"Devido à velocidade da luz ser superior à do som, algumas pessoas parecem inteligentes até as ouvirmos."

Sábado, 31 de Outubro de 2020
Avaliação dos portugueses ao PR, Governo e oposição

... no barómetro político da Aximage para o JN e a TSF.
jn 31out 1.jpg



Publicado por Tovi às 10:31
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Terça-feira, 27 de Outubro de 2020
Discussão do Orçamento do Estado para 2021

image.jpg

   Debate parlamentar 

Rio questiona Costa sobre TAP e Novo Banco
"Para quando o plano de reestruturação da TAP?", questiona Rui Rio. E pergunta ao Governo o que fará se a TAP continuar a pretender "servir apenas a região de Lisboa". Antes questionou o Executivo sobre o Novo Banco. “Se chegarmos a abril ou maio com contas fechadas e o Novo Banco precisar de 900 milhões que ainda tem direito, o que é que o gGoverno faz? Paga mesmo antes de se concluir a auditoria no Tribunal de Contas?”.

Costa: "TAP não pode falir"
"Queremos a TAP ou deixar falir a TAP? A TAP não pode falir, do nosso lado ninguém tem dúvidas", respondeu António Costa, instando o PSD a esclarecer o que prefere. No Novo Banco, respondeu a Rio que este Orçamento não empresta dinheiro do Estado para o Fundo de Resolução e este não pode injetar no banco mais de 400 milhões de euros. “Se for rejeitado, mantemo-nos em regime de duodécimos com o OE de 2020 e permite que o Estado entregue ao Fundo de Resolução 800 milhões e que este empreste ao Novo Banco 1200 milhões de euros"

Catarina Martins fala em "recuo"
Catarina Martins disse que a proposta de OE2021 "é um recuo" na Saúde e porque "mantém cortes da troika no subsídio de desemprego, ao empurrar os desempregados de longa duração para reformas antecipadas com grande penalização".
"É um recuo", continuou a líder do BE, no corte dos apoios aos trabalhadores do Turismo, Cultura e Hotelaria. E exemplificou, que perdem apoio os trabalhadores que tenham um conjuge que ganhe 850 euros ou um jovem que viva na casa dos pais que tenham o salário mínimo nacional.
O objetivo do BE é "não excluir ninguém do subsídio de desemprego e não cortar apoios". Na Saúde, "precisamos de mais meios e mais profissionais", apontou.

Costa diz a PCP que não quer Bloco Central
"É para nós claro que este OE não dá resposta aos problemas estruturais" de Portugal, mas "não desistimos da batalha antes de a travar", explicou Jerónimo de Sousa, dizendo que a abstenção do PCP é "um ponto de partida e não de chegada". O secretário-geral irritou-se no início da sua declaração: "Está a achar graça, não acho graça nenhuma", reagiu Jerónimo, visivelmente chateado enquanto as imagens mostravam Rui Rui a rir-se. O PS tem de "clarificar" se é com o PCP que vai convergir, disse ainda, em contraponto com "outros interesses".
António Costa respondeu que já deixou claro que não quer "fazer nenhum bloco central" e a "vantagem é que nem PS nem PSD querem". O primeiro-ministro diz estar otimista no trabalho que será feito na especialidade. "Trabalhar na fase da especialidade com a mesma determinação" que tem mostrado foi o compromisso que assumiu com Jerónimo. "O trabalho com o PCP é indispensável para o sucesso" do OE.

OE é a "ilusão da Esquerda de distribuição de riqueza sem a criar"
Telmo Correia, do CDS-PP, concordou que "este OE é um Orçamento de Esquerda". "Nunca seria o nosso", assegurou, explicando porquê: "parte da velha ilusão da Esquerda de distribuição de riqueza sem a criar."
"Os fundos têm fim e depois não há economia que resista a isso", acrescentou.
"Este OE não tem nada para as empresas. É um orçamento que pode 'distribuir algum peixe, mas não dá a cana nem ensina a pescar'", defendeu o deputado centrista.

"É preciso ir mais longe". Costa acredita em "mais avanços"
Inês Sousa Real explica a abstenção. "Este OE não é o que o PAN apresentaria aqui", disse ao primeiro-ministro, mas "ainda é possível que venha a possuir as bases necessárias" para a recuperação económica, social e ambiental. Acredita também em compromissos para um desenvolvimento mais sustentável. "É preciso ir mais além senhor primeiro-ministro", resumiu a deputada, dizendo que o PAN, como partido "responsável e comprometido com o país", apresentará propostas na especialidade.
António Costa respondeu que há outras propostas do PAN que "é preciso ainda trabalhar na especialidade", para além das que foram já aceites. Admitiu discordar de algumas propostas que vão ser discutidas após a aprovação na generalidade do OE e ter abertura para outras. Acredita em "mais avanços" nas "matérias convergentes" entre Governo e PAN.

PEV: Aeroporto no Montijo "é um monumental erro"
O deputado do partido ecologista Os Verdes, José Luís Ferreira, questionou o primeiro-ministro sobre a localização do novo aeroporto de Lisboa.
"Qual a abertura do Governo para avaliar os problemas ambientais do novo aeroporto no Montijo? É um monumental erro", declarou.
José Luís Ferreira questionou ainda sobre o estatuto dos trabalhadores judiciais. "Julho já lá vai e até agora nada".
E respondeu a Telmo Correia, do CDS-PP, "que trouxe os Verdes ao debate falando em jogatanas políticas", afirmando: "o PEV nada tem a ver com birras irrevogáveis como fez o CDS-PP de Paulo Portas".

Costa destaca acordo com PCP para mais 10 euros nas pensões baixas em janeiro
André Ventura, deputado do Chega, ironizou que António Costa vem "agora lamentar-se de que o BE é um partido oportunista". Atacou depois as propostas do Orçamento do Estado e a falta de atualização das pensões. O primeiro-ministro diz ter ficado "preocupado com a visão do Chega para os pensionistas" e aproveitou a resposta para destacar o acordo com o PCP que permite aumentar todas as pensões mais baixas em 10 euros já em janeiro.



Publicado por Tovi às 16:28
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Quarta-feira, 7 de Outubro de 2020
José Tavares é o novo presidente do Tribunal de Contas

Anotação 2020-10-07 153553.jpg
A morosidade com que o Tribunal de Contas fiscaliza a legalidade das receitas e das despesas públicas tem feito com que eu critique frequentemente esta instituição de controlo dos dinheiros públicos em Portugal… mas atenção, há que controlar, porque há por aí muita gente que se esquece que nem todo o “guito” onde mexe é seu.



Publicado por Tovi às 15:41
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sexta-feira, 21 de Agosto de 2020
E s c a n d a l o s o ! . . .

O "casamento" de Rui Rio e António Costa em todo o seu esplendor... com a bênção do Marcelo.
2 21ago.jpg
    Porto, O Nosso Movimento

Não passarão!
O Presidente da República promulgou hoje a lei que altera as regras para os movimentos independentes que concorrem às eleições autárquicas. Completa-se assim um ciclo iniciado em 2017, quando o PSD tentou, através dos tribunais, impedir a candidatura do movimento RUI MOREIRA PORTO O NOSSO PARTIDO.  Derrotado nas urnas, derrotado que já fora na secretaria, Rui Rio não desistiu. Não por persistência, mas antes por obsessão. São conhecidas estas suas obsessões e birras. E que só é democrata quando lhe convém.
No âmbito do seu recente e subserviente casamento com o PS, negociou o dote e conseguiu ver aprovada uma lei que tem como único alvo óbvio o movimento que venceu as duas últimas eleições no Porto, e libertou a cidade do cinzentismo ‘riista’. Ou seja, uma lei à medida, à medida da sua birra.
Assim, o Movimento fica impedido de se recandidatar com o nome com que venceu as últimas eleições, não podendo utilizar a palavra “partido” e não podendo utilizar o nome do candidato à Câmara nas siglas das listas concorrentes às Freguesias.

Tudo isto engendrado, como é indesmentível, para enganar e confundir o eleitor, e com o topete de afirmar nos considerandos que é isso que se pretende evitar.
Hoje é, por isso, um dia triste para a democracia e de júbilo biliar para o Dr. Rui Rio. Não é por isso, ainda assim, que desistiremos. Para isso, terão de inventar um outro proibicionismo qualquer.

Mas, com todo o “fair play”, deixamos aqui um desafio ao Dr. Rio:
Apresente-se como candidato ao Porto com os poucos do PSD que ainda o apoiam, peça apoio aos seus “compagnons de route” e aliados do PS e, já agora, convide o Chega. Chame-lhe coligação Rio, porque a lei permite isso aos partidos, e venha a jogo. Às claras. O Porto cá os espera!

 

   No Expresso

Rui Moreira inibido de repetir sigla que venceu as autárquicas…

   No Jornal de Notícias

Moreira desafia Rio a candidatar-se ao Porto…



Publicado por Tovi às 18:27
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sexta-feira, 7 de Agosto de 2020
Marcelo, Rio, Costa... os coveiros da Regionalização

Anotação 2020-08-07 090738.jpg

 

   Editorial de Manuel Carvalho no Público de hoje
A eleição dos presidentes das CCDR serve para conservar as ineficiências, as volubilidades, os interesses opacos e os labirintos burocráticos do Estado mais centralizado da Europa, um anacronismo num país que luta por uma sociedade e uma economia contemporâneas.

 

   Vai ser assim...
7ago 002.jpg



Publicado por Tovi às 10:13
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Domingo, 12 de Julho de 2020
Os cientistas foram “mandados para canto”

28720757_770x433_acf_cropped-1.jpg

Em toda esta pandemia que nos atormenta as reuniões do Infarmed pareciam-me ser coisa interessante, pois raramente os homens da política e os da ciência se sentam à mesma mesa para tentar chegar a consensos na forma de atuar perante adversidades. Mas depois de Marcelo ter exercido o cargo de epidemiologista-mor do Reino no final dessas reuniões e de Rui Rio defender que estas reuniões entre políticos e epidemiologistas tinham perdido utilidade e deviam acabar, não me admirou nada que António Costa se tivesse ficado por um lacónico “as reuniões hão de voltar, quando forem necessárias”. Mais uma vez os cientistas foram “mandados para canto”. E lá nos vamos ficar unicamente com umas sensaboronas conferências de imprensa da DGS, mais uns relatórios diários, que de quando em vez lá têm que ser corrigidos para que os números sejam minimamente fidedignos.

 

   No Público...
Anotação 2020-07-11 181135.jpg

   HenriCartoon...
covid-cartoon.jpg



Publicado por Tovi às 07:30
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos (1)

Domingo, 19 de Janeiro de 2020
Rui Rio vence as diretas no PSD

8EE04443-9804-492B-B68A-E2294D473CF1.jpg

O presidente do PSD, Rui Rio, e o antigo líder parlamentar Luís Montenegro voltaram a ir a votos no dia de ontem, em eleições diretas, para escolher quem vai ocupar a cadeira do poder na São Caetano à Lapa. E numa inédita segunda volta, em que o tom da campanha endureceu bastante, a vitória foi de Rui Rio com 53%.

 

  Comentários no Facebook

Raul Almeida - A vitória de Rui Rio no PSD é legitima e merece cumprimentos institucionais. Sou daquele CDS que não segue, ou apoia, candidatos ou candidatos a candidatos do PSD. O PSD sabe resolver o seu destino sem ajudas externas, tal como o CDS. Merece respeito nestes momentos. A escolha de Rui Rio para a presidência tem um significado político inequívoco. Teremos o PSD mais consolidado do que nunca no espaço do centro-esquerda, o que é uma opção legítima dos seus militantes. Politicamente e sociologicamente, o espaço entre a nova esquerda moderada e liberal do PSD e a direita populista do Chega fica por ocupar. Há na sociedade portuguesa uma faixa de eleitorado muito significativa e consolidada que é da direita social e moderada e que hoje fica sem casa e sem conforto. O Congresso do CDS na próxima semana decidirá se o partido vai mostrar que é capaz de mostrar a credibilidade necessária para ocupar este espaço, ou se quer ser um mega Iniciativa Liberal ou um proto-Chega.

Paulo Jorge Texeira - O centro direita a morrer, mas lentamente. Não nos livramos do PREC.

David Ribeiro - Rui Rio ganhou a liderança do PSD mas há quem ainda considere por resolver se o partido é de centro-esquerda ou centro direita… como se isso fosse importante para os portugueses, que muito bem sabem que está entre o PS e o CDS.



Publicado por Tovi às 00:01
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Quinta-feira, 10 de Outubro de 2019
Já se contam espingardas no CDS e PSD

 

Captura de Ecrã (285).png
Os fracos resultados eleitorais nas últimas Legislativas estão a provocar agitação no CDS e no PSD. Assunção Cristas anunciou logo na noite de domingo a intenção de convocar eleições no seu partido e garantindo que não irá candidatar-se á liderança. Rui Rio, tendo perdido um número considerável de deputados no Parlamento, chamou a si o papel de líder da oposição nacional, mas nem isso fez com que os seus “opositores internos” deixassem de lhe “querer fazer a folha”, havendo já quem se posicione para uma candidatura à chefia do PSD. Aguardemos as cenas dos próximos capítulos.

 

  Mais um... isto vai ser do caraças.
Captura de Ecrã (289).png



Publicado por Tovi às 08:03
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Terça-feira, 8 de Outubro de 2019
PSD venceu as Legislativas no Porto

Captura de Ecrã (284).png
Será que este resultado na cidade do Porto é efetivamente mérito do PSD ou terá ainda a ver com o carisma que Rui Rio granjeou durante o tempo em que esteve à frente dos destinos autárquicos?... Muito sinceramente não sei e até é provável que seja pelos dois motivos apontados.



Publicado por Tovi às 08:17
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sexta-feira, 4 de Outubro de 2019
El Corte Inglés na Rotunda

Captura de Ecrã (274).png
Que coisa mais sem sentido… a Rotunda da Boavista AINDA hoje sofre de um dos maiores erros de Rui Rio na presidência da Câmara – o chumbo ao Corte Inglês nesta zona da cidade.



Publicado por Tovi às 08:03
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Segunda-feira, 16 de Setembro de 2019
Alternativa à Geringonça… eventualmente

costaxadrez_770x433.jpg

E se o António Costa, não chegando à maioria absoluta e estando eventualmente farto da Geringonça, se inclinar para um Bloco Central?... Era a “salvação“ de Rui Rio e, sejamos francos, era capaz de não vir mal nenhum ao Mundo.


BLOCO CENTRAL - O IX Governo Constitucional de Portugal tomou posse a 9 de junho de 1983, tendo sido formado através de um acordo de incidência parlamentar entre o Partido Socialista e o Partido Social Democrata, com base nos resultados das eleições legislativas portuguesas de 1983. Mário Soares, primeiro-ministro; Carlos Alberto da Mota Pinto, vice-primeiro-ministro; Rui Machete, vice-primeiro-ministro. Este acordo terminou em novembro de 1985, devido à eleição de Cavaco Silva como Presidente do PSD, que pôs fim ao Bloco Central.



Publicado por Tovi às 12:13
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Domingo, 1 de Setembro de 2019
Rui Rio é um poeta

apolo-dios-griego.jpg

Que pena que Apolo - Deus da Música, da Poesia, da Eloquência – não se tenha lembrado de Rui Rio aquando da distribuição dos talentos.

O PS governa mal
Só o presente lhe interessa
O futuro de Portugal é coisa que não tem pressa.
O circo monta e desmonta
Dramatiza e sobressalta
Tem sempre a novela pronta
Espetáculo nunca falta.
Não são dados a rigores
As políticas socialistas.
Foi assim com os professores
É agora com os motoristas.
Mas o teatro montado que o povo irá julgar
Por certo será derrotado
E o PSD vai ganhar.

(Rui Rio, 31/08/2019)



Publicado por Tovi às 18:27
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Domingo, 30 de Junho de 2019
Pedro Duarte sobre as escolhas de Rui Rio

65770359_1482314668560309_5402875116688244736_n.jp

Poderá não dar em nada… mas é uma pedrada no charco.



Publicado por Tovi às 14:03
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Terça-feira, 20 de Fevereiro de 2018
Um novo PSD

rui rio.jpg

Há muito que isto não acontecia... esperemos que se consigam bons acordos e duradouros.



Publicado por Tovi às 22:17
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Domingo, 18 de Fevereiro de 2018
Último dia do Congresso do PSD

2EJRJROM.jpg

Não me encantou mas gostei do discurso de Rui Rio no encerramento do 37º Congresso dos Sociais Democatas. Sempre acreditei que a liderança de Rui Rio não seria consensual, até porque ele nunca o foi, nem no PSD nem na Câmara do Porto e disso não vem nenhum mal ao Mundo, antes pelo contrário. Diálogo, negociação, cedências de parte a parte, são o sal e a pimenta de boas políticas. Mas achei piada àqueles que não gostaram que Rui Rio tenha levado Elina Fraga para a vice-presidência do PSD. É a vida... como dizia o outro.



Publicado por Tovi às 18:22
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Mais sobre mim
Descrição
Neste meu blog fica registado “para memória futura” tudo aquilo que escrevo por essa WEB fora.
Links
Pesquisar neste blog
 
Novembro 2020
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9



29
30


Posts recentes

Avaliação dos portugueses...

Discussão do Orçamento do...

José Tavares é o novo pre...

E s c a n d a l o s o ! ....

Marcelo, Rio, Costa... os...

Os cientistas foram “mand...

Rui Rio vence as diretas ...

Já se contam espingardas ...

PSD venceu as Legislativa...

El Corte Inglés na Rotund...

Alternativa à Geringonça…...

Rui Rio é um poeta

Pedro Duarte sobre as esc...

Um novo PSD

Último dia do Congresso d...

37º Congresso do PSD

A Velha Guarda ganhou o P...

Eleições no PSD

Socialistas do Porto aban...

E o Melhor Destino Europe...

Arquivos
Tags

todas as tags

Os meus troféus