"Devido à velocidade da luz ser superior à do som, algumas pessoas parecem inteligentes até as ouvirmos."

Terça-feira, 5 de Março de 2024
Mais um imbróglio no conflito do leste da Ucrânia

2024-03-04T092646Z_1398431988_RC2XE6AXFNVC_RTRMADPO embaixador alemão em Moscovo, Alexander Graf Lambsdorff [na foto à saída do Ministério das Relações Exteriores da Rússia em Moscovo], foi convocado na 2.ª feira [3mar2024] para se apresentar no Ministério dos Negócios Estrangeiros russo, após uma conversa entre oficiais militares alemães sobre a entrega de armas à Ucrânia ter sido divulgada na Rússia. Uma gravação de áudio de uma reunião por videoconferência de oficiais militares alemães de alto escalão foi divulgada nas redes sociais da Rússia na sexta-feira. Nesta conversa, os participantes discutem em particular a hipótese da entrega de mísseis de longo alcance Taurus de fabricação alemã a Kiev. No sábado, Berlim confirmou que a gravação era autêntica e que havia sido "interceptada". Segundo o jornal The Guardian há soldados britânicos “no terreno” na Ucrânia a ajudar as forças de Kiev a disparar mísseis Storm Shadow de longo alcance. É o que alegadamente dão conta as escutas alemãs divulgadas pela imprensa russa, na última sexta-feira.

  
Jose Pinto Pais
Nem todos baixam as calças, ainda há memória do servilismo pre WWII. Chamberlains nunca mais
Rogerio SilvestreOra, ora..estão lá todos desde há muito porém a maioria são russos. E porém também do passado vem, Vietname é, Cuba é e Timor é



Publicado por Tovi às 07:59
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Quinta-feira, 31 de Agosto de 2023
Zelensky a dar um passo maior que a perna

Captura de ecrã 2023-08-29 174410.png

Volodymyr Zelensky revelou que os aliados ocidentais já fizeram saber que deixam de ajudar a Ucrânia na luta contra a invasão de Moscovo caso Kiev transfira as hostilidades para território russo. E o governo ucraniano poderá sozinho custear a guerra que Zelensky está a querer continuar, com drones diariamente a atingirem território russo, ou estará a dar um passo maior que a perna?

  Jose RomãoA Rússia pode atacar alvos civis na Ucrânia quando bem enter, até parece para alguns legítimo essas barbaridades, a Ucrânia ripostar já não parece bem. Na realidade este Mundo está mesmo perdido, a equidade é algo que não existe, principalmente para os que estão alinhados com o politicamente correcto e com os órgãos de informação desonestos, que manipulam, omitem deliberadamente porque estão ao serviço da esquerda retrógrada e da Nova Ordem Mundial‼️😎😎😎

 

Captura de ecrã 2023-08-30 091730.png
(Na imagem vê-se um grande incêndio em Pskov)
Notícias do fim do dia da última terça-feira (29ago2023) diziam-nos que 20 drones ucranianos atingiram a base aérea de Pskov, no noroeste da Rússia, danificando 4 Ilyushin-78, aviões para reabastecimento em voo. Na manhã de quarta-feira (30ago2023) o Ministério da Defesa da Rússia informou que drones foram abatidos nas regiões de Orlov, Bryansk, Ryazan, Kaluga e na região de Moscovo, no que poderá ter sido o maior ataque de drones em território russo desde a invasão em grande escala da Ucrânia no ano passado. Às primeiras horas de quarta-feira (30ago2023) as agências de notícias relataram não só a Rússia ter atacado 4 embarcações ucranianas no Mar Negro, mas também a capital Kiev, com as antiaéreas ucranianas a tentarem repelir drones e mísseis. Fala-se também num ataque ucraniano contra uma brigada da Rússia na Crimeia.
  Albertino Amaral
Pois é. Quer queiramos, quer não, neste caso concreto, atacarmos a casa do invasor, pode refrear um pouco o seu ímpeto besta, de querer assaltar a casa dos outros...

 


Captura de ecrã 2023-08-30 174244.png
A Al Jazeera noticiou ontem (30ago2023) que as forças da Ucrânia avançaram nas frentes sul e leste durante esta 79.ª semana da guerra do país com a Rússia, alcançando o que os especialistas acreditam ser a retaguarda da primeira linha de defesa da Rússia. Mas também enfrentaram um avanço russo no nordeste que criou um dilema sobre onde colocar as tropas disponíveis.

 

  The Guardian 30ago2023
Captura de ecrã 2023-08-30 222313.pngPoucos russos queriam a guerra na Ucrânia, mas também não aceitarão uma derrota russa. (...) Parece que uma grande maioria da elite e dos russos comuns aceitaria um cessar-fogo ao longo das atuais linhas de batalha e não levantaria qualquer desafio se Putin propusesse ou concordasse com tal cessar-fogo e o apresentasse como uma vitória russa suficiente. (...) Muito poucos na população em geral, dizem que a Rússia deveria entregar a Crimeia e o Donbass oriental."

 
Jorge VeigaJá agora o que será que pensam os Ucranianos?
David RibeiroSegundo se vai lendo muitos fogem da guerra, subornando os serviços de recrutamento, outros, normalmente filhos dos senhores todos poderosos de Kiev, vão-se pavoneando por essa Europa fora, muitos outros dizem que o que querem é paz, não sabendo muito bem como isso será possível, e outros ainda fazem juras de morte aos russos. Os da Crimeia e do Donbass são na sua esmagadora maioria pró-russos.
Jorge VeigaDavid Ribeiro Curioso que as medidas tomadas contra as fugas, foram dos russos. E se lá estiveres e fugires, levas um tiro (medida aliás tomada na WW II pelas comissárias políticas da URSS). Só que aquilo que perguntei foi o que pensam os Ucranianos. E esses estão lá e a chumbarem as mentes russas, os aeroportos russos, as pontes russas. Ou será que esses actos foram cometidos pelos que fugiram?
David RibeiroComo acabei de dizer, Jorge Veiga, há na Ucrânia quem continue a fazer "juras de morte aos russos", sejam eles militares ou população civil.
Jorge VeigaDavid Ribeiro ...e com razão.

 

  Estará Zelensky a fazer uma limpeza geral ou só a varrer para debaixo do tapete?
Captura de ecrã 2023-08-31 100203.png[Al Jazeera 08h34(GMT) 31ago2023] - O ministro da Defesa da Ucrânia, Oleksii Reznikov, que tem liderado a guerra do país contra a Rússia juntamente com o presidente Volodymyr Zelensky, poderá ser substituído, de acordo com uma reportagem do meio de comunicação local Ukrainska Pravda. Citando fontes do governo local, o meio de comunicação informou que o substituto de Reznikov poderia ser Rustem Umerov, presidente do fundo imobiliário estatal da Ucrânia. Em Fevereiro, jornalistas e ativistas descobriram que o Ministério da Defesa comprava alimentos para os soldados a preços muito inflacionados, colocando Reznikov sob o radar, enquanto a Ucrânia tenta combater a corrupção.

 


01000000-0aff-0242-5ba0-08db5c7c8c26_cx0_cy2_cw0_w
Dmytro Kuleba, ministro dos Negócios Estrangeiros da Ucrânia, afirmou que criticar a contraofensiva ucraniana é o mesmo que 'cuspir no rosto dos soldados' que tentam 'reconquistar um metro quadrado de território' desde o início da invasão.
E já há comentários para todos os gostos:
- Kuleba está em negação e não teve uma atitude inteligente;
- É 'normal' a 'indignação', tendo em conta o 'esforço extraordinário' empenhado pelas forças de Kiev desde o início da invasão russa;
- Quando Kuleba, disse aos críticos para 'calarem a boca', tinha como destinatários os líderes das forças armadas dos EUA e Reino Unido, mas foi um momento 'deselegante e muito pouco inteligente';
- A
 Ucrânia avançou pouco na frente sul, mas a Rússia não avançou nem um centímetro desde que a contraofensiva começou.
- Avanço da Ucrânia a sul é 'relativo', mas é 'algo para quem não tinha progressos para apresentar'.




Segunda-feira, 17 de Julho de 2023
Northern/Interaction-2023... no Mar do Japão

Captura de ecrã 2023-07-16 211805.png

Notícia do The Guardian - Uma flotilha naval chinesa partiu neste domingo [16jul2023] para se juntar às forças navais e aéreas russas no Mar do Japão num exercício destinado a “salvaguardar a segurança de hidrovias estratégicas”.

  Adao Fernando Batista BastosProvocadores...

 

  E o conflito Rússia-Ucrânia está assim...
Captura de ecrã 2023-07-17 104239.pngO Kremlin informou que a Rússia interrompeu a sua participação no acordo de cereais do Mar Negro. O pacto mediado pelas Nações Unidas e pela Turquia visava aliviar uma crise alimentar global, permitindo que os cereais ucranianos bloqueados pelo conflito Rússia-Ucrânia fossem exportados com segurança. Este acordo havia sido prorrogado várias vezes, mas deveria expirar nesta segunda-feira. A Rússia vinha dizendo há meses que as condições para sua extensão não haviam sido cumpridas. “Na verdade, os acordos do Mar Negro deixaram de ser válidos hoje”, disse o porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, a repórteres. “Infelizmente, a parte desses acordos do Mar Negro em relação à Rússia não foi implementada até agora, então seu efeito foi encerrado”, acrescentou. De acordo com a agência de notícias estatal russa RIA Novosti, a porta-voz do Ministério das Relações Exteriores, Maria Zakharova, disse a repórteres que Moscovo já notificou a Ucrânia, a Turquia e a ONU de que é contra a extensão do acordo de cereais. Segundo António Guterres, secretário-geral das Nações Unidas (ONU), a decisão “vai atingir gravemente pessoas carenciadas em toda a parte” mas “não vai travar” os esforços da ONU em permitir acesso dos bens alimentares e fertilizantes ucranianos e russos ao mercado global.
  Manuel Rocha
Só falta ao assassino putin ir ao acordo do brics na África do Sul.

Captura de ecrã 2023-07-17 092720.png

A Ucrânia atacou a Ponte da Crimeia durante a noite usando drones não tripulados na superfície da água, disse o Comitê Nacional Antiterrorismo da Rússia nesta segunda-feira [17jul2023], de acordo com a mídia estatal. “Quaisquer estruturas ilegais usadas para entregar instrumentos russos de assassínio em massa são necessariamente de vida curta, independentemente das razões para a destruição”, escreveu o conselheiro presidencial ucraniano, Mykhailo Podolyak.



Publicado por Tovi às 07:27
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sábado, 5 de Junho de 2021
Uma chatice... Uma grande chatice

Captura de ecrã 2021-06-04 092733.jpg

    The Guardian de 3jun2021
How will Portugal’s removal from Covid ‘green list’ affect you?

 

   Mas há sempre uma solução...
Captura de ecrã 2021-06-05 095429.jpg



Publicado por Tovi às 07:01
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Segunda-feira, 17 de Maio de 2021
Como Israel se transformou num conflito mortal

the observ.jpg
  The Guardian / The Observer - 16mai2021 às 09h30



Publicado por Tovi às 10:18
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Segunda-feira, 29 de Março de 2021
Últimas notícias de Cabo Delgado

cabo delgado.jpg

    15h56 de 24mar2021 - Google News
Grupos armados atacaram nesta quarta-feira a cidade de Palma, no norte de Moçambique, o centro urbano mais próximo de empreendimentos do setor de gás no país, avaliados em cerca de 51 mil milhões de euros. Segundo a agência Reuters, duas fontes confirmaram os ataques, que estão acontecendo a uma distância cada vez menor dos empreendimentos, que já tiveram que ser paralisados por problemas de segurança. A cidade de Palma está situada a menos de 25 quilômetros de um campo de construção de empreendimentos de gás liderados por grandes empresas petrolíferas, como a francesa Total. O ataque aconteceu no mesmo dia em que a empresa francesa anunciou que retomaria gradualmente as obras no local, após suspendê-las devido aos ataques nas proximidades.

    20h30 de 26mar2021 – Nuno Rogeiro no Facebook
Uma coluna de 23 veículos da ONU acaba de chegar a Pemba, incólume, vinda do Norte de Cabo Delgado, onde recolheu pessoal de vários programas de assistência em zonas atacadas. Quanto à vila-mártir de Palma, continuam intensos combates. A situação mais grave era no hotel Amarula: o recinto vinha sendo flagelado por fogo do Daesh, e o perímetro de segurança foi violado. Entretanto, a evacuação foi-se dando, discreta e com sucesso, embora haja um problema maior a lamentar (PS 2). A propósito da ONU: uma iniciativa urgente sobre o que se passa era necessária. Para ontem.
PS- Ministérios da Defesa Nacional de Portugal e Moçambique e Primeiro Ministro português estiveram em teleconferência
PS2- Desde as 14.00 de Lisboa que circulam muitos relatos sobre o destino das pessoas que decidiram sair do Hotel Amarula. Há pelo menos três grupos distintos. Podemos confirmar, para já, infelizmente, cinco mortos, todos moçambicanos.
PS3- Ofensiva militar em curso, ou para muito breve. Esperemos que com resultados.
PS4- Não se confirma o boato da tomada de navios reféns pelo bando atacante.

    11h20 de 27mar2021 - LUSA
Acaba de ser noticiado pela LUSA que um português ficou gravemente ferido numa operação de resgate de Palma, vila sob ataque de rebeldes armados desde quarta-feira, junto aos projetos de gás natural de Cabo Delgado, norte de Moçambique. O ferido está a caminho de Pemba, capital provincial de Cabo Delgado, 250 quilómetros a sul, por via aérea, a partir do aeródromo do recinto do projeto de gás natural, na península de Afungi, para onde foi resgatado juntamente com outras pessoas.

    18h00 de 27mar2021 - Expresso
"A situação neste momento é crítica em Palma. Estamos sob ataque desde ontem, quando eles começaram a atacar pessoas com catanas, a partir das 15h foi ataque armado, já estamos há 24 horas sob fogo cruzado. Não sabemos como a gente vai sair daqui. Não sabemos se vamos chegar ao mar, se vamos ser evacuados, quando, a que horas, como e por quem”. O relato é de um dos cidadãos que se refugiaram no hotel Amarula Lodge, em Palma, na província moçambicana de Cabo Delgado. “Os helicópteros estão a sobrevoar a zona do Amarula Hotel para terem a certeza de que a estrada está livre para a gente tentar chegar até à praia para apanhar um batelão, mas conforme estão a ouvir não sabemos se será possível. A situação está crítica. Não temos comida, só temos água. Então… seja o que Deus quiser, seja o que Deus quiser”, relata o cidadão retido no hotel, cuja identidade o Expresso não conseguiu apurar.
O projeto Mozambique LNG, liderado pela Total, é um dos maiores investimentos em curso em Moçambique, envolvendo várias outras empresas, como a japonesa Mitsui, a tailandesa PTTEP (dona da portuguesa Partex, comprada à Fundação Calouste Gulbenkian), entre outras empresas. Paralelamente, também na região Norte de Moçambique, em Cabo Delgado, um outro consórcio, a portuguesa Galp integra com uma participação de 10% o projeto da Área 4, para a produção de gás natural no offshore moçambicano. Este consórcio é liderado pela ExxonMobil e Eni, contando ainda com participações da chinesa CNPC, da coreana Kogas e da moçambicana ENH.

    10h58 de 28mar2021 - Miguel Prado, jornalista do Expresso
“Estamos a trabalhar em Palma há sete anos. A insegurança começou há três anos. A partir daí nunca ninguém dormiu descansado”, conta ao Expresso António Silva, um empresário natural da região de Pombal que há vários anos se instalou em Pemba, mais de 400 quilómetros a sul da região onde na quarta-feira um grupo rebelde se instalou e deixou um rasto de sangue e destruição, levando ao resgate de centenas de pessoas por barco e via aérea. .../... acrescenta, “a verdade nunca se vai saber”. Conta-nos que “os ataques começaram com catanas e quando os militares reagiram começou a haver troca de tiros”. Dos contactos que teve, indica que “há muitas mortes, mas ninguém sabe quem é que são”. “Houve gente decapitada”, aponta o empresário que o Expresso ouviu por telefone na manhã deste domingo. A empresa de António Silva, a ZAT, dedica-se à construção e logística, e tinha mais de três dezenas de funcionários em Palma na altura dos ataques, que começaram na quarta-feira. O empresário conseguiu resgatar todos os seus funcionários, 32 moçambicanos e três portugueses. A maior parte foram transportados para Pemba de barco e alguns por avião.  .../... Segundo António Silva, na altura dos ataques haveria cerca de 15 portugueses em Palma, entre os mais de mil expatriados que aí estavam a trabalhar em vários negócios. Aquela vila tem atraído diversas empresas e prestadores de serviços, muitos deles ancorados no projeto de produção e liquefação de gás natural. .../... várias empresas portuguesas estão presentes em Palma, como as construtoras Mota-Engil e Gabriel Couto.

   18h40 de 28mar - Nuno Rogeiro no Facebook
Deslocados da zona de violência em Cabo Delgado chegam a Pemba. São perto de mil e quinhentos e estão agora sob vigilância apertada, pois há um grande receio que sejam falsos deslocados, espiões ou sabotadores. Uma grande insegurança mantem-se no Norte de Moçambique.
pemba.jpg

    19h55 de 28mar - LUSA
O português ferido nos ataques de grupos armados à vila de Palma, Moçambique, foi transferido para Joanesburgo, na África do Sul, para tratamento médico, confirmou este domingo à agência Lusa fonte do Ministério dos Negócios Estrangeiros. O gabinete de Augusto Santos Silva fez saber ainda que vai continuar "a acompanhar" a situação, sem adiantar para já outros pormenores. O Presidente da República já tinha aludido este domingo à retirada do português para a cidade sul-africana, numa nota a propósito de uma conversa que manteve com a mulher do ferido.

   01h46 de 29mar2021 - JN/The Guardian
Pelo menos 60 pessoas, na maioria estrangeiros, estão desaparecidas desde que os militantes islamitas atacaram uma coluna de viaturas civis que fugia dos confrontos armados em Palma. Governo confirma dezenas de mortos. Segundo as gravações das Forças de Segurança (FDS), a que o jornal britânico "The Guardian" teve acesso, e que descrevem o que aconteceu após o ataque a Palma, apenas sete dos 17 veículos da coluna que fugiu da cidade, conseguiram chegar a uma zona segura na sexta-feira. Todos os que viajavam nos outros veículos estão presumivelmente mortos, diz aquele jornal britânico. Não foi possível perceber, ainda, se estas eventuais vítimas mortais estão incluídas entre as dezenas de mortos confirmados, este domingo, pelo Ministério da Defesa moçambicano.

    15h35 de 29mar2021 - JN
O movimento terrorista Estado Islâmico reivindicou esta segunda-feira o controlo da vila de Palma, no extremo norte de Moçambique, que foi atacada na quarta-feira passada. A agência oficial do grupo terrorista, a Amaq, divulgou imagens da vila e reivindicou a ocupação do capital do distrito, junto à fronteira com a Tanzânia. 

    21h15 de 29mar2021 . Expresso
O Governo português vai enviar cerca de 60 militares para reforçar a ajuda na formação das forças especiais moçambicanas. “Está em planeamento o reforço da cooperação técnico-militar bilateral com Moçambique, no quadro do qual cerca de 60 militares portugueses vão contribuir para a formação de forças especiais moçambicanas”, pode ler-se na resposta enviada ao Expresso. “No quadro da União Europeia, na sequência da missão política realizada em janeiro passado e liderada pelo MNE português, decorrem os trabalhos de preparação do incremento da cooperação europeia na dimensão da segurança, possivelmente através quer de apoio em equipamento, quer de apoio em formação”, acrescenta ainda.

   07h50 de 30mar2021 - Jornal de Angola
O Presidente sul-africano, Cyril Ramaphosa, reuniu-se sábado à noite, de emergência, com altos responsáveis da Defesa devido ao ataque no Norte de Moçambique que resultou na ocupação da cidade de Palma e na morte de, pelo menos, um sul-africano, além de vários desaparecidos, noticiou a televisão estatal, que admite a hipótese de uma intervenção militar caso ela seja solicitada pelas autoridades de Maputo.

    8h36 de 30mar2021- TSF
P
alma é neste momento uma vila isolada e deserta, de onde até os gritos de desespero demoram a fazer-se ouvir. A comunicação está cortada, mas os focos de fumo, espalhados pelo território, comunicam a devastação. A vila no Norte de Moçambique foi esta manhã sobrevoada pela investigadora Zenaida Machado, responsável da organização Human Rights Watch nos territórios de Angola e Moçambique, e é esta a paisagem que descreve, em entrevista à TSF. "Alguns jornalistas tiveram oportunidade de sobrevoar Palma e contam-nos que a cidade está completamente deserta", começa por dizer a representante do grupo ativista, que dá ainda conta de "focos esporádicos de tiros, que provavelmente são dos grupos armados a tentarem afugentar os soldados, ou então dos soldados a repelirem-nos".

    15h56 de 30mar2021 - JN
Centenas de pessoas estão a chegar a Pemba, fugidos do horror dos ataques a Palma. Os sobreviventes, que chegam a pé, por mar e também por via aérea, dizem que "morreu muita gente" devido à ofensiva jiadista.

 

   Diz-nos Marcelo Mosse, jornalista e escritor moçambicano...
Detalhes do ataque à Palma: De como os terroristas ludibriaram as FDS para alcançarem o centro da vila
Ontem [24mar2021], para lograr entrar em Palma, os “insurgentes” usaram uma tática. Bloquearam o cruzamento de Pundanhar para impedir que as FDS se reforçassem com tropa instalada em Mueda e atacaram a aldeia de Manguna. Porquê Manguna? Porque daqui o único sentido de refúgio da população seria correr em debandada para Palma. Desde há uns meses que Palma é quase que uma vila e sitiada – e só entra lá quem tenha consigo uma espécie de “guia de marcha”. Com tiros no ar e gente em fuga, esses procedimentos são letra morta.
Foi justamente isso que aconteceu. Por volta das 16 horas, os atacados de Manguna estavam a chegar a Palma com suas trouxas. Era uma situação de emergência. Devido ao ataque, as FSD foram mobilizadas para Manguna, deixando Palma de portas abertas e com proteção diminuída. Os terroristas tinham-se infiltrado no seio dos fugitivos de Manguna, entrando também em Palma com suas mochilas armadas. Dentro de Palma, abriram as mochilas, sacaram das armas e desataram a atacar alvos militares e civis.
O centro dos combates localizou-se na zona da Igreja Católica. Desconhece-se ainda a magnitude dos danos e perdas humanas e de um propalado ataque ao balcão do BCI. Ontem [24mar2021], por volta das 16 horas, a rede da Vodacom foi cortada. Tudo feito milimetricamente. Houve disparos contra a uma avioneta que descia para o aeródromo local.
Hoje [25mar2021], por volta das 10 horas da manhã, quem estivesse refugiado no principal hotel da cidade (que possui um heliporto) podia ouvir tiros dispersos. Estima-se que pouco mais de 100 terroristas estiveram envolvidos neste ataque, cujas características mostram que foi planeado com muita antecedência e... inteligência militar.
Os mercenários da DAG foram envolvidos nos combates, lançando bombas contra os terroristas. Hoje [25mar2021], um helicóptero da DAG, de 6 lugares, começou a evacuar as cerca de 200 pessoas que receberam a guarda do referido hotel para o acampamento da Total em Afungi. São os expatriados quem tem acesso aos voos, mas também moçambicanos funcionários da banca. Esta tarde [25mar2021], o exército mandou reforços de Maputo para Palma, incluindo fuzileiros navais. "Carta" obteve estes detalhes de várias fontes.



Publicado por Tovi às 07:33
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sábado, 30 de Novembro de 2019
Terrorismo na London Bridge

ximagem-atentado-ponte-de-londres.jpg.pagespeed.ic
(Na imagem a polícia abate o presumível terrorista)

No dia de ontem a cidade de Londres foi novamente palco de um grave incidente, desde logo conotado com o terrorismo e que se saldou em três mortes, uma das quais do alegado terrorista. No ataque desta sexta-feira na London Bridge, um homem ainda não identificado e que usava um colete de explosivos falso, esfaqueou pelo menos dez pessoas, acabando por ser morto a tiro pela policia. (escrito às primeiras horas de sábado, 30nov2019)

 

   The Guardian

A Scotland Yard está a investigar como Usman Khan, de 28 anos, foi capaz de na sexta-feira lançar o ataque na London Bridge, apesar de ser conhecido das autoridades e ser portador de uma pulseira eletrónica para monitorização dos seus movimentos. Foi libertado um ano atrás, depois de cumprir pena pela participação numa conspiração para fazer explodir a Bolsa de Londres.

   Rui Moreira, na sua págna do Facebook

 Mais uma vez, a tentativa de apaziguar terroristas, acaba em tragédia. De facto, o salafita que ontem atacou na Tower Bridge era um terrorista condenado, em liberdade condicional com pulseira electrónica. O que demonstra que houve mais um erro de avaliação, neste caso pela justiça britânica. Não pode haver tolerância para com esta gente. Este, pelo menos, não voltará a causar vítimas.



Publicado por Tovi às 00:32
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sexta-feira, 16 de Agosto de 2019
Continua a "Guerra dos Petroleiros"

Captura de Ecrã (200).png

Notícia completa aqui.



Publicado por Tovi às 14:45
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sexta-feira, 15 de Setembro de 2017
Terrorismo no Metro de Londres

15Set2017 Londres aa.jpg
Tudo leva a crer estarmos perante um novo ataque terrorista na capital do Reino Unido. As notícias oficiais ainda são escassas e a edição online do “The Guardian” às 11h00 (hora de Portugal Continental) pouco mais dizia que “A terrorist incident has been declared at Parsons Green underground station in west London after reports of an explosion”.

 

  21h40

(Expresso online) - Reino Unido aumenta nível de ameaça terrorista - Engenho de fabrico artesanal causou ferimentos a 29 de pessoas, mas teria sido mais letal caso tivesse funcionado corretamente - houve uma falha. Media britânicos noticiaram que um suspeito já foi identificado, a polícia não confirma. Entretanto, o Daesh reivindicou a autoria do atentado. E o Reino Unido está agora em alerta máximo de terrorismo.



Publicado por Tovi às 11:10
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Quinta-feira, 23 de Março de 2017
Atentado terrorista em Westminster

mw-1024 b.jpg

Na tarde de ontem mais um atentado terrorista na Europa, desta vez em pleno centro da cidade de Londres, mais precisamente na ponte Westminster e junto ao Parlamento Britânico, com um trágico resultado até ao momento de quatro mortos (um polícia, dois civis e o atacante) e mais de vinte feridos, alguns com gravidade. Houve um português entre os feridos mas já teve alta e está bem de saúde.
Todos os relatos dos acontecimentos confirmam que um homem esfaqueou um polícia e foi abatido em seguida. Momentos antes, diversas pessoas foram atropeladas na ponte Westminster, a alguns metros de distância.
Segundo algumas versões, ainda não confirmadas oficialmente, o suspeito do ataque, que foi abatido pela polícia, será Abu Izzadeen (Trevor Brooks), um pregador radical da zona leste de Londres, já condenado e bastante referenciado por terrorismo.
Nesta última madrugada as autoridades britânicas detiveram sete pessoas em buscas a seis casas em Birmingham e Londres.

 

  The Guardian – 16h25 de 23Mar2017

The attacker behind the terrorist rampage at the gates of the Houses of Parliament has been named by police as Khalid Masood, 52, who was born in Kent and had previously been convicted of violent offences. The assailant, who was shot dead on Wednesday as he attacked police officers in the shadow of Big Ben, had been known to MI5 but was considered to be a peripheral figure and had fallen from the intelligence picture.



Publicado por Tovi às 08:10
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Quinta-feira, 13 de Outubro de 2016
Quem manda nos céus de Aleppo?

Síria força no ar Out2016.jpg

Jonathan Steele, colunista do jornal britânico The Guardian, diz-nos que a ideia de uso da "força no ar" pode parecer atraente para os países ocidentais, mas na Síria esse passo esconde uma ameaça séria. A verdade é que a criação de uma zona de exclusão aérea será de facto uma proclamação de guerra tanto contra o regime sírio como contra Moscovo. E Putin não brinca em serviço.

Ver notícia do The Guardian aqui.



Publicado por Tovi às 21:17
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Quinta-feira, 9 de Abril de 2015
Parque Nacional da Peneda-Gerês

Peneda Gerês The Guardian Abr2015.jpg

Um dos 10 melhores parques nacionais da Europa… no The Guardian.



Publicado por Tovi às 08:43
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Mais sobre mim
Descrição
Neste meu blog fica registado “para memória futura” tudo aquilo que escrevo por essa WEB fora.
Links
Pesquisar neste blog
 
Maio 2024
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9


22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


Posts recentes

Mais um imbróglio no conf...

Zelensky a dar um passo m...

Northern/Interaction-2023...

Uma chatice... Uma grande...

Como Israel se transformo...

Últimas notícias de Cabo ...

Terrorismo na London Brid...

Continua a "Guerra dos Pe...

Terrorismo no Metro de Lo...

Atentado terrorista em We...

Quem manda nos céus de Al...

Parque Nacional da Peneda...

Arquivos
Tags

todas as tags

Os meus troféus