"Devido à velocidade da luz ser superior à do som, algumas pessoas parecem inteligentes até as ouvirmos."

Terça-feira, 17 de Agosto de 2021
O primeiro rescaldo da vitória Talibã no Afeganistão

300px-AFG-IRAN_border_map.jpg

A fronteira entre o Irão e o Afeganistão é uma linha de 936 km de extensão, sentido norte-sul, e não me devo enganar muito ao afirmar que é aqui que se irá disputar a próxima “guerra” entre xiitas e sunitas. Durante este mês de agosto e com a evidência dos Talibã chegarem rapidamente ao poder no Afeganistão, o Irão já tinha encerrado as suas fronteiras no sudoeste do país.

 
Vicente Ferreira da Silva - David Ribeiro 
é perfeitamente plausível.
Nikdel Farhad - David Ribeiro… Não é uma guerra xiita-sunita! É uma guerra étnica, os pashtuns contra o resto (falantes de persa), infelizmente o governo revolucionário do Irã está mais interessado em manter inimizade com os Estados Unidos do que em apoiar seus compatriotas!
David Ribeiro - Meu caro Nikdel Farhad... não será AINDA uma guerra xiita-sunita, mas esperemos para conhecer quem apoia quem e depois veremos.
Nikdel Farhad - David Ribeiro… Você é sábio. 1. Acabei de ler que o filho de Ahmad Shah Massoud veio a Panjshir e começou a criar milícias de resistência contra o Talibã com o apoio do Irão. 2. O Irão chama Fatemion de volta da Síria (milícia xiita Afgan na Síria). 3. Irão acredita que o Talibã e todos os grupos terroristas são apoiados com dinheiro saudita ... vamos ver.

 

  10h04 de 16ago2021 - Aeroporto de Cabul
16ago 10h00.jpg

 

   12h30 de 16ago2021 - SIC Notícias
Doze portugueses abandonaram o Afeganistão nos últimos dias, mas quatro ainda estão no país. Todos trabalhavam no aeroporto de Cabul, na segurança e na delegação da União Europeia. A Secretaria de Estado das Comunidades está a acompanhar a retiradas dos portugueses pelas Forças Internacionais. A informação obtida até ao momento por parte da embaixada em Islamabad é que estão bem.
Captura de ecrã 2021-08-16 133051.jpg

 

   13h02 de 16ago2021 - Al Jazeera
Acaba de se saber que um jato militar afegão cai no Uzbequistão.
Relatório: Um jato militar afegão caiu após cruzar a fronteira com o Uzbequistão e seu piloto foi ejetado e sobreviveu, disse o Ministério da Defesa do Uzbequistão. O jato caiu na noite de domingo na província de Surxondaryo, no extremo sul do Uzbequistão, adjacente ao Afeganistão. A agência de notícias russa RIA cita o ministério da defesa do Uzbequistão dizendo que o piloto foi ejetado e ficou ferido. Mais tarde, o ministério disse que as defesas aéreas do Uzbequistão derrubaram o jato enquanto ele tentava violar a fronteira.
uzbquistao.jpg

 

   17h10 de 16ago2921 - AFP
Sim, a Rússia já não é um inimigo... mas o Irão, ali mesmo ao lado, já se está a posicionar e dizem que já criou milícias para combaterem os Talibã - ou seja, a eterna "guerra" entre xiitas e sunitas.
Captura de ecrã 2021-08-17 110902.jpg

 

   00h00 de 17ago2921 - Expresso 
Captura de ecrã 2021-08-17 012007.jpg

 

   00h17 de 17ago2021 - Obervador
"O fim da Pax Americana?” – Artigo de Vicente Ferreira da Silva
Captura de ecrã 2021-08-17 112439.jpg

 

   16h30 de 17ago2021 - TVI 24

Captura de ecrã 2021-08-17 170411.jpg

O que os Talibã afirmaram hoje, na primeira conferência de imprensa:
- Não vamos permitir que ninguém seja magoado no nosso território.
- Queremos garantir a segurança das embaixadas e organizações internacionais em Cabul. O nosso plano era parar às portas de Cabul depois de capturar o resto das áreas para que a transição fosse pacífica, mas, infelizmente, o Governo anterior foi incompetente. Não conseguiram fornecer segurança. Forneceremos segurança a todas as organizações estrangeiras agora. Não procuramos nenhum inimigo, seja dentro ou fora do Afeganistão. Perdoamos todos aqueles que lutaram contra nós. As animosidades chegaram ao fim.
- As nossas mulheres têm direitos e poderão beneficiar desses direitos. Têm o direito de participar na educação, na saúde e em outras áreas (...) Serão muito ativas na sociedade, mas dentro da estrutura do islamismo.

  Transcript of Taliban’s first news conference in Kabul



Publicado por Tovi às 07:35
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Domingo, 9 de Agosto de 2020
Nova ameaça de guerra civil no Líbano

S x X.jpg
No seguimento da trágica explosão que devastou a zona portuária de Beirute, temos agora violentos confrontos entre as forças da polícia libanesa e manifestantes anti-governamentais. E não tarda temos no Líbano a “tradicional” guerra entre Xiitas e Sunitas.

 

   Comentários no Facebook
Rui Loza - Enquanto o imperialismo ocidental apoiar a ditadura saudita e alimentar a sua maquina de guerra, viveremos permanentemente em risco de guerras maiores que a do Iémen, da Siria, da Libia. Enquanto o ocidente alimentar estes monstros milhões de vidas são destruídas.



Publicado por Tovi às 00:11
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Domingo, 1 de Setembro de 2013
Sunitas e Xiitas

Os Sunitas são cerca de 85% dos muçulmanos e os Xiitas andarão nos 15%, sendo a grande diferença entre estes dois grupos muito mais política do que religiosa. Numa altura de grande instabilidade socio-política no Médio Oriente, é interessante ler este artigo - "As Religiões do Mundo” do Círculo dos Leitores:

{#emotions_dlg.star} O Islão é formado por dois grupos básicos: os sunitas e os xiitas. As suas origens podem ser seguidas até uma questão que os primeiros muçulmanos tiveram de enfrentar: quem iria suceder a Maomé como líder da comunidade islâmica? Para os muçulmanos, esta questão foi sempre tanto religiosa como política.

Sunitas: o consenso da comunidade

 A resposta dos sunitas, que constituem uma maioria de cerca de 90%, pode ser resumida como se segue: ninguém poderia suceder a Maomé na sua natureza e qualidade de Profeta, pois o Corão terminava e aperfeiçoava a revelação da vontade divina e declarava Maomé como o "último dos profetas". Assim, o sucessor de Maomé não poderia ser mais do que o guardião do legado profético. Seria um califa (khalita), com uma autoridade subordinada como líder dos crentes, com responsabilidade pela administração dos assuntos da comunidade, em obediência ao Corão e aos precedentes proféticos. Pelo processo do consenso (ijma), a comunidade escolheria o seu líder entre os homens que fossem membros da tribo Ouraish, a que Maomé pertencera. A seguir à morte de Maomé, em 632, a sucessão do califado passou por Abu Bakr (632-634), a Umar (634-644), Otman (644-656) e Ali (656-661). Estes, os "quatro califas em guiados", são considerados como tendo vivido tão perto do Profeta que o seu exemplo, bem como o de Maomé, é aceite como autoridade na sunna, ou costume, por todas s posteriores gerações de muçulmanos que se seguiriam. (…)

Xiitas: autoridade e liderança

 Para os muçulmanos xiitas, a principal figura da autoridade religiosa é o imã. Maomé completou o ciclo dos profetas e com ele a possibilidade de mais revelações divinas. Porém, os muçulmanos xiitas acreditam que ele instituiu o "ciclo da iniciação" como contínuo guia para a comunidade ao nomear um imã como seu sucessor. Este estava investido com as qualidades necessárias para uma interpretação inspirada e infalível do Corão. Deste modo, os xiitas referem-se a si mesmo como "povo de nomeação e identificação". O primeiro imã foi Ali. Como primo, filho adoptivo e mais tarde genro de Maomé (por casamento com Fátima), não era apenas um membro da tribo de Maomé, mas também "uma pessoa da casa". Esta relação familiar íntima é significativa: os xiitas acreditam que Ali herdou as "capacidades espirituais" de Maomé, a sua wilaya. Era infalível na interpretação do Corão e na liderança da comunidade e passou estas características aos filhos do seu casamento com Fátima, Hassan e Hussein, e estes aos seus descendentes da linha dos imãs. Os xiitas acreditam que o ciclo da wilaya prosseguirá até ao fim da história humana quando, no Último Dia, a Humanidade for ressuscitada e julgada para a segunda vida.

A maioria dos xiitas, conhecidos por imamis (vivendo quase todos no Irão), pensa que o ciclo ficará completo com o regresso do décimo segundo imã, muitas vezes referido como o "imã do período", que se diz ter sido retirado para um estado "Ocultação" desde o século III no Islão. Os seus conselhos são ainda acessíveis através de "agentes" ou "doutores da lei" (mujtahidum), entre os quais os mais importantes no Irão são os ayatollahs. São estes quem tem o direito de interpretar a Shari'a e de estabelecer as regras religiosas.(…)

O islamismo sunita e xiita reflectem a diversidade das respostas muçulmanas às revelações divinas. Os sunitas mostram-se mais preocupados em criar e preservar estruturas de sociedade em que a comunidade possa cumprir as suas responsabilidades perante Deus. Os xiitas começaram pelo martírio de Ali e do seu filho Hussein e sempre estiveram conscientes do sofrimento e da alienação que fazem parte da condição humana e procuram respostas para uma mais exotérica interpretação do Corão e da Shari'a, mas, na realidade, a distinção entre os dois movimentos não é importante. Os sunitas preocupam-se mais com a vida interior e os xiitas com a exterior. Para além disso, a importante tradição mística do sufismo tem visto em si uma confluência das consciências sunita e xiita.


«António Alves» no Facebook >> pois, mas tudo isso são pormenores que não interessam nada. Os sírios até podiam ser dervishes. Oil is the question!

«David Ribeiro» no Facebook >> Claro que o problema é o “oil” da Arábia Saudita, do Kuait, do Qatar e dos Emiratos Árabes Unidos. A estes “meninos” sobra muito dinheiro e com estas suas “sobras” têm vindo a comprar dívida pública americana, sustentando assim a crise financeira e/ou bancária dos EUA. Depois mandam na geoestratégia do Médio Oriente, acabando por ficar sempre na penumbra da guerra e bem na fotografia, “pagando” aos yankees para fazerem a parte feia da coisa. E Israel toda contente.

«António Alves» no Facebook >> Ora nem mais.



Publicado por Tovi às 07:18
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Mais sobre mim
Descrição
Neste meu blog fica registado “para memória futura” tudo aquilo que escrevo por essa WEB fora.
Links
Pesquisar neste blog
 
Outubro 2021
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9



28
29
30

31


Posts recentes

O primeiro rescaldo da vi...

Nova ameaça de guerra civ...

Sunitas e Xiitas

Arquivos
Tags

todas as tags

Os meus troféus