"Devido à velocidade da luz ser superior à do som, algumas pessoas parecem inteligentes até as ouvirmos."

Segunda-feira, 1 de Julho de 2013
Bye bye Vítor Gaspar

{#emotions_dlg.meeting} Veraquia carta de demissão de Vítor Gaspar.

{#emotions_dlg.meeting} Veraquiquem é Maria Luís Albuquerque.


«David Ribeiro» no Facebook >> {#emotions_dlg.sidemouth} Demissão de Vítor Gaspar e nomeação de Maria Luís Albuquerque para o Ministério das Finanças é demais num dia só. Até tenho medo que me dê uma coisinha má.

«Jose Antonio Salcedo» no Facebook >> Vêm aí tempos muito conturbados.

«Joaquim Leal» no Facebook >> Ainda tive esperança na substituição por Paulo de Macedo, ministro da saúde. Seria sempre uma mais valia. Agora esta senhora cujo envolvimento nos "swaps" (em tradução livre: negócios ruínosos para o Estado, vulgo todos nós) deixa uma penumbra preocupante.

«Isabel Taborda Oliveira» no Facebook >> É como as moscas....

«Ana Alyia» no Facebook >> a ti e a mim David Ribeiro acho que nem com valha-nos Deus lá vamos

«Fatima Sousa» no Facebook > mas os jonalistas vão estar todos os dias ( menos 5 ) em on ou off ...isto é de bradar aos céus...

«David Ribeiro» no Facebook >> {#emotions_dlg.sidemouth} A demissão de Vítor Gaspar fez-me lembrar um outro ministro das finanças que em finais dos anos vinte do século passado, também durante uma crise económica e alguma agitação social, apresentou a sua demissão por não lhe terem satisfeito as condições que achava indispensáveis ao exercício daquela pasta ministerial. E esse tal professor catedrático da Faculdade de Coimbra acabou por voltar mais tarde aos destinos da Nação e por cá ficou durante quase cinquenta anos. Que os santinhos todos nos livrem da história se repetir.

 Imagem “roubada” a «ferroadas2.blogspot.pt»

«Victor Meirinho» no Facebook >> Não sei... de tão longe a que levaram a "mediocracia", estão criadas as condições para o "universo invertido" da democracia! Vale-nos o facto de termos umas forças armadas desarmadas e  desmoralizadas, agastadas e de cócoras! E alguém pensou já numa ditadura do poder judicial??? Não estamos longe... prevalecem os interesses de quem paga advogados-deputados! E estes fazem leis! E os magistrados aplicam! Falta saber: - COMO AS APLICAM ?

«Luis Paiva» no Facebook >> David, costuma dizer-se que a história nunca se repete. No entanto, Karl Marx admitiu que sim, a primeira vez como tragédia e a segunda como farsa...

«Victor Meirinho» no Facebook >> Nós estamos em fase de ópera-bufa... género menor do bel-canto!

«Maria Helena Costa Ferreira» no Facebook >> "vamos rezar...."

«José Camilo» no Facebook >> Regionalizemos...



Publicado por Tovi às 18:42
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Quarta-feira, 31 de Outubro de 2012
Haja paciência para aturar o Gasparzinho

{#emotions_dlg.annoyed} O Gasparzinho já começa a meter nojo... E eu não gosto de quem me mete nojo.


«Aida Carvalho» in Facebook >> Infelizmente, alguns talvez...

«David Ribeiro» in Facebook >> Exactamente, Aida Carvalho... É esse o problema deste nosso Portugal... Há quem pague pouco.

«António Campos Leal» in Facebook >> ELE QUER É MÚSICA


«Zé Carlos» in Facebook >> David Ribeiro uma andorinha contou-me; isto foi tudo montado de má fé e o Gaspar está a fazer a parte dele. Exagerar nos impostos, tirar o dinheiro à malta e depois vir com aquela velha história. Pois é, é inevitável para pagar o Estado Social. Então se vcs querem pagar menos impostos temos que acabar com o Estado Social. Esta é a estratégia dos ultraliberais para entregar a saúde às seguradores e a educação aos privados que são os dois grandes negócios que ainda faltam aos terroristas económicos.

«David Ribeiro» in Facebook >> Não tenho qualquer dúvida que é exactamento como dizes, meu caro amigo Zé Carlos... Estes liberais de merda que nos sairam nas rifas são umas sanguessugas que temos que exterminar... E rapidamente, senão já não vamos a tempo de sobrevivermos.

«Zé Carlos» in Facebook >> Temos todos de arranjar maneira de tirar estes gajos do poder e acabar com todos os boys and girls, da Administração Central, dos institutos, dos observatórios, das comissões, dos grupos de estudo, das fundações, das empresas publicas e municipais, etc, etc.

«André Eirado» in Facebook >> Este filho da puta deveria desaparecer do mapa, não há ninguém que dê um tiro nos cornos deste cabrão?

«Loja do Pecado Guimarães» in Facebook >> é evidente que pagamos pouco para o mandar para a puta que o pariu, se for para o mandar embora ate pago mais qualquer coisa



Publicado por Tovi às 07:47
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Quarta-feira, 3 de Outubro de 2012
Mais impostos... Até quando?

"Roubei" do Facebook... (Eles são meus amigos e não se vão zangar {#emotions_dlg.blink} )

Cartoon de António Sabão e texto de Tiago Barbosa Ribeiro.

É oficial. Somos liderados por um grupo de alucinados. Como todos os ideólogos radicais, Gaspar não consegue perceber a realidade. O seu pensamento é doutrinário. O ministro do desvio crê que as medidas estão a correr bem, excepto tudo ter falhado. Pelo meio aumenta todos os impostos e agrava a factura do IRS em 30% (taxa média passa de 9,8% para 13%), acaba com a progressividade existente e defende que instituiu mais igualdade. Faz tudo ao contrário, mente, deturpa. O país está fora de controlo e o Governo continua a vê-lo pelo excel.


«David Ribeiro» in Facebook >> Ainda não chega porque nós permitimos... Mas é só até um dia.



Publicado por Tovi às 19:06
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sexta-feira, 6 de Julho de 2012
O Tribunal Ratton

E agora, Gasparzinho?... {#emotions_dlg.tongue}

{#emotions_dlg.meeting} [JN - 5Jul] - O Tribunal Constitucional vetou esta quinta-feira os cortes nos subsídios de férias e de Natal aos funcionários públicos e pensionistas. Apesar da inconstitucionalidade, a suspensão mantém-se até ao final de 2012, decretou, ainda, o Constitucional. O Tribunal Constitucional (TC) justificou a decisão, aprovada por uma maioria de nove juízes contra três, considerando que "a dimensão da desigualdade de tratamento que resultava das normas sob fiscalização" violava o princípio da igualdade,  consagrado no artigo 13.º da Constituição.


«Vítor Marques» in Facebook >> É so a partir do proximo ano e assim sendo acho que vamos todos penar ainda mais...

«Zé Carlos» in Facebook >> Estamos lixados para o próximo ano!

«António Sabão» in Facebook >> Estamos lixados é esta ano! Estava a contar con essa guita para a entregar às Finanças!

«Vítor Marques» in Facebook >> Ou seja, ganhamos 50 por cento do subsidio de Natal de 2013 mas vamos penar ainda mais certo ? :D

«Zé Carlos» in Facebook >> Não este ano já estamos lixados, para o ano vamos estar pior. Vão começar os despedimentos em barda no sector público.

«Vítor Marques» in Facebook >> Politicos de merda num país de coninhas é o que dá...

«Zé Carlos» in Facebook >> A minha opinião não é essa. Os  políticos são muito bons. Fazem o que se espera que os políticos façam; orientam-se.  Os eleitores que há mais de 30 anos os colocam lá é que são uma merda. Se 75% se abstivesse e fosse partir umas mesas de votos estes tipos já se tinham ido embora.

«David Ribeiro» in Facebook >> ...ou se votassem em gente credível.

«Zé Carlos» in Facebook >> Sim mas nunca no centrão PS/PSD. Comigo não contam, há bem mais 20 anos que não têm o meu voto, desde que assassinaram o Sá Carneiro.

«David Ribeiro» in Facebook >> Voltando à notícia... Seja qual tiver que ser as "novas medidas de austeridade", só o facto de o Gasparzinho ter que enfiar a viola no saco, já me dá um gozo do caraças. Até vou jantar com mais apetite. :-)

«Zé Carlos» in Facebook >> Calma David Ribeiro. Pode acontecer que por causa do fundamento da decisão  - violação do princípio de igualdade -   para o ano NINGUÉM tenha subsídios.

«Vítor Marques» in Facebook >> Era isso mesmo que dizia Ze Carlos. Vamos pagar todos...

«David Ribeiro» in Facebook >> Iremos ver se o POVO o permite. Com a falta de eficácia das políticas fiscais deste (des)governo, não sei se irá aguentar-se por muito mais tempo.

«Vítor Marques» in Facebook >> O povo tuga nada faz. Por saberem isso é que eles abusam...

«Francisco Sousa Fialho» in Facebook >> O Tribunal Ratton - O Tribunal Constitucional acaba de cometer hara-kiri. Os membros do Tribunal Constitucional perceberam finalmente que o tricot jurídico a que se dedicam como câmara de refugados para as mais variadas prescrições punha a nú a sua irrelevância e decidiram inspirar-se nos pareceres do Carlos Magno da ERC para darem, com este acordão sobre a inconstitucionalidade da suspensão dos “subsídios” de Natal e férias, o seu último suspiro. Um tribunal constitucional que afirma a ilegalidade fundamental de uma lei mas lhe ressalva os efeitos é um tribunal constitucional que a si próprio se anula e que, portanto, se transforma definitivamente num corpo morto. Doravante devemos tirar-lhe as maiúsculas e olhá-lo como um mero estafermo institucional sem outro préstimo que não seja o de preparar para os Isaltinos e Macários as embrulhadas de recursos que lhes permitem perdurar. Honra seja feita aos juízes Catarina Sarmento e Castro, Carlos Pamplona de Oliveira e José Cunha Barbosa, que votaram contra aquela ressalva de efeitos.

«Teresa Canavarro» in Facebook >> David,  por via da minha ignorância jurídica, por falta de formação, na área, peço que expliquem aqui, o que significa este parecer do TC! É vinculativo?? Obriga a mudar algo que tenha sido já aplicado? Estou a ouvir a RTP informação e cada um diz sua coisa, de sua forma e de acordo com as suas convicções políticas! Peço desculpa por perguntar, mas não tenho nenhum licenciado em direito à mão! Bem Haja se conseguir esclarecer!

«Fernando Gomes» in Facebook >> Parece-me que foi pior a emenda que o soneto. O TC considera inconstitucional por violar o princípio da igualdade. Assim, o PPC-PF-1ºMinistro já veio dizer que, para respeitar a igualdade, tirará também ao sector privado. É o que temos!

«David Ribeiro» in Facebook >> Amiga Teresa, o Fernando tem razão. Veja aqui o acórdão em que o Tribunal Constitucional considerou que a suspensão dos subsídios de férias e Natal, por ser feita apenas para os funcionários públicos, pensionistas e reformados, viola o princípio da igualdade, consagrado no artigo 13.º da Constituição.

«Teresa Canavarro» in Facebook >> Pois!!! Também achava, mas pensei que seria demais! Pelos vistos, a decisão é mesmo vinculativa! Sendo que acho estranho, que o princípio da Igualdade tantas vezes violado, venha apenas agora, ser posto em causa! Obrigada David, mesmo na minha  "santa" ignorância, vou ler o acordão!  Da próxima vez acho que tiro um semestre na Universidade Lusófona e escuso de fazer figura de parva! Um abraço para os dois!

«Zé Carlos» in Facebook >> Isto foi tudo montado e não passa de uma palhaçada. Como é óbvio a Constituição não se pode suspender durante ano. O princípio da igualdade, neste caso, significa que não só os funcionários públicos, mas todos passarão a ter de pagar.

«Luís Paiva» in Facebook >> Condições idênticas às da ADSE para todos, JÁ! Reformas por inteiro para todos após 30 de descontos, JÁ! Extensão das regalias dos titulares dos cargos públicos para todos, JÁ!

«Zé Zen» in Facebook >> ‎25 de Abril JÀ !

«Luís Paiva» in Facebook >> Esqueci-me de reivindicar a semana de 35 horas para todos! Ainda vou a tempo? Acho que sim, porque os lapsos estão na moda. Aproveito ainda para rectificar e esclarecer que os "30 de descontos" que referi são anos e não meses como alguns p...oderiam levianamente pensar. É que a generalização de reformas douradas (tipo tribunal constitucional, banco de portugal, etc.) levaria certamente o estado à ruína e já nos basta a bancarrota.

«Fátima Sousa» in Facebook >> Faz parte da constituição de que os direitos dos trabalhadores são dados adquiridos (ponto final) O tribunal constitucional afirmou-o embora passados 6 meses... mas já estão a preparar mais  quê será quê será...


«David Ribeiro» in The Wizard Apprentice >> {#emotions_dlg.blink} Será que o facto de haver portugueses que bebem vinhos de qualidade muito superior àquela que eu consigo provar, não viola o princípio da igualdade, consagrado no artigo 13.º da Constituição?...

«Hugo Mendes» in The Wizard Apprentice >> Claro que viola. Assim como também viola o facto de uma parte dos Portugueses conseguir roubar mais aos nossos bolsos mais do que o que conseguimos ganhar.



Publicado por Tovi às 07:06
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Segunda-feira, 25 de Junho de 2012
Curva de Laffer

{#emotions_dlg.sidemouth} Vítor Gaspar veio dizer aquilo que toda a gente já esperava: A cobrança de impostos piorou e vai deixar a meta do défice mais longe. Será que o nosso Ministro das Finanças não conhece a Curva de Laffer?

 

{#emotions_dlg.meeting} [Wikipédia] - A Curva de Laffer é uma representação teórica da relação entre o valor arrecadado com um imposto às diferentes taxas. É usada para ilustrar o conceito de "elasticidade da receita taxável". Para se construir a curva, considera-se o valor obtido com as alíquotas de 0% e 100%. É óbvio que uma alíquota de 0% não traz receita tributária, mas a hipótese da curva de Laffer afirma que uma alíquota de 100% também não gerará receita, uma vez que não haverá incentivo para o sujeito passivo da obrigação tributária receber ou conseguir qualquer valor. Se ambas as taxas - 0% e 100% - não geram receitas tributárias, conclui-se que deve existir uma alíquota na qual se atinja o valor máximo. A curva de Laffer é tipicamente representada por um gráfico estilizado em parábola que começa em 0%, eleva-se a um valor máximo em determinada alíquota intermediária, para depois cair novamente a 0 com uma alíquota de 100%. Um resultado potencial da curva de Laffer é que aumentando as alíquotas além de certo ponto torna-se improdutivo, à medida que a receita também passa a diminuir.



Publicado por Tovi às 18:52
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sexta-feira, 2 de Setembro de 2011
Gaspar a postigar - Rui Rocha no "Delito de Opinião"

Com a devida vénia, aqui fica um interessantíssimo texto de Rui Rocha publicado no blog "Delito de Opinião":

{#emotions_dlg.star} Gaspar a postigar

Vitor Gaspar começa a fazer-me lembrar o saudoso (livra) Hélder Postiga. Preparado tecnicamente, trabalhador, esforçado. O problema é a relação com a baliza. Que, nas contas do Estado, terá o seu equivalente no corte da despesa e nas reformas estruturais. Postiga precisava de não sei quantas oportunidades para marcar um golo quando o Jardel fazia anos. Gaspar já vai em três conferências de imprensa sem cortar nada que se veja. No futebol, driblar, passar, pressionar e desmarcar-se são sempre muito importantes. Mas, aquilo de que o povo gosta mesmo é de golos na baliza do adversário. No que diz respeito às contas do Estado é também assim. É bom que Gaspar tenha presente que Postiga, com todo o seu valor, acabou mal-amado no Sporting. E vendido praticamente a custo zero ao Saragoça. Precisamos todos muito que Gaspar tenha um futuro diferente. Para isso, é preciso que comece a marcar golos rapidamente. A paciência dos adeptos, que nestas coisas se chamam contribuintes, está já tão esfrangalhada como a dos sportinguistas. E, para já, Gaspar parece estar a ganhar um lugar na história apenas pelo número de oportunidades falhadas. E, claro, pelo aumento de impostos.



Publicado por Tovi às 07:28
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Mais sobre mim
Descrição
Neste meu blog fica registado “para memória futura” tudo aquilo que escrevo por essa WEB fora.
Links
Pesquisar neste blog
 
Outubro 2021
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9


17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


Posts recentes

Bye bye Vítor Gaspar

Haja paciência para atura...

Mais impostos... Até quan...

O Tribunal Ratton

Curva de Laffer

Gaspar a postigar - Rui R...

Arquivos
Tags

todas as tags

Os meus troféus