"Devido à velocidade da luz ser superior à do som, algumas pessoas parecem inteligentes até as ouvirmos."

Quarta-feira, 12 de Outubro de 2016
O que se passou em Aguiar da Beira?

GNR Aguiar da Beira 11Out2016 aa.jpg

À hora que escrevo este texto (17h35 de quarta-feira) ainda está a decorrer a caça ao homem na zona de S. Pedro do Sul no seguimento dos acontecimentos trágicos que tiveram lugar na madrugada de ontem em Aguiar da Beira e nos quais morreram baleados um GNR e um civil, com mais dois feridos graves, um outro guarda (com um projéctil alojado na zona cervical) e a esposa do civil anteriormente referido, ambos internados no hospital de Viseu em estado muito crítico. Diz a Guarda Nacional Republicana que o homem em fuga – Pedro Dias – é perigoso e que os habitantes das localidades de Candal, Póvoa das Leiras e Coelheira, onde decorrem as acções policiais, devem ter o maior cuidado. Quem é este indivíduo e qual a eventual acção ilícita que praticou, ainda é cedo para sabermos, ficando desde já assente que a teoria que alguns meios da comunicação social tornaram público - roubo de cobre num hotel abandonado durante a construção – não tem razão de ser por não haver nada de interesse para roubar nesta obra. O tempo dirá o que aqui se passou e quem foram os intervenientes neste crime hediondo. Vamos dar tempo às forças policiais para fazerem o seu trabalho… e que se faça Justiça.

 

   19h00 de 12Out - Comunicado da GNR

Operação de busca em São Pedro do Sul
Ao longo dos últimos dois dias, a GNR realizou diversas ações de busca na zona de São Pedro do Sul, no sentido de localizar e deter o principal suspeito da prática dos crimes ocorridos na zona de Aguiar da Beira. Durante este período, foram empenhados no terreno diversos meios e valências da GNR, não tendo sido registado qualquer contacto com o suspeito, desde as 15:00 horas de ontem.

Face aos resultados obtidos até ao momento, vamos proceder à desmobilização do dispositivo neste local, mantendo-se a segurança às populações, através de ações de patrulhamento.
Continuamos a apelar para que as pessoas se mantenham atentas, devendo em casos suspeitos alertar de imediato a GNR, através do número de telefone 232 467 940 ou do número de emergência 112.

 

  Comentários no Facebook

«Ricardo Moreira» >> Têm de aliviar a pressão para o raposo sair da toca...

«José Camilo» >> Ufa.... alguém compreendeu.

«David Ribeiro» >> Aprenderam com o caso Palito.



Publicado por Tovi às 17:57
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Mais sobre mim
Descrição
Neste meu blog fica registado “para memória futura” tudo aquilo que escrevo por essa WEB fora.
Links
Pesquisar neste blog
 
Dezembro 2020
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


Posts recentes

O que se passou em Aguiar...

Arquivos
Tags

todas as tags

Os meus troféus