"Devido à velocidade da luz ser superior à do som, algumas pessoas parecem inteligentes até as ouvirmos."

Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2023
Quanto mais se mexe na merda mais ela fede

Captura de ecrã 2023-12-13 145854.png

A marcação da consulta foi feita por telefone pela secretaria de Estado da Saúde e que houve irregularidades na referenciação do caso, diz a Auditoria do Hospital de Santa Maria. “Os controlos internos implementados no tratamento de doentes com atrofia muscular espinhal, onde a terapêutica utilizada foi o Zolgensma, no Centro Hospitalar Universitário Lisboa Norte (CHULN) asseguram o cumprimento da legislação em vigor e das operações em todos os aspetos.” É assim que começa a conclusão da auditoria interna do maior hospital de Lisboa à utilização daquele documento. Só que essa mesma conclusão continua, referindo uma exceção: o caso das gémeas luso-brasileiras. Essa mesma exceção foi a “referenciação para a primeira consulta da especialidade de Neuropediatria das utentes”, que foram referenciadas ao departamento de Pediatria pela secretaria de Estado da Saúde, numa consulta marcada por via telefónica. [mais aqui]

  
Mario PinheiroDavid Ribeiro, ver na CNN comentário de Rogério Alves (cerca das 22H30)
Mario PinheiroMarcou ou pediu para marcar? Não serão coisas diferentes?
Felisberto RamosMario Pinheiro Ordenou!!
Mario PinheiroFelisberto Ramos, isso só na tropa!
Renato FerreiraVia se o seu “pavor” aquando da entrevista na CNN. Cunhas em “mais alto nível”
Joaquim FigueiredoNão terá feito como Marcelo e mandou o funcionário? Ontem ouvi o director clínico na TV...
Altino DuarteTenho muita pena de o dizer mas o destaque que o caro amigo David Ribeiro aqui dá a um pormenor da auditoria do Hosp. Santa Maria ao caso das gémeas parece - me exagerado. Referenciar uma pessoa , um governante ou ex governante como se quiser, afigura-se-me uma forma muito pouco feliz de trazer algo de verdadeira importância a este assunto. Para "mexer na merda" já basta aquilo que a comunicação social a maior parte das vezes faz e nomear uma pessoa como responsável por algo que nem sequer se sabe ter alguma relevância para o caso, parece-me ir acrescentar apenas mais uns pós à politiquice que se alimenta dessas notícias.
David Ribeiro
Ó meu caro Altino Duarte... o que eu aqui destaquei foi só "um pormenor da auditoria do Hosp. Santa Maria"?... então o que é queria?... uma confissão de Lacerda Sales depois de ter dito publicamente que não se lembrava?



Publicado por Tovi às 07:22
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Terça-feira, 5 de Dezembro de 2023
"Cunha" no tratamento de duas gémeas no Santa Maria

Captura de ecrã 2023-12-04 221936.png

Na tarde de ontem Marcelo Rebelo de Sousa chamou ao Palácio de Belém a comunicação social para prestar declarações ao país relativamente ao processo do tratamento de duas gémeas luso-brasileiras no Hospital de Santa Maria, em Lisboa,  com um medicamento milionário. Durante os últimos dois meses uma eventual "cunha" do Presidente da República para beneficiar a família destas gémeas tem vindo ao conhecimento público através de Sandra Felgueiras na TVI/CNN Portugal. Nesta comunicação ao país, o Presidente da República disse que a sua intervenção no caso começou com um e-mail do filho, Nuno Rebelo de Sousa, no dia 21 de outubro de 2019. Marcelo afirmou agora que despachou o caso para a Casa Civil, ao mesmo tempo que pediu a Maria João Ruela, assessora da Presidência da República para os assuntos sociais, para saber o que se passava. Esta assessora contactou o Hospital de Santa Maria no dia 23 de outubro de 2019, tendo percebido que o processo enviado para o hospital pela família das gémeas tinha sido recebido e que estavam a ser "analisados doentes de vários tipos", sendo que a capacidade de resposta "é muito limitada e depende inteiramente de decisões médicas do hospital e do Infarmed". Também segundo as palavras do chefe da Casa Civil, a prioridade era "dada aos casos que estão a ser tratados nos hospitais portugueses, daí que ainda não tenham sido contactados, nem é previsível que o sejam rapidamente, o SNS cobre em primeiro lugar os residentes em Portugal". No dia 31 de outubro, o chefe da Casa Civil enviou, "como enviava sempre e são centenas senão milhares de casos que chegavam", para o chefe de gabinete do primeiro-ministro e para o chefe de gabinete do secretário de Estado das Comunidades Portuguesas uma carta onde se encontrava toda a matéria referida, incluindo os exames respetivos das gémeas. Na sequência disso,  o pai das crianças recebeu uma carta a confirmar esse envio. E "termina aqui a intervenção do Presidente da República (...) a partir daí não há qualquer registo nem qualquer intervenção", conclui Marcelo, destacando que isso "foi o que foi apurado" a partir do servidor da Presidência de República. 
Toda esta situação está, desde o início do mês de novembro, a ser investigada pelo Ministério Público e outros processos foram, entretanto, iniciados pela Inspeção-Geral em Atividades de Saúde e pela Ordem dos Médicos. Muita água ainda vai correr por debaixo da ponte até se saber toda a verdade, mas não restam dúvidas que Marcelo Rebelo de Sousa, já em queda de popularidade nas últimas sondagens, vai sair mais fragilizado de tudo isto.

  
João Cerqueira
Não percebi se o Dr.Nuno enviou o mail ao pai ou ao Presidente da República.
Cecilia Santos
É o Secretário de Estado da Saúde que vai passar a marcar as consultas dos Portugueses residentes em Portugal ou é só para os "Portugueses" não contribuintes do Brasil?  🤔
Joaquim Figueiredo
Cecilia Santos que tem a ver o secretário de estado com o assunto?
Cecilia SantosJoaquim Figueiredo ,consulta pedida pelo Secretário de Estado da Saúde .É só estar atento às notícias que se vão descobrindo (SIC notícias, CNN, TVI, etc)🙂
Joaquim Figueiredo
Cecilia Santos jornalixo, não... o Sr já desmentiu
Cecilia SantosJoaquim Figueiredo pois, desmentiu e logo a seguir disse que não se recordava Se não se recorda... como pode dizer que não foi ele??? 😉
Cecilia Santos
Joaquim Figueiredo , para esclarecer ....eu só disse " Secretário da Saúde" ,não refereri o nome . Pode ser o Lacerda ou não
Joaquim FigueiredoCecilia Santos e eu referi? Aí se fosse o Galamba...
Cecilia SantosJoaquim Figueiredo ,foi o Senhor que disse : " O Sr. já desmentiu" .O único que o fez foi Lacerda Sales ( eu só interpretei o que foi dito por ele) . 🙂
Joaquim Figueiredo
Cecilia Santos foi o único a quem perguntaram, porquê?
David RibeiroJoaquim Figueiredo... também perguntaram ao outro Secretário de Estado, Ricardo Mestre, que se recusou a comentar.

  Terá sido "Memofante +50" ou "Cerebrum forte" que Marcelo andou a tomar neste último mês?
Captura de ecrã 2023-12-05 094508.png

  Quem é quem (segundo Manuel Catarino no "Tal & Qual")
Captura de ecrã 2023-12-05 114704.pngNuno Rebelo de Sousa, diretor da EDP no Brasil, vive há década e meia em São Paulo. Desdobra-se, hiperativo, em iniciativas. É presidente da Câmara de Comércio Portuguesa de São Paulo. Não há negócio que ele não conheça: influencia, facilita, abre portas, ajuda. Não se livra da fama de ter mexido os cordelinhos em favor de duas bebés luso-brasileiras que precisavam de tomar em Portugal o medicamento mais caro do mundo e que custou cerca de quatro milhões de euros ao Serviço Nacional de Saúde.
As meninas foram tratadas no Hospital de Santa Maria, em Lisboa, sem filas de espera nem contrariedades. Nuno é um bom coração, um autêntico samaritano capaz de dar a camisa que tem no corpo.
O amigo Nuno Vasconcelos, o empresário que se instalou em São Paulo após o seu pequeno império – a Ongoing – ter soçobrado em dívidas de centenas de milhões de euros, é testemunha da bondade desinteressada do filho do Presidente Marcelo. “Não me admirava nada que tivesse sido ele a ajudar essa família. É um homem solidário e generoso, tal como o pai, que conheço muito bem desde criança. Ajuda toda a gente com necessidades”, diz aos nossos repórteres.
Daniela Martins abalou de São Paulo com as duas filhas bebés, gémeas, luso-brasileiras, e apresentou-se sem consulta marcada, em finais de 2019, no Hospital de Santa Maria, em Lisboa. As meninas sofrem de atrofia muscular espinhal – uma doença neurodegenerativa, provocada por um gene defeituoso, que só pode ser tratada com um medicamento chamado Zolgensma. O remédio é conhecido como o mais caro do mundo e a única arma da medicina contra a atrofia muscular espinhal.
O serviço de neuropediatria de Santa Maria, coordenado por Levy Gomes, recusou a administração do tratamento. As meninas já tinham sido tratadas no Brasil com outros fármacos e, muito provavelmente, o Zolgensma perderia eficácia. O remédio caro não era uma opção clínica. Mas a mãe das meninas, Daniela Martins, viajou do Brasil com uma ‘cunha’ de peso – de tal maneira valorosa que a administração do hospital, então presidida por Daniel Ferro, e o diretor clínico, Luís Pinheiro, autorizaram o tratamento.
Mais ou menos por esta altura, Portugal comoveu-se com o caso de Matilde – uma bebé portuguesa, de três meses, que também sofria de atrofia muscular espinhal. O Serviço Nacional de Saúde hesitava em disponibilizar o medicamento. O país mobilizou-se e os pais de Matilde conseguiram angariar o dinheiro, quase dois milhões de euros, para pagarem o milagroso Zolgensma.
A história das meninas luso-brasileiras tratadas em Lisboa foi relatada no programa de informação ‘Exclusivo’, na TVI. A mãe das bebés, Daniela Martins, apanhada por uma câmara oculta, confessou que teve a sorte de ter conhecido a nora brasileira de Marcelo Rebelo de Sousa. São colegas de trabalho, na MDS, uma importante corretora portuguesa de seguros com escritórios no Porto, em Luanda, em Maputo e em São Paulo. A totalidade do capital da companhia, maioritariamente na posse da Sonae, da família Azevedo, foi vendido há dois anos, por 100 milhões de euros, ao grupo de corretagem britânico The Ardonagh.
Nuno Rebelo de Sousa era casado com Rita Sousa Coutinho. Um namoro desde os tempos da Universidade Católica, onde se formaram em Gestão. Marcelo era amigo da família Sousa Coutinho. A mãe de Rita foi uma das primeiras mulheres gestoras em Portugal: lançou no nosso país, ainda antes do 25 de Abril, a cadeia de supermercados Pão de Açúcar. A filha seguiu-lhe as pisadas na gestão. Rita e o marido, quadro da EDP, mudaram-se para São Paulo.
O casamento desmoronou-se há meia dúzia de anos. Nuno tomou-se de amores por uma secretária da direção de relações institucionais da EDP. Rita Sousa Coutinho não lhe perdoou a traição: exigiu o divórcio – e partiu para a China, ao serviço da rede americana de hipermercados Walmart, com os quatro filhos do casal, Francisco, Maria Teresa, Maria Madalena e Maria Luísa. O avô Marcelo ficou inconsolável: “Lido mal com as saudades, muito mal. Quando eles estavam no Brasil, as saudades já eram imensas. Agora que estão China, são ainda piores”, lamentou-se o Presidente à revista Caras.
Rita, entretanto, fundou a Ocean, Participações, Investimentos e Consultoria – uma companhia dedicada ao desenvolvimento dos negócios de retalho com interesses na China, no Brasil, em Portugal e nos Emiratos Árabes Unidos. Nuno Rebelo de Sousa manteve-se em São Paulo, sempre ao serviço da EDP.
A mulher, de quem tem uma filha, Maria Eduarda, de seis anos, saiu da EDP e empregou-se na corretora MDS – onde Daniela Martins em boa hora a conheceu: não fosse isso e, muito provavelmente, as filhas não teriam direito ao tratamento em Lisboa. Nuno Rebelo de Sousa, amigo de ajudar o próximo, terá tratado de tudo. O pai não se lembra de alguma vez ter falado com o filho sobre o assunto – mas garante que não falou com ninguém. Limitou-se a reencaminhar uma carta para os gabinetes do primeiro-ministro e do secretário de Estado das Comunidades Portuguesas. Mas Marcelo, que fala sobre tudo e mete-se em tanta coisa, por vezes, confunde-se e mete os pés pelas mãos.
Tal carta, segundo o chefe da sua Casa Civil, Fernando Frutuoso de Melo, não era propriamente uma carta – mas dois relatórios médicos enviados do Brasil que deram origem a uma carta que ele próprio redigiu e enviou para aqueles dois gabinetes oficiais. A cartinha, por voltas do destino, foi parar ao Ministério da Saúde. A secretária da ministra, Marta Temido, e o secretário de Estado Lacerda Sales interessaram-se pela sorte das bebés, tantos foram os telefonemas para o serviço de neuropediatria do Hospital de Santa Maria.
Às vezes, mais vale cair em graça do que ser engraçado. Quem tem a graça de um bom empenho está governado.

  
Joaquim Figueiredo
Bastava a chefe da casa civil falar para...



Publicado por Tovi às 07:30
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Terça-feira, 18 de Julho de 2023
Estes publicitários...

358544392_287806833776633_2549769098187296820_n.jp 

  Pois é!... O desmaio de Marcelo Rebelo de Sousa na passada semana levou o Presidente da República ao hospital, à porta do qual foi o próprio, horas depois, a fazer a atualização do seu estado de saúde e respetivas recomendações médicas. Entre as explicações, o Chefe de Estado fez contas aos seus hábitos (não costuma almoçar e bebe pouca água, nas palavras do próprio), lançando suspeitas sobre um “moscatel quente”, que pode ter “interagido com a digestão” do habitual Fortimel e tudo isto acabando numa baixa de tensão arterial. 




Quarta-feira, 8 de Março de 2023
Consulta de enfermagem no Centro de Saúde

png-transparent-fat-cartoon-man-cute-fat-man-hand-

Fui ontem a uma consulta de rotina com o meu enfermeiro no Centro de Saúde. Tensões e análises à urina estão bem... mas o perímetro abdominal está 1,5cm mais do que a última medição. Levei um raspanete.


Paulo Teixeira
🤣🤣🤣😂😂 não se nota nada
Gloca CorreiaNem deixam a malta estar um pouco mais à larga😁
Isabel Sousa Braga
Invejoso o enfermeiro 😋
Isabel S Sousa
Uma dietinha, e não andar a publicar no Facebook as comezainas e tudo fica bem 😂🤣😂
Chico Gouveia
É ver o filme The Whale que isso passa.
Jorge Veiga1,5 cm??? São gases....
Antonio DiasEle mede a barriga? 😀😀😀
David Ribeiro
Sempre, Antonio Dias... e ralha-me se alguma coisa não está como ele quer. 😀
Antonio Dias
E pesa-te também, ou só mede a pança?
David RibeiroTambém pesa, Antonio Dias ... mas como diminuí uns dois ou três quilitos, ele não ralhou.
Antonio DiasAumentas a barriga e ao mesmo tempo emagreces? Qual é esse segredo?
David RibeiroAntonio Dias, deve ser como diz o Jorge Veiga, são gases.
João PauloSinal de prosperidade...
Gonçalo G. MouraE depois quem tem uma dura vida dos almoços de trabalho sou eu... 😎
Paulo Teixeira
Gonçalo G. Moura não enganas ninguém
Joaquim FigueiredoTem de voltar atrás
Jose Luis Soares MoreiraUns bons passeios no rebentar das ondas, mergulhando os sapatos na areia, é tiro e queda para encolher a barriguinha.


Tags: ,

Publicado por Tovi às 07:30
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Domingo, 11 de Dezembro de 2022
Sondagem da Aximage... o rumo da Saúde em Portugal

O que pensam os portugueses sobre o rumo da Saúde e a falta de médicos

 jn 1.jpg jn 2.jpg jn 3.jpg



Publicado por Tovi às 07:24
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Segunda-feira, 28 de Setembro de 2020
COVID-19 - Evolução da Caraterização Clínica

Situação hospitalar 28set.jpg

Preocupantes os valores da evolução da caraterização clínica em Portugal, no que a internados com COVID-19 diz respeito. Em Unidades de Cuidados Intensivos (UCI) estamos com os valores iguais a meados de maio deste ano.

 

Valores das duas últimas semanas, no gráfico apresentado.
hospitais 28set.jpg



Publicado por Tovi às 15:21
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Quarta-feira, 29 de Julho de 2020
COVID-19 em Portugal... durante 4 meses e meio

COVID-19 Norte e Lisboa V Tejo 29jul.jpg
COVID-19 Caracterização clínica 29jul.jpg

COVID-19 Mundo 28jul.jpg



Publicado por Tovi às 14:12
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Terça-feira, 1 de Outubro de 2019
Dieta Mediterrânica

dieta-mediterránea-pirámide.jpg
Ainda a propósito dos “bifes na Universidade de Coimbra” gostaria de vos dizer que sou um fervoroso adepto da Dieta Mediterrânica, um elemento do Património Cultural Imaterial da Humanidade inscrita originalmente na Lista Representativa da UNESCO para a Salvaguarda do Património Cultural, em Novembro de 2010 em Nairobi, pela Espanha, Itália, Grécia e Marrocos, e que teve a sua extensão a Portugal, Chipre e Croácia em Dezembro de 2013, na 8ª Sessão do Comité Intergovernamental para a Salvaguarda do Património Imaterial da Humanidade, em Baku, no Azerbaijão.



Publicado por Tovi às 07:06
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Terça-feira, 29 de Maio de 2018
Eutanásia em discussão no Parlamento

eutanásia.jpg

Neste caso e noutros em que seja permitido ao cidadão escolher em verdadeira consciência, eu votaria sempre SIM.

 

   Eutanásia chumbada

Os quatro projectos despenalizando a eutanásia foram chumbados no Parlamento, tendo sido o do PS o que esteve mais perto de passar, não o conseguindo por cinco votos. Todos os deputados do PCP votaram contra  os quatro projectos, como previamente tinham anunciado.

 

    Reflectindo… depois da votação

Há um grande ensinamento que se pode tirar das votações de hoje no Parlamento: Permitam que os deputados votem em consciência em assuntos fracturantes da política nacional e verão como as coisas ficam mais claras. Sou da opinião que a disciplina partidária só se entende para casos que durante as campanhas eleitorais tenham sido amplamente debatidos.



Publicado por Tovi às 16:08
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sexta-feira, 24 de Novembro de 2017
INFARMED vem para o Porto

infarmed.jpg

A sede e a maioria dos serviços da Autoridade Nacional do Medicamento e Produtos de Saúde I.P. vão ser deslocalizados de Lisboa para a cidade do Porto no início de 2019 e isto é da maior justiça no que diz respeito à política de descentralização do Governo de António Costa.

Estamos ainda para ver como os senhores do Terreiro do Paço vão resolver o diferendo com uma maioria dos funcionários do Infarmed que parecem não estar dispostos a mudarem-se de armas e bagagens para a Cidade Invicta.

 

   Comentários no Facebook

«Pedro Baptista» - Temos assistido a uma semana que muitos, entre nós, considerariam impossível. No entanto, ela é altamente esclarecedora daquilo em que se tornou este espaço em que vivemos. No inicio da semana foi a metralha, nas redes sociais e nos opinadores de meia-tigela, de que a EMA não veio para Portugal porque a candidatura, entre vinte e tal, era do Porto, tinha sido não de uma estação mas de um apeadeiro. Em seguida, após o governo ter decidido colocar o INFARMED no Porto, que era o que faltava ir viver para o Porto, estava posta em causa a qualidade dos serviços, eram contra medidas avulso e todo o tipo de bacoradas, quando o país deveria desconcentrar pelo Porto, e por as outras suas cidades, as sedes dos serviços centrais, para alívio, aliás, dos lisboetas inteligentes que poderiam ver a cidade dedicar-se à economia e não apenas à administração. Do lado de cá, quase só o Presidente da Câmara do Porto fazia frente à caterva, sorria, na página pessoal, do ressabiamento de tantos e, tudo isto, se não fosse para chorar por um país destruído por estas mentalidades mesquinhas e bacocas, seria mesmo para rir e na página oficial! Era de esperar: o centralismo ao reproduzir-se na sua própria estupidez e mediocridade tornou o país inviável sob o seu domínio! O que fez ao país foi desertificaçá-lo, abandonado-lo e entregar-lo às chamas de verão e outono... Viver da dívida pública para alimentar uma administração sem economia, com o território abandonado e com as pessoas acantonados... O país viável não teria a ver com isto: teria os serviços centrais de agricultura em Vila Real ou Évora, os das pescas em Faro, Portimão, Aveiro, Matosinhos ou Viana, o Tribunal Constitucional em Coimbra, por aí fora. E o INFARMED no Porto, claro, na cidade da melhor Universidade portuguesa. - Agora percebi, Sr. Doutor, o que se passou há uns anos com a Regionalização - dizia-me ontem ao jantar um funcionário do "Buraco"... Mas eu penso que depois disto todos podemos perceber que este país se tornou inviável e que não poderá ser possível a vida social, económica, cultural e Política sem uma rutura... e das antigas... Quem diria que o tempo iria dar razão de tal forma exuberante à tentativa denominada PARTIDO DO NORTE... Talvez porém, os campeões lisboetas do centralismo possam ir por outro caminho... Já que são tão superiores, capazes e auto-suficientes, e já que nós somos assim tão odiosos e incompetentes... já que se mostram de tal forma avessos a qualquer solidariedade com o Porto, e portanto nacional, por que não decidem proclamar a independência? Sim, a independência de Lisboa! Podem ter a certeza que, tirando uns lacaios mais atrasados que há sempre, no Porto a ideia seria aceite com a maior serenidade, senão mesmo, satisfação!

«Nuno Santos» - A notícia da transferência do INFARMED para o Porto antecedeu a notícia do fecho da delegação da CMVM no Porto. Esta não provocou, até hoje, a uma única alma, comiseração em relação aos trabalhadores da CMVM. Nem aos que, agora, são desterrados para Lisboa, nem aos que, ao longo dos anos, para lá foram deslocados. Assim como os da Bolsa de Valores que encerrou no Porto há uns anos, a favor de “sinergias” em Lisboa, nem os do IAPMEI que também para lá foram, nem os da TAP que continua a fechar serviços no Porto e a obrigar dezenas de milhares de passageiros a pernoitar em Lisboa, sempre que um dos voos que as companhias estrangeiras acham interessantes e rentáveis, para a TAP, apenas o são se forem operados em Lisboa, com ponte aérea. Ninguém se compadece com as centenas de trabalhadores da função pública que, feito, no Porto, o curso de chefias, ou vão para Lisboa ou ficam sem progressão, à razão de 181 para 5, como vemos no Facebook de Rui Moreira e o mesmo denunciou há mais de ano numa crónica de opinião. Tenho a máxima simpatia pelos trabalhadores do INFARMED que é Estado e que são funcionários que o SNS não se importará de incorporar em Lisboa noutros serviços de não quiseram vir para o Porto, mas outra coisa é outra coisa. E dizerem-me que a transferência de um laboratório custa 90 milhões de euros é um insulto à minha inteligência, assim como é dizer que “recentemente foi renovado”, quando isso aconteceu em 2000.



Publicado por Tovi às 10:16
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Quarta-feira, 19 de Abril de 2017
Não vacinar... será crime contra a saúde pública?

a-difteria-em-crianas-porque-importante-vacinar_A.

Estamos no século XXI mas mesmo assim até consigo entender que pais mais iletrados deixem de vacinar pontualmente os seus filhos, mas já tenho muita dificuldade em compreender uma mãe que acabei de ver na TV, cidadã licenciada e professora como actividade profissional, afirmar que em consciência resolveu ter em casa os partos das suas três filhas, que nunca as vacinou nem nunca lhe deu como alimento quer carne quer leite. Que esta mãe nunca venha a arrepender-se desta sua decisão… é que a ciência de hoje e factos recentes não dizem que ela está a proceder bem.

 

   Expresso online, 19Abr2017 às 10h09

Morreu a jovem de 17 anos internada com sarampo em Lisboa
A jovem de 17 anos com sarampo, internada no Hospital Dona Estefânia, em Lisboa, faleceu esta quarta-feira de madrugada, segundo fonte hospitalar. De acordo com o Centro Hospitalar de Lisboa Central (CHLC), a jovem morreu "na sequência de uma situação clínica infeciosa com pneumonia bilateral – sarampo". "A família acompanhou toda a evolução da situação clínica e o CHLC, com tristeza, lamenta a ocorrência e presta, publicamente, os seus sentidos pêsames", adianta a nota do Centro Hospitalar enviada à agência Lusa.
A jovem estava internada desde o fim de semana na Unidade de Cuidados Intensivos Pediátricos do CHLC – Hospital Dona Estefânia, na sequência de uma pneumonia bilateral – complicação respiratória do sarampo. Como o Expresso anunciou esta noite, o estado da jovem tinha piorado consideravelmente.
O recente surto de sarampo que abrange vários países europeus causou em Portugal pelo menos 21 casos confirmados de sarampo. Em 2016, Portugal recebeu da Organização Mundial da Saúde (OMS), um diploma que oficializava o país como estando livre de sarampo, até porque os poucos casos registados nos últimos anos tinham sido contraídos noutros países. Com a vacinação gratuita das crianças, a partir de 1974, e sobretudo com a introdução de uma segunda dose de vacina em 1990, o sarampo acabou por se tornar quase uma doença esquecida ou invisível. Mas entre 1987 e 1989 tinham sido notificados em Portugal 12 mil casos, contabilizando-se 30 mortes.
O sarampo é uma das infeções virais mais contagiosas e, apesar de habitualmente ser benigna, pode ser grave e até levar à morte, avisa a Direção-geral da Saúde (DGS). A doença manifesta-se pelo aparecimento de pequenos pontos brancos na mucosa oral cerca de um ou dois dias antes de surgirem erupções cutâneas, que inicialmente surgem no rosto. Segundo a norma clínica emitida pela DGS na semana passada, as complicações do sarampo podem incluir otite média, pneumonia, convulsões febris e encefalite.
Os adultos têm, normalmente, doença mais grave do que as crianças e os doentes imunocomprometidos podem não apresentar manchas na pele. O sarampo, que é evitável pela vacinação, transmite-se por via aérea e pelo contacto direto com secreções nasais ou da faringe de pessoas infetadas. Com um período de incubação que pode variar entre sete a 21 dias, o contágio dá-se quatro dias antes e quatro dias depois de aparecer o exantema (erupções cutâneas).
Consideram-se já protegidas contra o sarampo as pessoas que tiveram a doença ou que têm duas doses da vacina, no caso dos menores de 18 anos, e uma dose quando se trata de adultos. A vacinação é a principal medida de prevenção contra o sarampo, sendo gratuita e incluída no Programa Nacional de Vacinação (PNV). As crianças devem ser vacinadas aos 12 meses e repetir a vacina aos cinco anos.
"Alerta-se, desde já, para a necessidade de os pais vacinarem os seus filhos sem hesitação, uma vez que as vacinas estão disponíveis no país", referiu a DGS numa nota emitida esta quarta-feira, um alerta que tem repetido de forma constante. A vacinação organizada contra o sarampo em Portugal iniciou-se em 1973, com uma campanha de vacinação de crianças entre os um e quatro anos, que vigorou até 1977. Em 1974, a vacina contra o sarampo foi incluída no PNV e em 1990 foi introduzida uma segunda dose da vacina.
Mais de 500 casos de sarampo foram reportados só este ano na Europa, afetando pelo menos sete países, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), que avisa que muitos dos casos de sarampo ocorrem por causa de pais que não querem vacinar os seus filhos.

 

  O Jumento [jumento.blogspot.pt]

Precisamos de uma vacina contra a imbecilidade
Hoje de manhã, quando vinha a caminho do emprego lembrei-me do que estava a passar a jovem internada nos cuidados intensivos, com uma pneumonia bilateral adquirida devido a ter sido infetada com sarampo. Tive uma experiência semelhante em 2013, sei o que é entrar na urgência com um choque sético, com a tensão arterial em 6-4, com uma pneumonia bilateral e a precisar de oxigénio.
Imaginei o que seria a vida desta jovem à luz da minha própria experiência, do risco de vida que enfrentava, das muitas sequelas físicas de que poderia sofrer, dos sacrifícios que teria de enfrentar mesmo que conseguisse sair da UCI. No meu caso foi um mês de cuidados intensivos, mais de 20 dias em coma induzido, várias tentativas de saída do coma sem conseguir retomar a respiração, com um risco de perda de vida estimado em 25%. Depois foi a via sacra da cura total e da reabilitação física, um mês de enfermaria de pneumologia, mais outro num centro de reabilitação, para recuperar de uma tetraplegia dos cuidados intensivos, neste centro vi consequências bem mais graves resultantes de pneumonias.
Hoje de manhã eu, diria que o país, fui surpreendido com a morte daquela jovem, um cenário que para mim era muito provável, tendo em conta o pouco que se ia dizendo do seu estado de saúde. Neste momento já corre na comunicação social que a jovem não tinha sido vacinada contra o sarampo, uma mania que se generalizou no Ocidente, promovida por falsos cientistas e por negociantes de falsas vacina e falsos medicamentos, um negócio da China que sobrevive à custa de alguma estupidez que grassa nos países mais ricos e supostamente melhor informados.
Em África morrem muitas crianças e jovens devido a doenças que poderiam ser evitadas com uma vacina que para os padrões europeus têm um preço quase simbólico. Está sendo feito um esforço enorme para debelar um sofrimento humano que há muito os europeus se esqueceram, doenças que dizimavam e marcam a população e que hoje ninguém conhece. Mas em África faltam os recursos financeiros, falta a informação e faltam as estruturas para assegurar que cada criança tem acesso a cuidados básicos de saúde, que por aqui não se questionam.
Mas em África também há os curandeiros que tentam boicotar a ação dos médicos, e até houve um presidente sul-africano, um tal Thabo Mbeki, que questionou a causa da SIDA, questionou o seu tratamento e acusou os cientistas que combatiam a doença de serem nazis. Por cá não temos curandeiros ou idiotas como Thabo Mbeki, mas multiplicam-se seitas de gente de inteligência superior que passam a ideia perigosa de que se curam doenças com medicamentos feitos à base de água da torneira ou que as vacinas matam mais do que curam.
Este movimento ideológico alimentado pela estupidez poderá ter feito a primeira vítima em Portugal, não contando muitas outras que são vítimas dos novos curandeiros. Se assim foi apenas se pode dizer que é lamentável, mas poderão ser evitadas futuras vítimas se aqueles que optam por expor os filhos a doenças ou a transformá-los em agentes de novas epidemias forem responsabilizados.

 

   Comentários no Facebook

«Tiago Barbosa Ribeiro» - Ainda a propósito do tema das vacinas, tenho visto as mais angustiantes reportagens que dão voz aos "pais que não vacinam". É pavoroso ver a confirmação das razões para essa opção. No "Público", uma naturopata e uma macrobiótica afirmam que após apurados estudos (imagino que ainda foram umas valentes horas no google para desconstruir uns séculos de avanços científicos) decidiram não vacinar os filhos. Em "alternativa" optam por "estilos de vida saudáveis" e têm uma "alimentação equilibrada", evitando "farinhas e produtos processados" . Dizem também que se fossem pobres e não tivessem muita higiene provavelmente vacinariam os filhos. É desconcertante ver como o período de maior democratização da informação e acesso generalizado a educação não contém, e até alimenta, o obscurantismo, as crendices e a mistificação. É assim com todos os actos de fé, incluindo os que glorificam "aparições" de virgens e santinhos, por exemplo, mas um racionalista como eu fica sempre a pensar onde é que falhámos como espécie. Em algum lado terá sido.

«David Ribeiro»A informação se não der origem ao conhecimento de pouco serve.

«Carlos Vargas» - Na enxurrada "informativa" poucos se salvam. Pouco ou nenhum conhecimento se vislumbra. Mas sabe-se que graças ao google o país, quiçá o mundo, dispõe de um número extraordinário de 'experts' em vacinas e em comida biológica.



Publicado por Tovi às 14:11
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Quarta-feira, 28 de Outubro de 2015
Je suis bacon

Je suis bacon.jpg

 Organização Mundial da Saúde

No seu mais recente relatório sobre o cancro, tornado público na última segunda-feira, a OMS, através da sua Agência Internacional de Investigação do Cancro (IARC), colocou as salsichas, o bacon e o presunto (entre outras carnes salgadas ou fumadas) no mesmo grupo de substâncias cancerígenas (“grupo 1”) que o tabaco, o amianto e os gases de escape emitidos pelos motores a gasóleo.

 

  Comentários no Facebook

«Joaquim Leal» >> Qualquer dia é o vinho David grin emoticon

«David Ribeiro» >> Não tarda muito volto aos puros Cohiba... só para chatear.

«Gonçalo Moreira» >> Moi aussi!

«Ana Alyia» >> Um dia são os frangos no outro as vacas a seguir é o leite depois vem a onda dos enchidos e qualquer dia anda tudo a palha. Haja paciência. Ate o ar que respiramos nos pode oferecer alguma maleita ou contribui para ela... será que é melhor deixar de respirar???

«Joaquim Leal» >> Não fica cá ninguém, mais cedo ou mais tarde todos acabaremos por morrer. E morrer sem desfrutar é desperdiçar tão parco e precioso tempo wink emoticon

«David Ribeiro» >> Calma, que isso de todos acabarmos por morrer ainda não está provado... tem sido assim, mas não sabemos como vai ser no futuro, já dizia o grande filósofo Agostinho da Silva wink emoticon

 Está explicado…

Je suis bacon ab.jpg



Publicado por Tovi às 00:08
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sexta-feira, 24 de Julho de 2015
Aumento da natalidade... no Norte

Natalidade Jul2015.jpg

O Norte a trabalhar afincadamente para o aumento da natalidade em Portugal



Publicado por Tovi às 11:51
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Terça-feira, 13 de Janeiro de 2015
Receitas medicinais com Vinho do Porto

Vinhos Medicinais Cunha Simões.jpg Vinhos Medicinais de Cunha Simões

Andam muitos dos meus amigos a queixarem-se de várias maleitas próprias desta época e eu, que só quero que não vos falte nada, fui ao livro “Vinhos Medicinais” de Cunha Simões e aqui deixo umas receitas interessantes. Como vão reparar são todas à base de Vinho do Porto, pelo que se preventivamente beberem diariamente uns cálices do nosso néctar dos deuses é meio caminho andado para uma perfeita saúde.

AMIGDALITE - Macere em 1 litro de vinho do Porto, durante 5 dias, 20 g de m...adressilva (lonicera capritolium) e 20 g de folhas de eucalipto (eucalyptus globulus). Agite todos os dias. Filtre. Gargareje 3 vezes por dia. Tome 1 colher de sopa antes do almoço e 2 antes do jantar.

BRONQUITE - Macere em 1 litro de vinho do Porto, durante 5 dias, 10 g de flor de carqueja (pterospartum tridentatum), 10 g de marroio negro (ballota nigra) e 10 g de tomilho (thymus vulgaris). Agite todos os dias. Filtre. Tome 2 colheres de sopa dez minutos antes do almoço e 2 antes do jantar.

GRIPE - Macere em 1 litro de vinho do Porto, durante 5 dias, 20 g de casca de laranja (citrus aurantium), 20 g de casca de limão (citrus limonum), 20 g de roseira brava (rosa canina). Agite todos os dias. Filtre. Tome 2 colheres de sopa antes do almoço e 2 antes do jantar.

PNEUMONIAS - Durante 7 dias macere em 1 litro de vinho do Porto, 40 g de folhas de eucalipto (eucalyptus globulus). Agite todos os dias. Filtre. Tome 1 colher de sopa 3 vezes por dia.

TOSSE - Macere em 1 litro de vinho do Porto, durante 3 dias, 40 g de sumidades floridas de orégão (origanum vulgare). Agite todos os dias. Filtre. Tome 2 colheres de sopa nos ataques de tosse, no máximo de 4 vezes por dia.

 

  Comentários no Facebook

«José Luis Moreira» >> A panaceia é: 'Abife-se, avinhe-se e abafe-se'

«Luiz da Cunha» >> Bem, acho que vou escolher uma aí do cardápio, pra experimentar a "receita", David Ribeiro

«José Luis Moreira» >> Pra frixões... bagaço!...

«Carlinhos da Sé» >> Do bom...



Publicado por Tovi às 15:29
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Quarta-feira, 26 de Novembro de 2014
Brucelose em Baião

Brucelose JN 25Nov2014.jpg

Isto é um CRIME DE SAÚDE PÚBLICA praticado por empresários sem escrúpulos. Será deformação profissional minha, mas eu tenho muito medo da maior parte dos produtos artesanais que por aí há à venda. É que eu visitei nestes últimos trinta anos muitas destas "fábricas" cá do Norte e digo-vos que até metem medo. Há efectivamente algumas com sistemas de controlo e higienização correctos, mas são poucas.

 

  Comentários no Facebook

«Jorge Veiga» >> A Saúde Pública deste país está sentada no gabinete. Com um surto de brucela devem ir passear pelas aldeias e montes e ver os rebanhos, fazer colheitas de sangue dos animais e detetar qual ou quais é que está infectados.

«Raul Vaz Osorio» >> Os produtos artesanais, não oferecem risco se forem tratados da forma adequada. Se usarem leite pasteurizado, não deixa de ser artesanal, mas é seguro. O "caseiro", que é diferente de "artesanal" é que pode ser complicado. Quanto aos aspectos de saúde pública, não concordo com essa apreciação. Na vertente médica faz-se, em minha opinião, um bom trabalho, nada de secretária. A componente veterinária, que não conheço tão bem, talvez sofra desse mal, admito. O problema estará mais na interface entre as duas, quero crer.



Publicado por Tovi às 14:00
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Mais sobre mim
Descrição
Neste meu blog fica registado “para memória futura” tudo aquilo que escrevo por essa WEB fora.
Links
Pesquisar neste blog
 
Abril 2024
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9

19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


Posts recentes

Quanto mais se mexe na me...

"Cunha" no tratamento de ...

Estes publicitários...

Consulta de enfermagem no...

Sondagem da Aximage... o ...

COVID-19 - Evolução da Ca...

COVID-19 em Portugal... d...

Dieta Mediterrânica

Eutanásia em discussão no...

INFARMED vem para o Porto

Não vacinar... será crime...

Je suis bacon

Aumento da natalidade... ...

Receitas medicinais com V...

Brucelose em Baião

Jornais de hoje

Surto de Legionella em Vi...

Ébola fora de controlo

Centro Materno Infantil d...

Taxas Moderadoras na Saúd...

Arquivos
Tags

todas as tags

Os meus troféus