"Devido à velocidade da luz ser superior à do som, algumas pessoas parecem inteligentes até as ouvirmos."

Terça-feira, 7 de Maio de 2024
Continuando a ler "A Europa Adormecida"

  "A Europa Adormecida - O racismo e a ascensão da extrema-direita" de Liz Fekete (pág. 58)
441402723_10225179972874285_973875481138572177_n.j
Em Europa Adormecida, publicado originalmente em lingua inglesa em 2018, Liz Fekete dá-nos a conhecer "um excelente estudo não só sobre como o racismo está uma vez mais a ser normalizado, mas também como age como manto sob o qual o fascismo resurge." (Nicolas Lalaguna, Morning Star)

 

 Portugal em abril2024
mw-1280.webpAutoridades admitem o crescimento da importância dos grupos de extrema-direita em Portugal, havendo um “agravamento da ameaça” representada por setores da mesma em Portugal. Existem suspeitas de que o ataque organizado no Porto contra imigrantes partiu de elementos desta fação extremista [um grupo de seis homens encapuzados, armados com bastões, facas e uma arma de fogo, invadiu na sexta-feira 3abr2024 a casa onde vive uma dezena de imigrantes argelinos, além de um venezuelano, para os espancar, destruir o recheio da habitação e proferir insultos racistas]. Segundo o mais recente Relatório Anual de Segurança Interna, há um “agravamento da ameaça representada por setores da extrema-direita” no país. Após um período de estagnação, as organizações tradicionais e os militantes dos setores neonazi e identitário “retomaram a sua atividade, promovendo ações de rua e outras iniciativas com propósitos propagandísticos”.

Captura de ecrã 2024-05-06 142904.png

O presidente da Câmara do Porto afirmou esta segunda-feira [6abr2024] que o ataque contra migrantes, que ocorreu na madrugada de sexta-feira, é "inaceitável e um crime de ódio", defendendo a extinção da AIMA - Agência para Integração de Migrantes e Asilo. "O ataque a uma casa onde residem imigrantes, na freguesia do Bonfim, no Porto, é um crime de ódio que não pode ser relativizado a qualquer título. É um ataque inaceitável", disse Rui Moreira no início da reunião do executivo municipal. "Esses discursos servem para aqueles a quem interessa abrir barricadas na nossa sociedade", acrescentou. Rui Moreira entendeu que este episódio exige "ações concretas, muita responsabilidade e racionalidade na gestão dos escassos recursos públicos". "Repito, a AIMA é uma agência inoperante que desperdiça dinheiros públicos sem o cumprimento da missão a que se propôs e, por isso, deve ser extinta", insistiu.

  
Carla Afonso Leitão
Muito bem!
Antonio Dasilva
Não serão estes extremos , uma consequência da mediocridade extrema dos organismos que deveriam ser mais eficazes na resolução dos mais variados problemas…Apenas acho que a revolta vai na direção errada…E por isso mesmo não deve ser relativisada dessa maneira…Estes casos e outros apenas são reações ás mais variadas injustiças criadas por pessoas que estão no poder …Meu caro Rui Moreira julgamentos liniares não resolvem problemas…
David RibeiroSegundo noticía o JN o homem que a PSP deteve logo após as agressões a dois imigrantes marroquinos, na madrugada de sexta-feira, na zona da Batalha, no Porto, confessou às autoridades as motivações racistas do ataque e assumiu ter entrado em vários confrontos físicos com cidadãos de origem magrebina nas últimas semanas. Por isso a PSP classificou logo o caso como sendo um crime motivado por ódio racial. Um dos identificados terá ligações ao grupo de ideologia de extrema-direita 1143, liderado por Mário Machado, que já veio a público negar qualquer associação do seu movimento aos suspeitos. Este e os dois outros ataques a imigrantes cometidos na mesma madrugada estão a ser investigados pela PJ, que irá apurar se os três ataques foram orquestrados e perpetrados pelo mesmo grupo.



Publicado por Tovi às 07:48
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Domingo, 7 de Abril de 2024
Zeitenwende... Rui Moreira no Jornal Sol

435325826_10225049887862241_8409661713660110900_n.

"A economia europeia está estagnada, a extrema-direita avança em todo o continente, a oposição ao expansionismo de Putin é um exercício de irrelevante verbalismo e não há uma posição única, coerente e perentória sobre a questão da Palestina. (...) Se Merkel era uma líder política sólida, decidida e afirmativa, Scholz é o oposto (...) quando a Europa mais precisa de um líder, a Alemanha está emperrada por insanáveis contradições e por falta de liderança de um fraco primeiro-ministro, atemorizado pelas frentes interna e externa. Enquanto assim for, a Europa continuará a ser um continente composto por países cooperantes em vez de um bloco único, agonizando por falta de estadistas que promovam a indispensável unidade e definam um rumo face às previsíveis contingências."
Ver aqui artigo completo

 

  E ao 772.º dia do conflito Rússia-Ucrânia é esta a situaçãoAP24083514179254-1712232125.webp
Os militares ucranianos lançaram um enxame de drones na base aérea de Morozovsk, alegando ter destruído seis aviões de guerra russos, danificado significativamente outros oito jatos, além de ter matado ou ferido 20 membros da base militar russa. A Rússia disse que as suas defesas aéreas abateram 53 drones ucranianos – a maioria dos quais tinham como alvo a região sul de Rostov – e apenas uma subestação de energia foi danificada. Um ataque noturno de drones russos em Kharkiv matou seis pessoas e feriu outras 11, segundo autoridades da segunda maior cidade da Ucrânia. A Ucrânia disse que drones russos de fabricação iraniana realizaram o ataque, atingindo vários arranha-céus, dormitórios e um posto de gasolina. Separatistas pró-russos na Moldávia alegaram que um drone explosivo atingiu uma base militar sob seu controle perto da fronteira com a Ucrânia, tendo como alvo uma estação de radar que sofreu pequenos danos. O Ministério da Defesa russo afirmou que as suas tropas conseguiram assumir o controlo da povoação de Vodiane em Donetsk, no leste da Ucrânia. A mídia estatal russa também disse que os soldados entraram nos subúrbios de Chasiv Yar, perto de Bakhmut. Pelo menos três pessoas morreram e 13 ficaram feridas depois que a Rússia disparou cinco mísseis contra a cidade de Zaporizhzhia, no sul da Ucrânia, disse o governador regional.



Publicado por Tovi às 07:56
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Terça-feira, 12 de Março de 2024
Corte de árvores pela Infraestruturas de Portugal

432256365_10234423646439263_3533918002200835048_n.

Luís Império ontem, na página do "Um novo norte para o Norte"
Corte de dezenas de árvores com mais de 30 anos na zona da Prelada numa extensão de cerca de 500m e aos moradores nada é explicado sobre os motivos …Hoje… Estas árvores, da altura de um oitavo andar, para além de minimizarem algum ruído, certamente absorveriam um pequena parte do CO2 da VCI…. Note-se que são árvores saudáveis. Nesta zona residencial não há sequel 10cm de barreiras sonoras… O Rui Moreira não se atravessa… Em pesquisa no Google nenhuma notícia sobre o tema. A CMP que costuma gabar-se em panfletos, nada colocou nas caixas do correio dos moradores afectados ou informou os mesmos por outros meios…. Depois queixam-se que partidos como o CHEGA ganhem votos…

 
Alfredo SolteirO abate de árvores tem-se verificado por toda a cidade de há uns anos a esta parte. Claro que é importante que se abatam árvores doentes/velhas, mas deve haver substituição. Não se tem verificado isso. Podíamos ser uma cidade verde, dado o nosso clima, mas estamos cada vez mais cinzentos. Este comentário não tem qualquer cariz político. É apenas a opinião de um cidadão do Porto.
Luís ImpérioAlfredo Solteir conforme especifiquei, e não sendo eu um especialista em botanica, todas parecem saudáveis e frondosas.
David RibeiroA informação que me acabam de dar da CMP é que este abate não é obra municipal. Deverá ser da Infraestruturas de PortugalA Câmara Municipal do Porto cuida e bem do património arbóreo com um trabalho de excelência na nossa cidade. Mãos na terra que há um património com mais de 2.500 novas árvores a ser plantado
Luís Império
David Ribeiro a CMP nunca impôs que a IP colocasse barreiras sonoras na zona da Prelada aonde moram milhares de pessoas, e, durante 30 anos estas árvores pelo menos faziam alguma barreira sonora e visual. Nunca entendi esse desleixo por esta zona da cidade pois existem barreiras sonoras em quase todas as outras. Vai-me dizer que a CMP não tem também nenhum voto na matéria sobre isso?
Bernardo Sá Nogueira MergulhãoLuís Império se não for responsável, não. Nem tudo é controlável pela câmara.....tal como as intervenções da IP por exemplo...mas pode manifestar a sua indignação à mesma se o interesse for as árvores e não atacar a câmara é só mudar agulha para IP.
Luís ImpérioBernardo Sá Nogueira Mergulhão cabe à camara exigir barreiras sonoras, que aqui nunca existiram, e, se a IP retira as arvores, que por muito pouco que fizessem barreira sonora, eram melhor que nada, deveria ser obrigada a colocar-las. Afinal porque é que existem em quase todas as zonas residenciais da VCI menos nesta?
Rui MoreiraLuís Império é mentira. A cmp tem exigido essas barreiras, tambem a universidade do Porto por causa do jardim botânico tem repetidamente feito essa exigência à IP
Luís ImpérioRui Moreira e resultados? Nada… moro aqui há 30 anos, porque razão quase só nesta área não colocaram? Essa discriminação nunca foi comunicada…
Hugo ReisRui Moreira não deixa uma única memória positiva. Deixa uma cidade em pantanas, desorganizada, suja, mais perigosa, cheia de obras mal feitas ou inacabadas e ainda este tipo de rasto de destruição. Às tantas vão substituir as árvores por barreiras acústicas, porque sempre é mais uma obrinha.
Rui MoreiraHugo Reis pode ter as suas razões para criticar-me. É a sua opinião. Eu se calhar tambem tenho uma opinião a seu respeito. Aliás, vejo pelo seu perfil que mora em VN de Gaia. Neste caso, a Câmara do Porto nem sequer foi informada. Como de resto acontece com tudo o que a IP vai fazendo ou não fazendo na VCI. Soubemos pelas queixas legitimas dos portuenses. E vamos actuar.
Luís Império
Rui Moreira como pode dizer que a CMP não foi informada??? Estava a Polícia Municipal a supervisionar o bloqueio total da rua para as gruas e camiões que retiravam as árvores e a colocar barreiras para impedimento de estacionamento e os sinais colocados estão assinalados para toda esta semana. Vai também dizer que isso foi feito à revelia da CMP? Não é a CMP responsável por essas autorizações de bloqueios de ruas e de lugares de estacionamento públicos? Não é responsável pela Polícia Municipal? Por acaso escapou-me tirar foto ao carro da Polícia Municipal…
Hugo Reis
Rui Moreira eu sei que tem uma opinião a meu respeito, mas eu não sou detentor de um cargo público. Actualmente moro no Porto. Quanto à autarquia não saber, permita-me uma correção: o Presidente não sabia, pois se a polícia municipal estava no local... Que a comunicação interna não funcione, nisso até posso acreditar.
Rui Moreira
Hugo Reis eu tenho todo o direito de ter uma opinião a seu respeito. Tenha ou não tenha cargo público. É a vida…
Luís ImpérioRui Moreira como pode dizer que a CMP não foi informada se,por este motivo de corte de arvores, para ter sido efectuado o corte da estrada e de dezenas de lugares de estacionamento durante uma semana, e a respectiva supervisão pela policia municipal, isso tenha de ser requerido á propria CMP tal como é indicado no seu site?
Luís Império - Aqui o vídeo de hoje de manhã aonde se pode claramente ver os vários Polícias Municipais e várias motos suas… Ou seja isto não pode ter acontecido sem a CMP ter sido informada como alega o seu presidente….  Hoje e nova pesquisa de noticias nada... nem uma referencia a este corte de arvores... será que há boicote noticioso? No entanto em 2017 a CMP dava noticias em sentido contrário....
Captura de ecrã 2024-03-12 120242.png
David RibeiroContinua... às 11h15 de hoje
432385591_10224947903192688_9168335990398583794_n.
Luís ImpérioSerá que isto tem a ver com a construção do centro de formação futeboleira nos terrenos da quinta de Prelada? Como à futebolice tudo se permite....
David Ribeiro
Luís Império... isto é obra da Infraestruturas de Portugal e como é seu hábito não dá conhecimento a ninguém. A Policia Municipal está lá porque foi cortada a rua.
Bernardo Sá Nogueira MergulhãoSe calhar é melhor informar-se primeiro então.
Luís ImpérioBernardo Sá Nogueira Mergulhão procurei na net em todo o lado, nos sites da IP, da CMP e jornais, nada é referido sobre isto, nem sobre os condicionamentos e cortes de rua e estacionamentos, o proprio presidente da CMP comentou neste post desconhecer, apesar dos cortes de rua e estacionamento terem de ser aprovados pelos serviços da CMP com respectiva justificação.... Mas se souber aonde se pode obter informação sobre estes cortes de arvores, agradeço.
Rui MoreiraLuís Império nao seja ignorante. Foi pedido um condicionamento de transito, como poderia ter sido feito para mudar uma caleira ou fazer uma poda. 
Rui Moreira - Alfredo Solteir a Câmara não foi informada até ontem. Quando a presidente da junta de Ramalde nos ligou. 
Rui Moreira - Luís Império é por isso, por estas acções de desinformação, que a IP faz o que faz.
Rui Moreira
12/03/2024 13:59 (LUSA) Porto acusa IP de fazer abate de árvores na Prelada sem informar municípioO presidente da Câmara do Porto, Rui Moreira, acusou hoje a Infraestuturas de Portugal (IP) de abater árvores que servem como barreira acústica na Prelada, junto à VCI, sem informar o município, mas a empresa alega problemas fitossanitários. "Sem que a Câmara Municipal do Porto tivesse sido informada, a IP resolveu deitar abaixo um conjunto extenso de árvores - cerca 60 árvores que ladeiam a VCI [Via de Cintura Interna] - e nós, pura e simplesmente, não fomos informados dessa situação", disse hoje Rui Moreira aos jornalistas, após ter tido conhecimento do abate na rua Maria Lamas na segunda-feira. Segundo o autarca do Porto, o abate dos choupos causou "constrangimentos e consternação na população, porque são árvores de grande porte", tendo a operação sido entretanto suspensa por ordem da Polícia Municipal, por motivos de segurança. "Um dos abates das árvores estava a ser feito sobre uma das faixas de rodagem da VCI sem cumprir aquilo que nós consideramos os 'standards' mínimos de segurança. Daí nós termos ordenado a suspensão imediata", justificou o comandante da Polícia Municipal, Leitão da Silva, que afirmou ter sido notificado apenas para um corte de trânsitoSegundo a Câmara do Porto, até agora foram abatidas cerca de 20 árvores. O arvoredo terá cerca de 60 anos, segundo o vice-presidente da autarquia e vereador do Ambiente, Filipe Araújo. Para Rui Moreira, "não basta alguém dizer que há um motivo de segurança, era preciso fundamentar isso" por parte da IP num relatório fitossanitário, considerando ainda "um pouco estranho que haja motivos de segurança em todas as árvores". "Era preciso que a IP tivesse falado connosco no sentido de saber quais são as medidas de mitigação de ruído que vão substituir aquele bosque, e neste momento nada nos foi dito", contestou. Em resposta à Lusa, fonte oficial da IP referiu que "os serviços operacionais foram previamente informados da necessidade e do motivo que levou à necessidade do corte de trânsito". Já num comunicado enviado às redações, a IP informou que as árvores, de idade avançada, têm "problemas fitossanitários, estando em causa a estabilidade das mesmas", tendo promovido, nos últimos anos, "diversas ações com o objetivo de obter a regeneração das referidas árvores, sem que, no entanto, tenha sido possível reverter a situação". A decisão de abate "tem por base uma avaliação por parte dos serviços técnicos e ambientais da IP", visando "garantir as condições de segurança de pessoas e bens". Segundo Rui Moreira, "a IP tem de perceber, por uma vez, que a VCI, sendo da sua competência [da IP] e sendo um território seu, é, apesar de tudo, uma via urbana, que atravessa a cidade". "Tirar árvores causa impacto na população, causa impacto na paisagem, tem impacto também numa matéria que nós temos vindo a alertar há muito tempo, que é a questão do ruído", em que a VCI "é o principal problema" da cidade, clamando Rui Moreira pela instalação de barreiras acústicas. A questão das árvores "soma-se a muitas outras preocupações" que a autarquia tem relativamente à VCI, incluindo a recente alteração no nó de Paranhos, que já pediu para ser revertida "porque está a funcionar muito mal", mas "não há resposta" por parte da IP. Rui Moreira recordou ainda as propostas feitas quanto à alteração nas portagens nas vias que alimentam a VCI, que aguardam implementação. Questionado sobre se a autarquia ou a Área Metropolitana poderiam ter poder direto para intervir em vias de características locais como a VCI ou a Circunvalação, geridas pela IP, Rui Moreira disse esperar que o novo Governo encontre "uma solução diferente" da atual. "Mas aqui é uma questão de bom senso. Não há nenhuma legislação que substitua a questão do bom senso. Não se pode tratar uma cidade como se trata o quilómetro 200 de uma autoestrada no meio de uma montanha. Aqui vivem pessoas", vincou.

  Município trava abate de árvores junto à VCI à espera de justificação da Infraestruturas de Portugal
Entre 18 a 20 árvores foram cortadas pela Infraestruturas de Portugal (IP) junto à VCI, na zona da Prelada, durante os trabalhos que ali decorrem. Além de não ter sido informada previamente, a Câmara do Porto reclama à IP a justificação para este abate e, por razões de segurança, denunciando a forma como as árvores estavam a ser cortadas sem proteção, suspendeu imediatamente os trabalhos. Depois de alertada para o abate, a Câmara do Porto pediu esclarecimentos à IP e recebeu a alegada existência de problemas fitossanitários como resposta, mas sem qualquer estudo que o comprove. Recorde-se que naquela artéria a empresa pública detém 60 árvores, estando sobre gestão municipal outras 42. São, na sua maioria, árvores de grande porte, que têm entre os 20 e os 60 anos, atuando, entre outras valências, como barreira de ruído para quem habita na zona. “A IP tem que perceber, de uma vez, que a VCI, sendo da sua competência, é, apesar de tudo, uma via urbana, que atravessa a cidade”, afirma o presidente da Câmara do Porto. Em declarações à comunicação, na manhã desta terça-feira, Rui Moreira reforça “não se pode tratar uma cidade como se trata o quilómetro 200 numa autoestrada no meio de uma montanha. Aqui vivem pessoas”. E acrescenta que o Município está a “tentar tornar a cidade muito mais habitável, a tentar resolver o problema da transição carbónica, mas encontramos, da parte da IP, uma total falta de coordenação connosco”. “Não há nenhuma legislação que substitua o bom senso e a civilidade”, afirma, considerando “um pouco estranho que haja motivos de segurança em todas as árvores. Não é muito provável que elas fiquem todas doentes ao mesmo tempo”. Rui Moreira lembrou que, há dois anos, foi feito um pedido, pela IP, para fazer a poda das árvores, mas “desta vez ninguém nos informou de nada”. 
Câmara questiona soluções de mitigação do abate. Também o vice-presidente da Câmara considera que esta matéria suscita diversas perguntas, para as quais o Município não obteve resposta, entre elas o plano para aquela zona ou se haverá soluções de mitigação, nomeadamente a plantação de novas árvores. Filipe Araújo considera que “o que assistimos hoje não é um mero corte de árvores. É um corte de árvores num local onde vivem milhares de pessoas. É acabar com um cortina arbórea que permitia, até, que as pessoas deixassem de ver a VCI”. “Se é uma questão fitossanitária, então façam-nos chegar, como qualquer outra pessoa que intervém na cidade, o estudo, as razões de segurança para trabalharmos em conjunto”, apela o também vereador do Ambiente e da Transição Climática, recordando que o Município tem “uma equipa técnica que trata de 66 mil árvores, está mais do que capacitada para avaliar esses estudos”. Depois de contactada a IP, o Município ficou a saber que está previsto um abate por fases, mas desconhece a metodologia do trabalho. “Não pode acontecer, de um momento para o outro, haver um abate massivo de árvores na cidade sem haver um plano, sem haver uma explicação”, reforça o vice-presidente. 



Publicado por Tovi às 07:44
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Quinta-feira, 15 de Fevereiro de 2024
STCP doa 21 autocarros a gasóleo à Guiné-Bissau

mno_entrega_autocarros_stcp_guine_bissau_19.jpg

  Porto. Portal de Notícias do Porto
A STCP - Sociedade de Transportes Colectivos do Porto, EIM, SA 𝐯𝐚𝐢 𝐝𝐨𝐚𝐫 𝟐𝟏 𝐚𝐮𝐭𝐨𝐜𝐚𝐫𝐫𝐨𝐬 𝐚 𝐠𝐚𝐬𝐨́𝐥𝐞𝐨 𝐚̀ 𝐆𝐮𝐢𝐧𝐞́-𝐁𝐢𝐬𝐬𝐚𝐮, veículos que estão, neste momento, a circular em perfeito estado de manutenção e que serão substituídos por veículos elétricos.

 
David Ribeiro - Como disse Rui Moreira, Presidente da Câmara do Porto, “seria uma pena estarmos a vender isto ao desbarato, em vez de os utilizar para uma causa nobre como a cooperação de Portugal com a Guiné-Bissau”.
Ernesto SilvaA poluição em África não tem importância
Renato FerreiraErnesto Silva nao respiramos o mesmo ar, camarada
Ernesto Silva
Renato Ferreira Parece que não
Bernardo Sá Nogueira MergulhãoErnesto Silva pois mas tem direito a transporte e pouco dinheiro. O lixo de uns é tesouro de outros.
Ernesto SilvaIsso é verdade . Mas se mudamos para haver menos poluição!
Renato FerreiraÉ bom viver numa cidade rica
Bernardo Sá Nogueira Mergulhão
Renato Ferreira passa cheque de autocarros eléctricos?



Publicado por Tovi às 07:42
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Terça-feira, 13 de Fevereiro de 2024
Carnaval nas Escolas do Porto

  Rui Moreira no Facebook na 6.ª feira 9fev2024
Captura de ecrã 2024-02-10 074149.png

Hoje, dia das crianças celebrarem o Carnaval nas escolas, a mãe deste menino partilhou comigo a homenagem que quiseram fazer a todos os cantoneiros da CMP.

  David RibeiroSem dúvida uma bonita, simples, mas muito importante homenagem aos cantoneiros da nossa cidade.



Publicado por Tovi às 07:40
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Segunda-feira, 12 de Fevereiro de 2024
O PCP já não é o que era...

...mas o seu eventual desaparecimento deixaria "o eleitorado comunista à mercê do populismo demagógico e radical do Bloco de Esquerda".

 

417842602_944419683712983_4111074078138215811_n.jp

Os últimos moicanos
Raimundo não é mais novo nem mais velho, não tem idade. Nem o carbono 14 consegue decifrar de onde vem, se do Jurássico ou do Cretáceo.
O provecto PCP – último resquício europeu do estalinismo clássico – estava, há anos, à beira do precipício. Com a escolha do seu atual líder, terá dado o fatal passo em frente.
Se Jerónimo de Sousa tinha carisma e conseguia criar empatia – mesmo entre os que jamais votariam no seu partido –, este seu substituto é um desastre. Não se trata, sequer, da “velha cassete” a que Cunhal recorria: Paulo Raimundo não se sabe expressar, não prende a nossa atenção, não suscita simpatia. Com as suas tiradas, ditas sem convicção, deixa-nos na dúvida se acredita no seu próprio guião.
Jerónimo utilizava um truque: fingia-se mais velho do que é e, depois, utilizava a jovialidade da idade que de facto tem para nos seduzir.
Raimundo não é mais novo nem mais velho, não tem idade. Nem o carbono 14 consegue decifrar de onde vem, se do Jurássico ou do Cretáceo.
Porquê então esta sucessão surpreendente, se até não faltam no ‘partido’ protagonistas com maior qualidade, currículo e eloquência
Explicou-me um amigo, que já navegava nas águas comunistas antes do 25 de Abril, que o PCP está refém dos seus funcionários e apparatchiks. Ou seja, da corporação que o gerou e fez crescer, e a quem já só consegue pagar porque tem o património de que se apropriou há cinquenta anos, a ‘dízima’ dos seus eleitos e o tax free da festa do Avante!. Como estas receitas a minguar, os dependentes do PCP não tinham alternativa: havia que tomar conta do ‘partido’, e o funcionário Raimundo foi o escolhido para adiar o inevitável.
No sindicalismo, o PCP vai definhando. Quando nos recordamos de Carvalho da Silva ou de Arménio Carlos, impressiona a impreparação e deslustre de Isabel Camarinha.
Nas autarquias, já não há Maria das Dores Meira ou Bernardino Soares. Vítor Proença e Figueira Mendes não são reelegíveis em Alcácer e Grândola, onde têm feito um excelente trabalho. Por isso, o PCP corre o risco de ser varrido do mapa autárquico em 2025.
Nas elites intelectuais, ainda encontrámos alguns militantes ou apoiantes. Mas, entre esses, como Álvaro Siza, há mais tradição e saudade do que convicção e esperança no futuro.
Há quem rejubile com o último estertor do PCP, com o fim de um credo sem Deus. Até porque o alinhamento com Moscovo na questão da Ucrânia e a incapacidade de criticar o Irão e a sua política repressiva dos direitos das mulheres são um vergonhoso embaraço.
Não partilho desse sentimento, porque um partido da esquerda coletivista deve fazer parte do nosso leque político-partidário. Além do mais, temo que o desaparecimento do PCP deixe o eleitorado comunista à mercê do populismo demagógico e radical do Bloco de Esquerda – um partido aliado de forças que não hesitam em invocar os espantalhos da kristallnacht, como ficou patente em recentes manifestações e foi propalado pelo esquerda.net, sem ser denunciado por Mariana Mortágua.
Sim, há um PCP com trabalho autárquico, com preocupações sociais, que questiona o nosso modelo burguês e por isso faz falta. Esperemos que não sucumba às mãos da sua nova nomenclatura corporativa, e não deixe um espaço vazio para aqueles que, a todo o custo, querem destruir as nossas liberdades e desconstruir a nossa democracia. Para aqueles que, sem nunca olhar a meios, incitam ao conflito e iludem os eleitores, procurando o caos na expectativa de, um dia, construírem a sua sociedade intolerante e totalitária. A sociedade que conseguimos adivinhar nos seus discursos, principalmente quando são contrariados e lhes cai a pele de cordeiro.



Publicado por Tovi às 07:38
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Quinta-feira, 2 de Novembro de 2023
Como está não pode continuar...

...algo terá que ser feito

398263623_1990120384692550_4071736671251926405_n.j  
O presidente da Câmara do Porto garantiu, nesta segunda-feira à noite [30out2023], durante a Assembleia Municipal, que o município não irá permitir "mais nenhuma frente de obra" do metro, defendendo que a cidade "está caótica" devido às obras da linha Rosa e 'metrobus'. "Estou extremamente preocupado com o incumprimento sucessivo dos prazos que nos são dados sem explicação aparente", confessou Rui Moreira, dando como exemplo o que se passa, atualmente, na Avenida Marechal Gomes da Costa e as obras em curso para o 'metrobus'. Esta via deveria estar reduzida para apenas uma faixa de trânsito de cada lado durante um mês - entre o dia 15 de agosto e o dia 15 de setembro -, mas continua assim até aos dias de hoje. "Aquilo que me dizem é que o 'metrobus' já está com quatro meses de atraso, o que vai coincidir com a chegada dos veículos … deve ser um mero milagre", revelou, durante a discussão sobre a alteração aos estatutos da Sociedade de Transportes Coletivos do Porto (STCP), apresentada pelo Executivo, durante a Assembleia Municipal. Por isso, garantiu o presidente da Câmara, "naquilo que estiver ao nosso alcance, não permitimos mais nenhuma frente de obra até acabarem as que têm. A cidade está caótica porque os cronogramas que nos foram apresentados não estão a ser cumpridos". Rui Moreira assegurou não querer saber do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR), que financia a obra do 'metrobus', das linhas Rosa e Rubi, defendendo que "a cidade não pode morrer pelo cumprimento do PRR". "Acabam a linha Rosa, o 'metrobus' e quando fizerem isso, o meu sucessor passará a licença para a linha Rubi", referiu, adiantando ter já revelado essa intenção ao presidente da Metro do Porto e ao secretário de Estado da Mobilidade Urbana, Jorge Delgado. Na opinião do presidente da Câmara, a cidade não tem capacidade para aguentar mais frentes de obra e não pode ser "um campo para se fazer experimentalismos". "Se quiserem, acabam primeiro a linha rosa, fazem o 'metrobus'. Se não houver PRR? Não há PRR. Se não houver ponte? Não há ponte. O que não podemos é ter linhas e não ter pessoas", adiantou. "Neste momento, a situação é absolutamente catastrófica", acrescentou. Rui Moreira deixou um apelo a todos os deputados municipais: "Não sei o que pensam, mas é um apelo de coração. Não é uma questão de politiquice. Temos uma palavra a dizer sobre o que se passa na nossa cidade e, neste caso, a meu ver, temos de não autorizar quaisquer que sejam as consequências", frisou. Em resposta, José Maria Montenegro, do movimento "Rui Moreira: Aqui Há Porto", afirmou que "a situação na Boavista é sinistra". "Lembro-me que o presidente da Metro (Tiago Braga) veio aqui [à Assembleia Municipal] garantir que a empresa prioriza as frentes de obra", frisou, acrescentando: "Temos de ser exigentes perante a Metro e os calendários que nos apresentam".  Na opinião de Nuno Borges, do PSD, "enquanto as novas linhas do metro estão em construção é necessário um reforço de composição das linhas atuais, bem como uma frente de obra mais organizada e que crie menos confusão no trânsito, já de si difícil". "O metro deve preocupar-se em cumprir o calendário de execução das novas linhas", vincou. Para Rui Sá, da CDU, "podemos estar de acordo com uma posição de força relativamente aos desmandos da Metro", mas "temos de ter a preocupação de tentarmos ser coerentes, deixarmos de lado as questões que não são ideológicas e que prejudicam a cidade". O deputado do PAN, Paulo Vieira de Castro, defendeu a agilização de medidas, "necessárias e que impliquem um maior respeito pelos transportes públicos no Porto, assim como as vias que lhe são dedicadas". Jerónimo Fernandes, do Chega, manifestou também o seu apoio ao repto lançado pelo presidente da Câmara. "Estamos ao lado do Executivo em não permitir mais abertura de obras", disse.

  Armando Ribeiro - Inteiramente de acordo com as preocupações do Senhor Presidente da Câmara do Porto. Há atrasos nas divevrsas obras que só se justificam pela má gestão de obras e a indiferença dos mais responsáveis. Estado. - A Cidade está um caos, ponto. O trânsito aglomera-se de forma desenfreada e nos parece (pelas criticas que se ouvem a toda a hora), o mal está nas obras, que nem atam nem dedatam, e por consequência (também) a espera de tempos infinitos pelo tranasporte público, vai aumentando, para quem não tem aternativas. - Estou consigo e com as suas preocupações, Dr Rui Moreira !!!!!



Publicado por Tovi às 07:08
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Domingo, 17 de Setembro de 2023
No rescaldo do caso "Estátua de Camilo"...

378401202_6925823877463035_1251718361661874646_n.j
...tudo me pareceu como as conversas de antigamente às mesas dos cafés ou dos tascos, umas interessantes, outras para rir e ainda outras a não valerem o estouro de um foguete.


Vale Dos PrincípesO Sr “ selminho “   Desde que saiu do armário… Só diz e faz asneiras Ainda vai acabar a vender kebab 😆
Isabel Sousa Braga
Gostava de saber o verdadeiro motivo da a petição.
Chico GouveiaO que virá a seguir? Contestação à estátua da pantera por causa da "ofensiva" cor da dita? Algo de negativo que ficou demonstrado: para a dimensão da cidade, o número de notáveis (37) é muito baixo.
Raul Vaz OsorioChico Gouveia não é o número de notáveis que é baixo, é o número de notáveis completamente parvos. Mas há qualquer coisa oculta, conheço bem alguns deles e não os estou a ver a embarcar numa cruzada puritana. Como diz o povo, aqui há pardal!
Chico GouveiaRaul Vaz Osorio o pardal são as próximas autárquicas para a CM Porto.
Raul Vaz OsorioChico Gouveia e o rabinho da Ana Plácido vota em quem?
Chico GouveiaRaul Vaz Osorio boa questão
Fernando Lucas Martins😂😂👍Sem dúvida
David Ribeiro
  E já agora... eu já ando a procurar mais 36 para se juntarem a mim e pedirem umas roupinhas para taparem as maminhas destas três estátuas do Porto.
Captura de ecrã 2023-09-16 094915.png
Albertino Amaral
David Ribeiro O amigo também só se lembrou agora das maminhas. Há quantos anos elas estão â vista, e ninguém se preocupou com isso. Pobres pequenas.....
Isabel S Sousa
David Ribeiro uns soutiens!!!!
Carla Afonso LeitãoMais uma empreitada para a Vasconcelos 🫣
João Greno BrògueiraO melhor do teu post é a foto.
Isabel Sousa Braga
376683483_6770898959599674_8005162985964556284_n.j
Joaquim DinizO rei dos imbecis Rui Moreira a próxima é a estátua da república na assembleia
Manuel SarmentoSinónimos de notável: “afamado, importante, eminente, inesquecível, ilustre, famigerado, admirado, célebre, conceituado, conhecido, considerado, destacado, distinto, egrégio, estimado, excelente, exímio, famoso, ínclito, incomum, insigne, invulgar, meritório, renomado, respeitado, singular”. Surge-me uma questão, com qual destes sinónimos se identificará cada um dos ditos notáveis? Sendo sinónimos, há muitas diferenças entre eles para serem reconhecidos como tal… …além de que 37 são tão somente trinta e sete…
David Ribeiro -Tens razão, Manuel Sarmento... trinta e sete nem dá para encher uma camioneta para se ir a Fátima rezar pela conversão da Rússia.
Jorge VeigaO que me intriga é que sendo 37 (ou mais que fossem), como é que pode ter sido encarada a hipótese de retirar a estátuta pelo RM, que é o que consta que aconteceu pelo menos nesta página e por quem estava ligado/a ao próprio. Reverteu e fez bem, mas acho que nem devia ter pensado no tema, com ou sem camionetas até Fátima, caro David.
David RibeiroPois, Jorge Veiga, mas foi assim quer Rui Moreira pensou e deu a conhecer publicamente. Porque terá sido ainda é para mim um mistério, mas o tempo o dirá.
Jorge Veiga
David Ribeiro entendi numa entrevista que vi numa TV, que ele pensava assim. Nem quero dar opiniões sobre o que cada um pensa sobre o que quer que seja, mas os lugarfes de decisão, são para decidir pelo todo e não para pensar pela sua cabeça a sua própria opinião. Veremos.
Eduardo SaraivaPaís de gente menor e supérflua .... já nem dá para comentar. Resta a indignação silenciosa.
Carlos Miguel SousaO artigo 2 da n/ querida constituição acaba apontando na direção da Democracia Participativa. Seria esta uma boa oportunidade para um referendo local ? Não sei. O que sei é que enquanto forem « ELES » a tomar todas as decisões por « NÓS », só existe Democracia Representativa, uma forma menor, e por norma exclusiva das Democracias imaturas e pouco evoluídas como é o caso da nossa. Em Lisboa, há uma estátua parecida. Fica onde está.
Mario PinheiroComo é possível encarar um acto de censura cultural como de menor importância?! Até onde irá a sanha moralista que lhe está associada? O lobo revela-se?
José Manuel Nero😂😂😂😂😂 viva a "coltura" à moda do Porto.
Mário SantosEstamos a ser invadidos por muçulmanos... já espero tudo incluindo as burcas
David Ribeiro Se houver alguém que queira tapar as maminhas de muitas estátuas do Porto eu tenho um amigo que vende sutiãs baratos (têm um pequeno defeito, mas para o que é serve). 
Captura de ecrã 2023-09-17 115841.png
Eduardo SaraivaSó podemos brincar com esta alucinação social. Que sociedade imbecil!

 

  Assembleia Municipal do Porto na 2.ª feira 18set2023
379914037_10224172655011968_1215570739605216336_n.

  Rui Moreira revela mensagem privada de deputada
Captura de ecrã 2023-09-19 092358.png 
E disse Isabel Ponce de Leão em resposta a Rui Moreira: "Em nenhuma ocasião eu ataquei a instituição Câmara do Porto. Ataquei os moldes em que esta petição foi redigida. Que fique claro. Não retiro uma palavra".




Quinta-feira, 14 de Setembro de 2023
Fico boquiaberto ao ler o que diz Rui Moreira...

Captura de ecrã 2023-09-14 103506.png

Há quem goste e outros que não gostam... eu cá nem sei se gosto ou se tanto me faz, mas fico boquiaberto ao ler que Rui Moreira encaminhou o pedido de remoção da estátua para o vereador do urbanismo da Câmara do Porto, Pedro Baganha, deixando ainda uma nota: “Não tendo havido qualquer deliberação municipal para erigir tão deselegante obra, e concordando com o que tão ilustres cidadãos nos suscitam, solicito que se proceda à remoção daquele objeto, que deverá ficar nas reservas municipais".

  
Joaquim Figueiredo
Um dia vai aparecer uma petição para mudar a história... há gente que não tem noção do ridículo
Joaquim Pinto da SilvaDecisão que nos coloca à mercê de "qualquer petição de ilustres". Os planos do "gosto" e da moral são abjectos: o primeiro porque resulta de bastante subjectividade (também acho um mau trabalho) e o segundo é totalmente inadmissível. Até pensei que seria pela mulher nua, o que seria ridículo, mas não, é pela "subalternização da dita". Nunca pensei que quisessem "igualar" a figura da Senhora ao génio de Camilo! Mas, para isso, teriam que lhe pôr o nome e descrever os seus feitos.
Carla Afonso LeitãoSubscrevo, as petições em nome do "gosto" e da "moral" não é bom caminho. Mas, está tudo doido, ou está tudo doido?! A malta está a ficar chanfrada com o literal e mata a poesis à bruta em nome de uma higienização que não passa de um cavalo de Tróia. Cambada!
Gonçalo G. MouraNem tinha visto e postei a minha opinião noutra "posta", mas é um verdadeiro disparate, e cai muito mal...
David Almeida
Tem a certeza de que não se trata de paródia?!...🤔
David Ribeiro
No Observador às 11h45 de 14set203: Rui Moreira manda remover estátua de Camilo, após petição apelar ao "ultraje" de estar "abraçado a um exemplar mais ou menos pornográfico".
Antonio DasilvaMas não será devido a isso ,satisfazer gostos, que Portugal se transformou neste país???
Bernardo Sá Nogueira MergulhãoNão me parece normal, ainda duvido
Carla Afonso LeitãoBernardo Sá Nogueira Mergulhão, também eu, sinceramente.
Bernardo Sá Nogueira MergulhãoCarla Afonso Leitão também já fizeram petição contra retirar estátua, só precisa de 38 assinaturas, visto que, segundo a outra notícia, decidiu retirar estátua devido a abaixo assinado por 37 gatos pingados. Só por números em que se baseia suposta decisão,me parece tudo um disparate pegado.
Carla Afonso LeitãoBernardo Sá Nogueira Mergulhão, todos nós tomamos decisões precipitadas e muitas vezes por sugestão, mas, confio no bom senso do Presidente e tenho fé que irá reconsiderar. Não sou apologista de petições, a não ser que esteja em causa força maior. Aguardemos.
David RibeiroAdorava saber quem são os "37 cidadãos, entre os quais artistas, curadores, advogados e políticos" que subscreveram a dita petição.
Altino Duarte
David Ribeiro Há um vídeo onde se consegue vislumbrar os nomes dos "ilustres" peticionários. Alguns são conhecidos e é de pasmar terem assinado. Os outros, aqueles que ninguém conhece, devem merecer a confiança de Rui Moreira e isso ainda é mais de espantar...
Ana MeloQuem quer retirar a estátua devia primeiro informar-se do que ela simboliza! Além de achar que é uma falta de consideração pelo autor. Sr Presidente não o estou a conhecer!!!
David Ribeiro O que eu já me ri com esta notícia de há momentos [JN às 20h54 de 14set2023]Como "Francisco Simões está a dizer que a imagem" da mulher na estátua de Camilo no Largo Amor de Perdição, no Porto, "não é de Ana Plácido", para a vereadora da CDU, Ilda Figueiredo, uma das signatárias que pede a retirada da obra, "já não faz sentido esta polémica". Há já uma nova petição "pela não remoção" da obra.
Ana Paula PeixotoFaça se um referendo aos cidadãos do Porto !!
Taty CrespoJuro que a primeira coisa que me veio à cabeça foi uma cena da "Gabriela, cravo e canela" de Jorge Amado em que se descobre que a mais acérrima defensora "da moral e dos bons costumes" era, afinal, prostituta... Há quem se venda por menos!!!
Nuno Ilharco Gonçalves
Ainda não estou em mim. Mas agora basta que se junte uma horda de ditos notáveis clamando pelo derrube da estátua, para ser feito esse ato de censura a uma obra de arte? Mas pensam que estamos no tempo da ditadura? Voltem lá para as grutas de onde não deveriam ter saído e aprendam os valores da civilização, em vez de apregoar toleimas, meninos!
Helena RebeloAssinem a petição,somos nós cidadãos da cidade do Porto ,pagamos impostos e temos algo a dizer e não são 37 Pessoas que ditam o que a cidade deve ter ou não,agora está na moda,não se pode dar um beijo,estão indignados, ao fim de 11anos lembraram se.🤔🤭estou incrédula, com o querem fazer😏
João Lemos
Que o Rui Moreira não se arme em "Vice-Rei do Norte" pois o povo do Porto nunca bajulou Reis e nem sequer os deixava pernoitar dentro dos muros
Helena SeixasQue bom! Afinal, 37 assinaturas são suficientes para deitar ao lixo, uma qualquer obra de arte ou não. Para a repor novamente, quantas assinaturas são precisas? Os portuenses andam muito púdicos!

 

  Sexta-feira 15set2023 - Continuo pasmado com tudo isto...
O presidente da Câmara do Porto afirmou, esta sexta-feira [15set2023], que não vai voltar atrás quanto à retirada da estátua de Camilo, instalada no largo da antiga Cadeia da Relação, no Porto, apesar de mais de três mil pessoas assinarem a petição contra a decisão do autarca. "É uma decisão minha (...) Neste caso há posições extremadas dos dois lados. Há quem queira e quem não queira", indicou Rui Moreira, que disse não se tratar de "nenhum puritanismo".
  
Maria Isaura Alvarez - Rui Moreira... Acho lamentável, para não dizer vergonhoso, que se tenha colocado nessa atitude de intransigência qyanto a este assunto. Nas 37 assinaturas para retirar a estátua, há duas que lhe merecem confiança por serem conhecedores de arte... E nas mais de 3000 que não querem que a estátua seja retirada, o senhor conhece- as uma z uma??? Como pode avaliar quem são, que conhecimentos têm sobre o assunto???? E is cidadãos do Porto, não contam? E só ao fi. De 11 ou 12 anos é que acham que a estátua não está bem ali? É o melhor local para estar!!!! E não a vão destruir...olhe que isto já é uma grande benesse que faz a tidos nós!!! Agora no Porto imperam as leis do absolutismo? O senhor é que manda e a malta come e cala???? Tenha Vergonha Sr Presidente e respeito pelosportuenses e pela sua vontade , pelo autor da obra e por Camilo que foi uma figura ilustre desta cidade e um autor maior da nossa literatura. É que sinceramente ainda não compreendi o porquê desta decisão.. é porque os glúteos da senhora estão à mostra??? Envergonham- no? Melhor seria que se envergonhasse com outras coisas que se passam na nossa tão amada cidade!!!! Estamos em Democracia e como tal, a estátua deverá ficar no sítio onde está. 

 

  Tanto quanto me foi dado saber a deputada municipal Isabel Ponce de Leão, fará na sessão da Assembleia Municipal do Porto na próxima 2.ª feira [18set2023] uma intervenção sobre a Escultura "Um Amor de Perdição".
  
Isabel Ponce de Leão
Ainda não sei se vou ter permissão, David.

 

  ÚLTIMA HORA - Ao contrário do que o presidente da Câmara do Porto, Rui Moreira, afirmou na sexta-feira [15set2023], garantindo que não voltaria atrás na decisão de retirar a estátua de Camilo do Largo Amor de Perdição, no Porto, a obra vai, afinal, ficar onde está. Em causa está uma deliberação municipal, aprovada pelo Executivo em 2012. (in JN às 16h20 de 15set2023)

 

  E no rescaldo do caso "Estátua de Camilo" tudo me pareceu como as conversas de antigamente às mesas dos cafés ou dos tascos... umas interessantes, outras para rir e ainda outras a não valerem o estouro de um foguete.



Publicado por Tovi às 10:55
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sexta-feira, 25 de Agosto de 2023
O flagelo dos toxicodependentes

13489182-viciado-em-drogas-e-conceito-narcomaniaco

Na passagem inferior para peões na estação de Metro de Ramalde "acampou" um grupo de toxicodependentes e além de se injetarem à vista de todos tornam praticamente impossível de usar esta passagem. Já informei «Porto.» (220 100 220) deste facto... disseram-me para contactar a PSP já que isto é crime público. Assim fiz e disseram que iriam mandar lá um carro patrulha, mas que o assunto "é complicado e até parece que ninguém quer resolver o assunto".

  
José Lachado
Agradeça ao Rui Moreira com a, suposta limpeza, na zona do Fluvial. Como era numa zona de gente abastada ..... limpou. Vejam o que se passa à porta e nas imediações das piscinas de Cartes, junto ao campo do Cerco e no próprio bairro. É pena o Rui Moreira não morar lá. Vergonha de Presidente.
Isabel Sousa BragaJosé Lachado isso não é verdade, continua a haver toxicodependentes no fluvial, é só vir confirmar a qq hora do dia. E não, não são só pessoas abastadas que moram nesta zona, há bairros sociais e essas pessoas têm todo o direito de terem paz. TODOS temos o direito de ter paz transversalmente
José LachadoIsabel Sousa Braga claro que TODOS têm direito, então o sr Rui Moreira que vá até à Av de Cartes, aos terrenos das piscinas municipais, ao bairro do Cerco (em frente ao CFP) e veja a pouca vergonha que lá se passa, principalmente após "marketing " do Fluvial.
Isabel Sousa Braga
José Lachado chame a CMtv e faça marketing também.
José LachadoIsabel Sousa Braga por essa resposta, percebemos bem de que lado está.
Patrícia Rapazote
José Lachado imagino a sua revolta, no entanto, essa não é uma competência do Presidente da Câmara, é uma competência da Polícia de Segurança Pública e de entidades como o SICAD. Quanto ao referir-se que o Presidente da Câmara não tem falado de Ramalde e de outras freguesias, que com muita tristeza, estão a enfrentar este problema, lamento informar que tal não se verifica. Agradeço que pf consulte as inúmeras notícias que têm saído nos órgãos de comunicação social e esta Falta de policiamento no combate ao tráfico e consumo de droga criticada na Assembleia Municipal, que ocorreu em plena Assembleia Municipal perante todos os movimentos e partidos, algums com assento na Assembleia da República onde podem fazer valer a sua voz.
David RibeiroJá agora e ainda sobre o que aqui se está a discutir: Sou apoiante desde a primeira hora do movimento independente de Rui Moreira e nas várias intervenções que se realizaram na Assembleia Municipal do Porto sobre este assunto e nas quais participei como deputado municipal, sempre houve unanimidade de opinião sobre a ineficácia ou mesmo falta de policiamento no combate ao tráfico e consumo de drogas em espaços públicos, nomeadamente junto de estabelecimentos de ensino, tarefas da exclusiva competência do Ministério da Administração Interna.
José Lachado
David Ribeiro meu caro, o RMoreira quando precisa de publicidade, convoca as TVs e leva o seu staff todo, mais a PSP e PM para tentar mostrar que faz alguma coisa. Como fez na Pasteleira. No Cerco não faz nada e o tráfico é feito à porta das Piscinas Municipais e no Bairro Camarârio. No tempo do RRio eles andavam direitos.
Patrícia RapazoteEste assunto é muito triste e, em termos de segurança, compete apenas e só à Polícia de Segurança Pública e ao Ministério da Administração Interna. A Câmara do Porto forneceu 10 veículos à PSP mas não havendo agentes no efetivo na Esquadra do Viso, atravessmos uma fase em que nem carro patrulha temos em Ramalde. Estamos a falar de uma freguesia com 39.000 habitantes e com muito mais população flutuante. O Programa Porto sem Droga vai limpar diariamente os locais identificados com seringas, pratas e afins mas, passado pouco tempo, volta tudo ao mesmo. É importantíssimo reforçar o número de agentes na Esquadra do Viso para que, consigamos devolver a qualidade de vida e o sentimento de segurança aos Ramaldenses.

 

  JN às 20h55 de 25ago2023 (ver aqui)
Captura de ecrã 2023-08-25 225957.png



Publicado por Tovi às 08:35
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Quinta-feira, 20 de Julho de 2023
Programa municipal “Rede 20”

Captura de ecrã 2023-07-18 091027.png

Foi  apresentado na terça-feira [18jul2023] pelas 10h30 horas no Largo Amor de Perdição, pelo presidente da Câmara do Porto, Rui Moreira, e pelo vereador do Urbanismo, Pedro Baganha, o programa municipal “Rede 20”.

 
361940924_10227399193858950_2699996969916277535_n.
Rede 20 é um programa municipal que já arrancou e que irá implementar uma rede de percursos prioritários para meios de mobilidade suave no centro da cidade do Porto. Numa primeira fase estão previstos 12 km de arruamentos que passarão a incluir condicionamentos à circulação automóvel, seja pela sua total pedonalização, pelo condicionamento do acesso automóvel, ou pela limitação da velocidade máxima a 20km/h. Até ao final do ano estará concluída a primeira fase, sendo que se prevê que à medida que as obras do metro vão terminando, se expanda a rede de mobilidade suave até à sua extensão máxima prevista de 30 km de arruamentos.



Publicado por Tovi às 07:42
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Quinta-feira, 15 de Junho de 2023
O que é demais é moléstia

Captura de ecrã 2023-06-13 164846.png
Que se investigue... até poque quem não deve não teme, mas, como diz o povo, o que é demais é moléstia.

  
Albertino Amaral
Anda muita gentinha à procura de conflitos. Devem ser os mesmos frustrados de outros temas, que não funcionaram como eles esperavam... Tadinhos dos piquenos...
Joaquim FigueiredoInfelizmente tem sido recorrente, o MP colocar no ar suspeitas sobre personalidades públicas, por isso tenho dito e o meu amigo tem negado, que o MP é incompetente e não cumpre eficazmente o trabalho para o qual é pago. A análise deve ser igual para todos... e não condenar na praça pública
David RibeiroNão, Joaquim Figueiredo... o que eu sempre disse é que o Ministério público é lento e arrasta os processos de forma incompreensível, quando a Justiça deverá ser célere.
Joaquim FigueiredoDavid Ribeiro e isso é incompetência, e um comportamento miserável quando coloca no espaço público suspeitas... e por muitas investigações que se façam são sempre arquivadas. Como pode o MP merecer credibilidade se é incapaz de descobrir quem vende a informação mesmo que ela esteja na posse de 2/3 pessoas? O nome dos suspeitos vai ardendo em lume brando... outros em lume sempre forte alimentado pela gasolina do MP
Jorge De Freitas Monteiro
Temos que concordar, independentemente de qualquer juízo de culpa em sentido jurídico, que o senhor tem azar. Então não é que durante os seus mandatos a CMP toma, em dois dossiers urbanísticos distintos, decisões pelo menos polémicas que o beneficiam?
David RibeiroAo que consta, Jorge De Freitas Monteiro, nunca foi beneficiado e desta vez as alterações a serem feitas no traçado da Avenida Nun’Álvares implicarão com “parte do terreno da casa e também do jardim arrendado pelo presidente da Câmara Municipal do Porto”.
Jorge De Freitas MonteiroDavid Ribeiro, em relação ao denominado caso Selminho o acordo entre a CMP e a Selminho correspondia aos interesses da Selminho, portanto do autarca. Aliás se assim não fosse a Selminho não o teria assinado, como é óbvio. Quando a este novo caso, aguardemos mais detalhes.
David RibeiroMas no caso Selminho nem antes de ser presidente da CMP nem depois foi beneficiado, Jorge De Freitas Monteiro, ou foi?
Jorge De Freitas MonteiroDavid Ribeiro, falo do acordo que a CMP aceitou celebrar com a Selminho, acordo que depois acabou por ficar sem objecto por razões ulteriores conhecidas de todos. Esse acordo forçosamente beneficiava a Selminho, ou não? Conheces muitas empresas privada…. 
David RibeiroSe... o que nunca passou de intenções, graças à intervenção dos serviços da Câmara que Rui Moreira presidia e que descobriram que grande parte dos terrenos em causa até eram da CMP.
Jorge De Freitas MonteiroDavid Ribeiro, eu próprio o disse ao referir que o acordo acabou por ficar sem objecto. Aliás isso só aconteceu graças à diligência inopinada de um funcionário da CMP, funcionário esse que foi na altura atacado e caluniado por muitos moreiristas. Isso não altera o essencial, a CMP durante um mandato de um dos donos da Selminho, concluiu um acordo com a Selminho que favorecia a imobiliária.

 

  Catarina Araújo no Facebook em 20jun2023
Captura de ecrã 2023-06-20 102312.png
Na última reunião de executivo Rui Moreira recomendou a revogação da deliberação referente à Aprovação da Delimitação de Unidades de Execução da UOPG1- Nun’Álvares, abertura da discussão pública, proposta aprovada por unanimidade, na reunião do mesmo órgão no dia 11 de abril passado.
É minha convicção, que o Rui Moreira não incorria à data, nem incorre hoje, em qualquer situação de impedimento ao ter participado e votado a referida proposta.
Isso mesmo referiu Rui Moreira assegurando que em momento algum lhe ocorreu estar impedido e explicou o porquê; por não ter qualquer interesse pessoal no deliberado, não ter atualmente nenhum interesse pessoal na UOPG1- Nun’Álvares.
A única situação que sobre o assunto lhe dizia respeito ficou resolvida lá atrás, muito antes sequer de sonhar ser Presidente da Câmara do Porto.
Para evitar que a discussão relativa aos méritos e à bondade da solução proposta fosse substituída ou contaminada por uma discussão estéril e totalmente injustificada relativa à participação considerou - e bem - que a melhor solução seria a revogação daquela deliberação e a adoção de uma nova na qual decidiu não participar.
Rui Moreira percebeu que a relevância da operação não pode, e não deve, ser posta em causa, ou manchada por qualquer polémica e por isso lamentando não participar numa deliberação tão importante para o Município e para a resolução de um problema com cem anos, decidiu não participar nela.
Triste dias estes, tristes dias em que os ataques pessoais, as denúncias anónimas infundadas, as suspeitas fáceis, as calúnias não nos deixem fazer aquilo para o que fomos eleitos.
Que tudo isto não nos faça deixar e acreditar na vida pública e na política. Esse sim será um dia triste para a democracia.



Publicado por Tovi às 07:49
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Quarta-feira, 30 de Novembro de 2022
Um clima de mal-estar no executivo camarário do Porto

Captura de ecrã 2022-11-29 153627.jpg
Parece haver um clima de mal-estar entre o movimento independente de Rui Moreira “Porto, o Nosso Movimento” e a Iniciativa Liberal (IL). Em causa estará a falta de respaldo político por parte da associação cívica que apoia o executivo e que o autarca esperava por ter sido visado numa reportagem da SIC.

É muito provável que a tal "reportagem da SIC" seja esta:
SIC Notícias - 28out2022 às 22h11 - Empresa envolvida em casos de corrupção instala-se no Porto

 

  Porto Canal 29nov2022 às 21h05
Captura de ecrã 2022-11-30 105107.jpgFilipe Araújo, recém-eleito presidente da associação Porto, o Nosso Movimento, desvalorizou a saída de Ricardo Valente do movimento e defendeu que “para uma pessoa se demitir precisa de exercer algum cargo”. Quanto à pretensão de Ricardo Valente ser defendido pelos independentes na sequência de uma reportagem da SIC, Filipe Araújo afirmou esse "não é tema que a Associação deva tratar"O mandato de Filipe Araújo ao leme da associação Porto, o Nosso Movimento, começou de forma atribulada. Eleito no passado sábado, quase unanimemente, com 66 dos 68 eleitores, o vice-presidente de Rui Moreira viu Ricardo Valente despedir-se da Associação, em carta enviada a 10 de novembro. O responsável pelo pelouro das Finanças, Atividades Económicas e Fiscalização, da Economia, Emprego e Empreendedorismo, não terá sentido o apoio e respaldo do ‘braço-armado’ de Moreira, e escreveu uma carta aos órgãos do movimento independente a anunciar a saída daquela que é a organização política que elegeu o autarca do Porto. Para Filipe Araújo, o atual cenário não representa uma demissão, “porque para uma pessoa se demitir precisa de exercer algum cargo na Associação Cívica, no Movimento”, coisa que não acontece, defende o líder, reforçando que “aquilo que existe é que há um associado que sai, tão somente isso”. Questionado sobre a falta de apoio sentida por Ricardo Valente, que terá estado na origem da decisão do vereador, como admitiu o próprio ao Porto Canal, Filipe Araújo rejeitou comentar, afirmando que “a Associação não teria nunca que se pronunciar sobre este caso. Deve-se a um tema que o Ricardo Valente terá de tratar em sede própria, ele próprio já o fez, nos meios que tem à sua disposição”, realçou. Tirando dos holofotes o tema que abalou a política municipal da Invicta, esta segunda-feira, o líder do movimento independente admite otimismo no mandato que agora arranca, destacando o forte apoio que tem sentido, desde a sua eleição. “Aquilo que posso dizer é que desde sábado quando assumi a presidência da Associação Cívica o que tenho sentido e recebido foi por parte de muitas pessoas o interesse em associar-se ao Movimento, o que comprova bem a vitalidade que o Movimento tem e os vários fatores que nós representamos de discutir o Porto, discutir o futuro”, acrescentou.



Publicado por Tovi às 07:36
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Quinta-feira, 10 de Novembro de 2022
Forte abraço Rui Moreira...

...e como hoje dizia um amigo meu "um inocente injustamente acusado deve sempre suscitar a nossa indignação".

Captura de ecrã 2022-11-10 151656.jpg

  Notícia no JN de hoje

 


Júlio GouveiaContra alguns profetas da desgraça que já se preparavam para tomar o poder pela força
Albertino Amaral
Bom, esta notícia não vai certamente agradar a muita gentinha, certamente.... isto vai ser o prenúncio de uma Feira de Melões na Cidade do Porto......
Joaquim Figueiredo
Já se sabia... agora imagine que se pedia a demissão de presidente de câmara por ser arguido! Abraço
Luis BarataEssa frase e conceito não se aplica a todos, pois não !?...
David Ribeiro
Sempre, meu caro Luis Barata... um inocente injustamente acusado suscita sempre indignação.
Luis BarataDavid Ribeiro até o socas!?...
David RibeiroLuis Barata, se os tribunais o inocentarem, porque não?




Terça-feira, 4 de Outubro de 2022
Filipe Araújo na liderança do movimento independente

Filipe Araujo tem todas as qualidades para ser o futuro Presidente da Câmara do Porto.

  Porto Canal - 28set2022
"Vice" de Moreira assume liderança do movimento independente
Captura de ecrã 2022-10-03 101939.jpg
Filipe Araújo, vice-presidente da Câmara Municipal do Porto, vai ser candidato à presidência da Associação Cívica “Porto, o Nosso Movimento”, de olhos postos na corrida à autarquia da Inivicta. Este é assim um passo seguro rumo a um destino que muitos lhe vão apontando, o de ser o sucessor de Rui Moreira. (...) “Esta candidatura é um projeto de continuidade, alicerçado numa gestão da cidade de Rui Moreira e o seu executivo. A associação soube ajudar à construção desse caminho, um caminho independente, com pensamento próprio, centrado no Porto, sem diretórios a condicionar e sempre em defesa do seu Porto”, explicou o número dois de Moreira.

 


Gonçalo G. MouraEntão porquê? Quais são as propostas? O que pretende na mobilidade urbana? É mais do mesmo ou trás alguma ideia nova?
David RibeiroGonçalo G. Moura, porque é sério, nunca esteve sujeito às partidarites doentias e já viu as suas políticas serem referendadas pelos portuenses em três eleições autárquicas.
Gonçalo G. MouraDavid Ribeiro votei uma e saí desiludido... ou há alterações ou continuo a votar noutros
Bernardo Sá Nogueira Mergulhão - Têm o pelouro do ambiente, que por sinal têm uma política ambiental exemplar. Mais não se pode pedir, seriedade a gerir a coisa pública, o dinheiro de todos nós. Não me parece pouco....
Gonçalo G. MouraBernardo Sá Nogueira Mergulhão portanto é o homem que põe os carros do lixo a andarem pela cidade à hora de ponta, as varredoras mecânicas nas ciclovias ao domingo quando estas têm mais utilizadores...
Bernardo Sá Nogueira MergulhãoNão é o homem que renaturaliza ribeiras.. Planta árvores, aumenta áreas verdes, promove composto orgânico, promove eficiência energética(edifícios e transportes), põe sensores em lixo para ser recolhidos quando estão cheios (hora de ponta ou não), fornece plantas gratuitamente à população para plantaremem em jardins privados. Promove biodiversidade etc. Etc... o ambiente é muito mais que lixo ou esgotos.... Informe-se melhor, de politica ambiental da câmara, para melhor criticar positivamente ou negativamente.
G
onçalo G. MouraBernardo Sá Nogueira Mergulhão isso é muito lindo mas e em termos práticos, aquilo que é urgente e inferniza o Porto é a gestão do tráfego, que tem impacto ambiental e económico e onde parece que a CMP anda a engonhar há três mandatos.
Bernardo Sá Nogueira MergulhãoFale por si dou muita importância e tenho muito orgulho nesta política ambiental... De qualquer maneira o tema da mobilidade urbanas não pertence ao Filipe Araújo, tema original da conversa, tentei demonstrar-lhe seriedade na gestão do que lhe compete .... O trânsito têm de ser resolvido... Espero que novas obras de metro ajudem mais gente a deixar carro 😉
David Almeida
Muito bem entregue, com laivos de continuidade, sempre em crescimento!!!👏👏👏
David Ribeiro
Haverá sempre, e com todo o direito, quem não concorde com as políticas autárquicas em execução e que foram referendadas pelos portuenses nos últimos três mandatos. Mas o que eu gostaria de ver eram ALTERNATIVAS e forças políticas que as apresentem ao eleitorado. Parece que já está na hora de começarem a aparecer candidatos à Câmara do Porto... venham eles e o debate será seguramente interessante.



Publicado por Tovi às 08:15
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Mais sobre mim
Descrição
Neste meu blog fica registado “para memória futura” tudo aquilo que escrevo por essa WEB fora.
Links
Pesquisar neste blog
 
Maio 2024
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9


25

26
27
28
29
30
31


Posts recentes

Continuando a ler "A Euro...

Zeitenwende... Rui Moreir...

Corte de árvores pela Inf...

STCP doa 21 autocarros a ...

Carnaval nas Escolas do P...

O PCP já não é o que era....

Como está não pode contin...

No rescaldo do caso "Está...

Fico boquiaberto ao ler o...

O flagelo dos toxicodepen...

Programa municipal “Rede ...

O que é demais é moléstia

Um clima de mal-estar no ...

Forte abraço Rui Moreira....

Filipe Araújo na lideranç...

O renovado Mercado do Bol...

Coração de D. Pedro IV

Acordo para a Descentrali...

Rui Moreira recebeu a Med...

A não reabilitação do Mer...

Arquivos
Tags

todas as tags

Os meus troféus