogo em Nagorno-Karabakh e o secretário-geral da NATO, Jens Stoltenberg, também se pronunciou no mesmo sentido. Os combates recentes tiveram início em 27 de setembro e ambos os beligerantes trocam acusações pela violação do cessar-fogo e início das hostilidades.
Hoje, sexta-feira – 9out, os ministros das Relações Exteriores de Arménia e Azerbaijão devem-se reunir num encontro trilateral convocado pelo presidente da Rússia, Vladimir Putin. Veremos o que irá sair desta reunião.
 
   10h00 de 10out
A Arménia e o Azerbaijão concordaram, este sábado, em iniciar um cessar-fogo na região separatista de Nagorno-Karabahk, palco de combates, anunciou a diplomacia russa, na sequência de negociações em Moscovo.


Publicado por Tovi às 15:40
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sábado, 5 de Setembro de 2020
A vacina russa para combater o vírus SARS-CoV-2

118849714_10218155296821774_9106359342169505022_o.

The Lancet, uma das mais prestigiadas revistas científicas do mundo acaba de publicar os dados dos testes da primeira vacina russa contra a COVID-19. Menos de um mês após o registo da vacina, The Lancet publicou ontem os resultados das primeiras duas fases de testes clínicos do medicamento, algo que era muito aguardado pela comunidade científica mundial. O material publicado responde às críticas de especialistas estrangeiros e traz a tão esperada clareza sobre o desenvolvimento do medicamento pelos cientistas russos. Fica assim aceite que a Sputnik V, sendo a primeira vacina contra a COVID-19 registada na Rússia e no mundo, não só é eficaz no combate ao coronavírus SARS-CoV-2 como a sua aplicação é segura.

 

   Comentários no Facebook

Raul Vaz OsórioNão é verdade. Em primeiro lugar, o Lancet fez uma publicação de tipo informal, não é uma publicação com "chancela" após peer review. A confusão é natural, muita gente desconhece a existência deste tipo de publicações que são mais "jornalísticas" do que científicas, mas é um facto. Depois os testes das fases divulgadas não garantem em termos médicos a eficácia e muito menos a segurança da vacina. É bom que se faça esta publicação, não me interprete mal, mas ainda estamos a anos luz das conclusões que tirou. Há uma campanha de marketing politico desenvolvida por Putin sobre este assunto, tal como há por outros lideres populistas deste mundo, parecem traças á volta do candeeiro. Aconselho o meu amigo David a ler todas as notìcias deste cariz com um grão de sal. Um abraço

David RibeiroCaríssimo Raul Vaz Osorio… Como é óbvio tenho muito pouco saber para falar deste assunto e o que escrevi foi o que li. Dizia também o artigo, referindo-se às conclusões da The Lancet: “Um dos maiores receios da comunidade científica em relação ao uso de vacinas na base de vetores de adenovírus do ser humano – é este precisamente o método usado pela vacina Sputnik V – seria a existência anterior em algumas pessoas de imunidade em relação aos adenovírus. Em outras palavras, havia o receio de que esta imunidade não deixasse entrar no organismo a quantidade necessária de adenovírus humano, que na vacina exerce a função de "táxi", levando às células o material genético da membrana externa do coronavírus (é bom lembrar que a vacina Sputnik V não contém o próprio coronavírus, o que excluiu completamente a possibilidade de infecção). Considerando que as pessoas habitualmente adoecem por adenovírus (um exemplo é o simples resfriado), nelas pode-se formar imunidade, a qual teoricamente poderia reduzir a eficiência da vacina, que usa adenovírus como vetor. Os resultados dos testes acabaram mostrando o oposto: a imunidade pré-existente não influencia a eficiência da vacinação.”

Raul Vaz Osório - Sim, eu apenas quis esclarecer. Quanto ao esquema dos 2 vectores diferentes para cada dose é interessante embora não seja assim tão inovador como sugerido. Não é por aí, esse destaque faz parte da tal campanha de marketing.

 

   Dados atualizados ao dia de hoje
COVID-19 Mundo 05set.jpg



Publicado por Tovi às 07:49
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Quinta-feira, 13 de Agosto de 2020
Como funciona a vacina russa contra COVID-19

… vendo pelo preço que comprei  

vac 1.jpg

vac 2.jpg

vac 3.jpg

   Comentários no Facebook

Raul Vaz Osorio - A questão não é o mecanismo de acção, que nem sequer é dos mais prometedores. A verdadeira questão é o populismo do anuncio prematuro de uma vacina, quando há pelo menos 4 em fases muito mais adiantadas de desenvolvimento.



Publicado por Tovi às 07:27
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Domingo, 31 de Maio de 2020
Crew Dragon a caminho da Estação Espacial

dragoncrew.8k.jpg

Às 20h22 de ontem (hora de Portugal Continental) partiu para a Estação Espacial Internacional a Crew Dragon numa missão histórica da SpaceX (nome comercial da Space Exploration Technologies Corp., sediada em Hawthorne, Califórnia), levando a bordo dois astronautas da NASA, Bob Behnken e Doug Hurley. Os astronautas viajam no módulo Dragon, incorporado no nariz de um foguetão Falcon 9. Esta missão é preponderante para o futuro da exploração espacial dos EUA. Será a primeira vez desde 2011, há nove anos, que os Estados Unidos regressam aos voos tripulados a partir de solo americano e com tecnologia da casa. Desde a reforma do programa Space Shuttle que os astronautas com o selo da NASA apanhavam boleia dos russos até ao espaço em troca de 85 milhões de euros por lugar.

 

   15h16 de hoje

crew-dragon-acoplagem.jpg
Foram realizadas com sucesso e ficaram concluídas às 15h16 (hora de Portugal continental) as manobras de acoplagem do Crew Dragon (agora rebatizado pelos dois astronautas como Endeavour) à Estação Espacial Internacional. Cerca de duas horas depois Bob Behnken e Doug Hurley desembarcarão e juntar-se-ão à tripulação russo-americana que já está a bordo da EEI e que é composta pelo astronauta da NASA, Chris Cassidy, e os cosmonautas russos Ivan Vagner e Anatoly Ivanishin.

 

   Estação Espacial Internacional

1200px-International_Space_Station_after_undocking
A Estação Espacial Internacional (em inglês: International Space Station), é um laboratório espacial completamente concluído, cuja montagem em órbita começou em 1998 e terminou oficialmente em 8 de julho de 2011 na missão STS-135, com o vaivém espacial Atlantis. É um projeto conjunto da Agência Espacial Canadiana (CSA/ASC), Agência Espacial Europeia (ESA), Agência Japonesa de Exploração Aeroespacial (JAXA), Agência Espacial Federal Russa (ROSKOSMOS) e Administração Nacional de Aeronáutica e Espaço (NASA) dos Estados Unidos. A estação encontra-se em órbita da Terra a uma altitude de aproximadamente 400 quilómetros (é possível ser vista da Terra a olho nu) e viaja a uma velocidade média de 27.700 km/h, completando 15,7 órbitas por dia. Tem sido mantida com tripulações de número não inferior a três astronautas desde 2 de novembro de 2000. A cada rendição da tripulação, a estação comporta duas equipas (uma em serviço e a próxima), bem como um ou mais visitantes.



Publicado por Tovi às 07:51
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Quarta-feira, 8 de Abril de 2020
Nova crise do petróleo causada pelo COVID-19

images.jpg

Devido ao confinamento de metade da população mundial, motivado pela pandemia do COVID-19, os principais países produtores de petróleo atravessam o maior choque da sua história. A Organização dos Países Exportadores do Petróleo (OPEP) já marcou uma reunião para a próxima quinta-feira (9abr2020) onde se discutirá possíveis cortes de produção, diminuindo assim a oferta no mercado internacional. Um duelo entre a Arábia Saudita e a Rússia, no início do passado mês de maio, poderia parecer, à primeira vista, “ser bom” para os consumidores, mas não havendo consumo não há baixa de preço que não provoque abalo nos mercados por excesso de oferta.

 

   E a procissão ainda vai no adro
92633139_10159767774967995_4630695552269418496_o.j

 

   Eurogrupo falhou acordo

“Os ministros das Finanças tentaram um acordo madrugada dentro, mas não conseguiram. A discussão ficou presa pelos dois pontos que afastam Itália e Holanda: os primeiros a rejeitar qualquer condicionalidade sobre os países que pedirem acesso ao Mecanismo Europeu de Estabilidade; os segundos a recusar qualquer referência à possibilidade de emissão de dívida conjunta. Houve um progresso: Alemanha e França aproximaram posições. Mas não chegou. Nova reunião marcada para quinta-feira de manhã.”  E depois disto ainda há quem acredite que o pacote de 540 mil milhões de euros vai ser a solução?

 

   Situação em Portugal e Região Norte

13141 casos confirmados (7386 na Região Norte)
380 mortos (208 na Região Norte)
COVID19 8abr.png



Publicado por Tovi às 08:07
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sábado, 29 de Fevereiro de 2020
Conflito entre a Turquia e a Síria

15271948_0_59_1200_708_1000x541_80_0_0_5b3c98fb4b0
A Turquia confirmou que perdeu pelo menos 33 militares e dezenas de outros foram feridos em solo sírio - "Existem soldados [que foram] seriamente feridos [durante o ataque], e eles estão sendo tratados em hospitais", declarou o governador da província turca de Hatay, limítrofe com a Síria, Rahmi Dogan – mas o Ministério da Defesa russo afirma que a sua Força Aérea não operava na área da província síria de Idlib. Em relação à situação no vilarejo de Behun, nesta província síria de Idlib, o Ministério da Defesa russo declarou: "No dia 27 de fevereiro, na área do vilarejo de Behun, os soldados turcos que estavam nas formações de combate de grupos terroristas caíram na sequência do bombardeio das tropas sírias".
Neste ano a guerra na Síria tem registrado maiores tensões entre forças turcas no país árabe e as forças governamentais sírias. Tudo leva a crer que estes choques armados poderão indiciar que a Turquia possa iniciar operações de maior envergadura no país vizinho.

wernavy24096.jpg
Sabe-se também que a Rússia está a reforçar a sua presença na costa da Síria, tendo enviado dois navios de guerra equipados com mísseis de cruzeiro para as águas da sua aliada, no Mediterrâneo. As duas fragatas ampliarão o esquadrão naval russo nessa área estratégica num momento em que as relações com a Turquia estão cada vez mais complicadas.

camporefugiadososmaniye_turquia832896839defaultlar
Perante a escalada do conflito entre a Turquia e a Síria o presidente turco Erdogan ameaça a Europa com o “abrir dos portões” aos cerca de 3,6 milhões de refugiados sírios que se encontram no seu território no âmbito do acordo de março de 2016 com a União Europeia, pelo qual a Turquia deve reter os refugiados em troca de milhares de milhões de euros pagos anualmente pela Europa e que não estamos a cumprir.



Publicado por Tovi às 09:08
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Mais sobre mim
Descrição
Neste meu blog fica registado “para memória futura” tudo aquilo que escrevo por essa WEB fora.
Links
Pesquisar neste blog
 
Setembro 2021
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9


20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


Posts recentes

E assim vai o Afeganistão...

Dos talibã aos talibã – a...

Rambo III... filme de 198...

O Afeganistão pelos olhos...

O “negócio” dos opiáceos ...

Grupo Wagner combate os j...

Dia Internacional da Lemb...

Sputnik V... a vacina rus...

Reações estranhas ao SARS...

O eterno conflito em Nago...

A vacina russa para comba...

Como funciona a vacina ru...

Crew Dragon a caminho da ...

Nova crise do petróleo ca...

Conflito entre a Turquia ...

Jeanine Áñez na presidênc...

Na “Conquista do Espaço” ...

Misteriosos ataques... ou...

Uruguai 2 – 1 Portugal

Portugal 1 – 1 Irão

Arquivos
Tags

todas as tags

Os meus troféus