"Devido à velocidade da luz ser superior à do som, algumas pessoas parecem inteligentes até as ouvirmos."

Quarta-feira, 26 de Abril de 2017
Rottweiler ataca gravemente uma criança

728px-Train-Your-Rottweiler-Puppy-With-Simple-Comm

Uma criança de quatro anos foi ontem atacada por um cão de raça potencialmente perigosa, tendo sido transportada para o hospital em "estado muito grave". Segundo a PSP, o alerta foi dado pelas 10 horas de terça-feira depois de um grupo de pessoas ter sido atacado por um cão de raça Rottweiler na Rua Padre Manuel Bernardes, em Leça do Balio, Matosinhos. Segundo fonte oficial da autarquia, o animal tinha chip e estava legalizado, mas no momento do ataque o cão andaria na via pública sem trela e sem açaime, acompanhado do dono que, após o ataque, fugiu com o animal. À hora que escrevo este texto (15h35 de 25Abr2017) o cão que atacou a criança está recolhido no canil municipal e o dono está detido pela PSP.

De tempos em tempos lá voltamos a falar sobre os acidentes graves provocados por cães considerados “potencialmente perigosos”. A legislação vigente, de que uns gostam e outros não, estipula várias medidas obrigatórias para os detentores de cães das seguintes raças ou seus cruzamentos: Fila brasileiro, Pit bull terrier, Dogue argentino, Staordshire Bull Terrier, Rottweiller, Tosa Inu e Staordshire Terrier Americano. As condições legais para a sua posse são: O detentor destes cães tem de ser maior de 16 anos; É obrigatório ter uma licença especial, obtida anualmente, na junta de freguesia da área de residência; Para ter a licença é preciso que o animal tenha a vacina anti-rábica, estar identificado com um microchip e ter seguro de responsabilidade civil para o animal (capital mínimo de 50.000 Euros); O dono tem ainda de entregar o registo criminal e um termo de responsabilidade onde se declara conhecer a legislação, ter medidas de segurança no alojamento e historial de agressividade do animal. Condições de circulação: Os cães potencialmente perigosos ou perigosos (quando já feriram alguém ou têm carácter agressivo) só podem andar na rua conduzidos por maiores de 16 anos; O uso de açaime é obrigatório; É obrigatório circular na via pública com trela curta, até um metro, fixa a coleira ou peitoral.

 

   Comentários no Facebook

«Nuno Granja» - Quando inventarem uma app que detecte um dono mau com um cão bom para download gratis, podem ter estes cães, até lá proibição total e quanto outras raças, tolerância zero relativamente ao uso de trela. À tribo "quanto maios conheço as pessoas mais gosto dos animais" sugiro que vão para o FaceCao interagir com canídeos em vez de comentarem aqui. Post escrito pelo pai de uma menina que aos 4 anos foi perseguida por 3 cães, felizmente correu bem (excepto para um dos cães), mas podia ter corrido muito mal.

«Fernando Silva» - Já se falou de tudo, já se culpou o cão, a criança o dono, enfim. Como pai de duas crianças, proprietário de cães e treinador com mais de 30 anos de experiência, tenho uma opinião sobre o assunto: A única conclusão que tiro, é que cada vez mais Rotweillers, Pit Bulls, Dogues Argentinos, pastores Alemães, Serras da Estrela e tantos outros cães e raças catalogados ou não como "potencialmente perigosos" estão em más mãos. Temos em grande parte dos donos destas raças ou cães um perfil que não engana e acho que alguns não deviam sequer ter cão. O nestes casos o cão é muitas vezes uma extensão do carro todo "Kitado", das tatuagens até a pescoço, ou do gosto em ser observado e apontado na rua. Sim, porque parece que gostam de ver as pessoas a mudar de passeio ou a agarrar as mãos dos miúdos e a apontarem o cão e a raça em questão. Gostam e têm vaidade nisso. Mas são normalmente descuidados no treino, socialização e maneio dos seus cães. São estes que fazem com que estas notícias apareçam. Depois da lei polêmica dos cães das raças potencialmente perigosas aparecer, Depois de todo o alarido á volta da mesma. Depois da comunicação social usar todos os ataques destes cães, empolgando as notícias deixando sempres raça ou cão Ainda mais denegrida. Pergunto porque tanta gente ainda compra estes cães e se passeia com eles em lugares públicos. Se gostam tanto de cães porque não vão ao canil buscar um cão com aspecto diferente, porque não procuram outras raças? Ei gosto de ter um cão que suscite interesse nas pessoas por outro ponto de vista, o de ser amistoso, querido, fofinho e que provoque um sorriso na cara das pessoas. Que me permita soltá-lo na serra ou na praia e que as pessoas não se desviem dele ou me façam reparos por estar solto. Gostam que sejam educados, bem socializados com cães e pessoas. Os meus cães são assim.

«Filipe Vilhena» - Relativamente a este caso do Rottweiller q atacou 4 pessoas entre elas uma criança vou ser muito objetivo na minha analise...: 23 anos a treinar caes... mais de 10 Rotts de clientes... atualmente tenho 1 rott (o pacifico Boss mas que não deixa de ter o seu feitio que eu conheço e controlo / treino...!!!!)...! Conclusão: nem é aquilo q a comunicação quer q seja... nem aquilo q as associações de animais dizem q é...!!! É uma raça q geneticamente tem uma grande tendência para a proteção e consequente agressão, não há que o negar... e se por vezes tiverem donos que são autenticos assassinos temos uma mistura explosiva...!! Podemos ter rottweillers com diferentes comportamentos consoante o tipo de dono: 1- com donos "gunas" podem ser uma arma mortal... 2- com donos "inexperientes" podem ser imprevisiveis... 3- com donos "experientes" são cães vigilantes mas controlados.... Sinceramente neste caso acho que o cão foi fiel à "merda" de dono que tem..... e 0% culpado do que se passou... Ao contrario do q diziam as primeiras noticias, o cão não atacou deliberadamente (a comunicação social gosta do cão q ataca deliberadamente !!!) pois antes dos ataques houve uma discussão entre o pai da criança e o "artista" (dono do cão)... o desgraçado do cão agiu em defesa do dono, infelizmente com as consequencias conhecidas.... O cão não sabe nem percebe que tem um dono que é um perfeito idiota.... um chavalo de vinte e poucos anos que gosta daquele prazer de ter uma arma que o torna no super homem.....!!!! Analisem a postura dele... agride o pai da criança.... foge e deixa o cão em casa... volta ao local do crime com roupa diferente... e o cão é q é o culpado????? Se um gajo mata outro com uma pistola, esta tb vai ser abatida e a principal culpado pelo assassinato...??

«Carla Alves» - A tal merda que continuo a dizer... CULPA DO OTÁRIO DO DONO... MAIS 1 QUE VAI SER ABATIDO... PELA MERDA DE IRRESPONDABILIDADE DO DONO... também gosto de soltar os meus caes... em locais em que nao coloque ninguem em risco… (também não tenho caes que ataquem… vai tudo pela educação... treino... e MERDA do dono) Preparem se a polícia vai andar a caça da multa nos próximos dias

«Ana Sottomayor» - Tem tanta ou mais culpa o pai da criança que o dono do cão. Em vez de ter chamado a policia e pegado na filha e se afastado, não, decidiu entrar em confronto directo com dono do cão, com a filha no meio.

«David Ribeiro» - Dizer que "tem tanta ou mais culpa o pai da criança que o dono do cão" é negar aos cidadãos o direito à indignação. A lei e a moral cívica obrigavam o dono do cão a saber andar com um cão na rua, o que não aconteceu.

«Ana Sottomayor» - Ninguem disse que não David, no entanto não é de todo de uma pessoa inteligente entrar em confronto com a filha no meio. Se tivesse apenas chamado a policia isto não teria acontecido.

«David Ribeiro» - Não há desculpa para a atitude do dono do cão e embora me custe a aceitar o que muito provavelmente vai acontecer ao animal, a verdade é que espero que a Justiça tenha mão pesada para com este irresponsável cidadão.

«João Pereira» - David Ribeiro, tal como disse a Ana, a Justica poderia ter sido aplicada, sem k houvesse danos... Infelizmente este pai, tb tem culpa, nunca tirando a culpa ao dono do cao k nao cumpriu a lei... poderia e devia ter sido tudo resolvido doutra forma...!!! E a culpa é dos adultos presentes na cena... Pai e dono...!!!

«David Ribeiro» - Meu caro João Pereira, o pai da criança foi imprudente, seguramente, mas nunca poderá ser culpado do que aconteceu. Permita-me a seguinte comparação: Se um individuo durante um assalto fizer frente a um criminoso que está armado e este disparar e ferir terceiros, só quem disparou é que será legalmente considerado culpado.

«João Pereira» - Sem duvida, mas a questao legal tá resolvida... No caso dos assaltos, tamos todos devidamente instruidos pela sociedade, para adotar certos e determinados comportamentos... É nesse aspeto k o pai tem culpa... nao adotou os comportamentos corretos, e potenciou um desastre...!!! Tamos de acordo qto ao culpado, só nao estamos qto a negligencia do pai da criança...!!!

«Rottweiler Clube de Portugal» - O Rottweiler Clube de Portugal, vem por esta via lamentar mais um incidente com a raça Rottweiler, mostrando-se totalmente solidário com a vitima e respectiva família. O RCP, de forma categórica, condena os detentores de Rottweilers que por negligencia e desrespeito colocam em causa a vida de terceiros. Apenas uma criação responsável e selectividade de futuros detentores de Rottweiler, contribuirá para a minimização desta triste realidade em torno da raça.
NOTA: Se vai adquirir um Rottweiler consulte previamente o Rottweiler Clube de Portugal e os seus criadores.

 

   Porto Canal em 25Abr2017 às 22h15

Uma criança de nove anos foi hoje atacada por um cão em Arouca, mas "encontra-se estável" no Hospital de São João, no Porto, para onde foi transportada, disse à Agência Lusa fonte hospitalar. Em declarações à Lusa, o comandante dos Bombeiros de Arouca, José Gonçalves, referiu que foram chamados cerca das 16:15 para transportar uma criança do Serviço de Urgência Básico de Arouca para o Hospital de São João. Segundo o mesmo responsável, o menino terá sido atacado por um cão "arraçado de Serra da Estrela", que pertenceria à família da vítima, residente na freguesia de Moldes, no concelho de Arouca. "O cão arrancou uma orelha ao miúdo e fez-lhe um corte num ombro e num braço com os dentes", disse José Gonçalves.

 

   Sol em 26Abr2017 às 17h22

Uma criança, de três anos, foi atacada esta quarta-feira por um cão de Fila de São Miguel na Gafanha da Encarnação, em Ílhavo. O ataque aconteceu durante a hora de almoço na casa do avô, numa altura em que a criança estaria junto ao animal. O menor terá tentado entrar na casota do cão e acabou por ser atacado. O menino ficou gravemente ferido na face, tendo sido transportado para o hospital de Coimbra, onde está atualmente internado para ser submetido a uma cirurgia. O animal em causa, que nunca causou qualquer tipo de problemas, foi levado para o canil de Aveiro, no qual será abatido nos próximos 15 dias.



Publicado por Tovi às 08:09
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Domingo, 3 de Julho de 2016
21ª Monográfica do Rottweiler Clube de Portugal

Rottweiler 21 Monográfica b 3Jul2016.jpg

Estive nesta Exposição Monográfica do RCP como Delegado do Clube Português de Canicultura. Um dia de muito calor, uma muito ligeira brisa marítima, com bons cães e sã camaradagem.



Publicado por Tovi às 18:47
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Mais sobre mim
Descrição
Neste meu blog fica registado “para memória futura” tudo aquilo que escrevo por essa WEB fora.
Links
Pesquisar neste blog
 
Outubro 2021
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9



28
29
30

31


Posts recentes

Rottweiler ataca gravemen...

21ª Monográfica do Rottwe...

Arquivos
Tags

todas as tags

Os meus troféus